segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Colocar o ecomuseu do sal no mapa dos principais locais a visitar...

Festival de Enguias arranca sábado em Lavos.

“Levar o nome dos Armazéns de Lavos aos quatro cantos do mundo. Dinamizar a freguesia de Lavos e ajudar a promover o concelho da Figueira da Foz. Colocar o ecomuseu do sal no mapa dos principais locais a visitar e recuperar e preservar a boa gastronomia regional de Lavos” são alguns dos objetivos destacados por Carlos Sousa, para a quarta edição do Festival de Enguias, que começa no próximo sábado e decorre até 13 de novembro.
Em declarações aos jornalistas, o membro da organização do evento lamentou o facto de não receberem “qualquer apoio digno da autarquia para fazerem a festa”. Carlos Sousa referiu que o festival “tem qualidade e as pessoas aderem”, mas que “sem apoios” é difícil suportar. “Se isto não merece ser apoiado o que é que a Figueira quer?”, questionou o responsável, acrescentando: “aquilo que se dá à cidade de publicitação, imagem, não merece reconhecimento”.
Versão completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS de 31 de outubro de 2011

fonte:

Museu Gustavo Teixeira adquire obra rara de seu patrono


O Museu Gustavo Teixeira, adquiriu para o seu acervo a obra “Poemas Líricos”, do vate são-pedrense Gustavo Teixeira, editada em 1925. Gustavo, quando em vida, publicou apenas dois de seus livros: O Ementário, em 1908 e Poesias Líricas, em 1925, sendo esse último o único que não constava no acervo pessoal do poeta, apesar das mais de 1500 poesias manuscritas que fazem parte do acervo do Museu. 

O livro foi encontrado em uma das pesquisas do Museu sobre o poeta, nos últimos meses, em posse de um colecionador, que estava disponibilizando para venda em um sebo on-line. Depois de contatos com a loja, a obra foi adquirida e integra agora o acervo, devendo estar disponível para apreciação dos visitantes do Museu em breve, após uma readequação que será feita na exposição sobre o poeta. 


“Foi uma grande alegria conseguir essa obra, pesquiso a história de Gustavo desde 2005, e sempre me questionava pela ausência dessa publicação em seu acervo particular”, salienta Rodrigo Luiz dos Santos, Diretor do Museu Gustavo Teixeira. 
O primeiro livro lançado por Gustavo Teixeira, O Ementário, mexeu com a literatura em cenário nacional, foi uma das obras mais vendidas no circulo literário em 1908. Porém, quando Poesias Líricas foi lançado, havia ocorrido a Semana de Arte Moderna em 1922, o que havia provocado mudanças nos estilos artísticos, até então em voga. Desse modo, o arcadismo de Gustavo Teixeira, foi fortemente criticado pela elite literária, o que fez com que essa obra não se projetasse como a primeira. 


Informações: Museu Gustavo Teixeira 
Telefone:             (19) 3483-1476      
museugustavoteixeira@saopedro.sp.gov.br





fonte:
http://www.folhadesaopedro.com.br/pg_noticias_det.php?id_noticia=9612,2

domingo, 30 de outubro de 2011

2ª jornadas formação em museologia comunitária


jornadas formação em museologia comunitária - Presentation Transcript

  1. Povos Afrodescendentes E Iniciativas Museológicas Comunitárias Do Novo Milênio. Santa Maria-RS
  2. POVOS AFRODESCENDENTES E INICIATIVAS MUSEOLÓGICAS COMUNITÁRIAS DO NOVO MILÊNIOSubtema: Metodologia de trabalho nos ecomuseus, museus comunitários e espaços de origem africana e afro-brasileira: aspectos comuns e aspectos singulares.A ABREMC – Associação Brasileira de Ecomuseus e Museus Comunitários, com sede no Rio de Janeiro e o Museu Comunitário Treze de Maio de Santa Maria-RS, com o apoio da Prefeitura Municipal de Santa Maria, da UMCO – Unión de Museos Comunitários de Oaxaca, do Ecomuseu de Itaipu - Foz do Iguaçu – PR, convocam as comunidades e organizações interessadas em participar das II Jornadas Formação em Museologia Comunitária, a se realizarem em Santa Maria, RS, de 30 de outubro a 03 de novembro de 2011.
  3.  pela participação comunitária;c) Capacitar membros das comunidades como facilitadores que transmitam técnicas e métodos particip
  4. OBJETIVOSa) Fortalecer iniciativas criativas e organizadoras dos povos afrodescendentes como potenciais incubadoras de processos museológicos comunitários, valorizando as questões étnico-raciais e de gênero que estimulem o debate acerca da superação dos entraves ao reconhecimento do patrimônio material e imaterial da população negra, estimulando o protagonismo, o empoderamento e ações afirmativas em prol do respeito à diversidade e aos valores civilizatórios africanos e afro-brasileiros;b) Reunir comunidades e profissionais envolvidos em processos museológicos de ecomuseus, museus comunitários e outros para a reflexão sobre suas metodologias e abordagens específicas e a contribuição que esses museus podem darativos para a criação e desenvolvimento de museus comunitários, catalisando processos de organização locais específicos;d) Reconhecer, apoiar e divulgar novas experiências e metodologias próprias da museologia comunitária;e) Estabelecer redes de intercâmbio continuado entre protagonistas, estudiosos e simpatizantes dos ecomuseus, museus comunitários e similares.
  5. INFORMAÇÕ ESPERÍODO : 30 de outubro a 03 de novembro de 2011.LOCAL 1: Museu Comunitário Treze de Maio –Rua Silva Jardim, 1407 Bairro Rosário - Santa Maria, RS–Contato: (55) 3226 6082museutrezedemaiosm.nucom@gmail.comhttp://museutrezedemaio.blogspot.com/LOCAL 2: Hotel MorotinRua Ângelo Uglione, 1629 – Centro Santa Maria, RSContato: (55) 3220 5200morotin@morotin.com.brhttp://www.morotin.com.br/
  6. FORMATO DA JORNADA Conferência de Abertura, Mesa Redonda, Taller de Formação de Facilitadores de Museus Comunitários e Oficinas com mostras deexperiências comunitárias/projetos em execução (inscriçõesprévias).HORÁRIO DA JORNADA:Manhã: 8h30min às 12h; Tarde: 13h30min às 18h* Noite - opcional (das 19h-22h): apresentações, visitas, mostras eoficinas artístico-culturais no Museu Treze de Maio e outrosespaços.* Estão previstos alguns deslocamentos para oficinas itinerantes ereconhecimento de outros espaços e percursos, que são opcionais eserão informados no primeiro dia do evento.
  7. PROGRAMAÇÃOVALOR DA INSCRIÇÃO: R$ 25,00* Pagamento no primeiro dia do evento, na entrega do material, em30/10/11.30 de outubro – DomingoLocal 2: Hotel Morotin9h – 12h - Chegada dos participantes, acomodações, entrega demateriais e orientações.* Acompanhe no site da ABREMC (www.abremc.com.br) informações sobrepossibilidades de alojamentos e hotéis em Santa Maria.
  8. PROGRAMAÇÃO30 de outubro – Domingo14h - Abertura oficial pela Prefeitura Municipal de Santa MariaApresentação CulturalBoas vindas dos organizadores: ABREMC/Museu Treze de Maio/EcomuseuItaipu-PR14h30min – 15h30min - Mesa Redonda I: Políticas Públicas e Fomento aoPatrimônio Afro-Brasileiro – Coordenadoria Municipal de Igualdade Étnico-Racial; Coordenadoria Estadual de Igualdade Racial/RS; IPHAN; IPHAE/RS;Secretaria de Comunidades Tradicionais-SEPPIR/PR; Secretaria de AçõesAfirmativas-SEPPIR/PR; Fundação Cultural Palmares/PR;Mediação: Rubinei Machado – Diretor Cultural do Clube Fica Ahi pra IrDizendo – Pelotas/RS (Clube Social Negro fundado em 1921)
  9. PROGRAMAÇÃO30 de outubro – Domingo15h30min – 16h30min – Mesa Redonda II: Sistemas de Museus e aMuseologia Comunitária - ICOM; Sistema Estadual de Museus-SEM/RS - 5ªRegião Museológica; Sistema Municipal de Museus de Santa Maria-SMM;PM-Secretaria Municipal de Cultura de Santa Maria, Secretaria de Estadoda Cultura.Mediação: Jorge Luis Marinho da Silva – Presidente da Associação dosAmigos do Museu Treze de Maio – Santa Maria-RS.*16h30min – 16h45min – Intervalo – Apresentação Cultural
  10. PROGRAMAÇÃO30 de outubro – Domingo16h45min – 19h – Mesa Redonda III - Metodologia de trabalho nosEcomuseus e Museus Comunitários: protagonismo e participaçõespopularesMuseu do Percurso do Negro – Porto Alegre/RS; Museu Comunitário Trezede Maio – Santa Maria/RS; Museu do Umbu – Alvorada-RS, Museu daLomba do Pinheiro – Porto Alegre-RS, Museu da Maré – RJ; Museu daPicada – Picada Café/RS; Ecomuseu de Itaipu – Foz do Iguaçu/PR;Ecomuseu da Amazônia-PA.Mediação: Vilnes Gonçalves Flores Júnior (Nei do Ogum) – Coordenador doNACE - Núcleo de Ação Cultural Educativa do Museu Treze de Maio(Sociedade Cultural Ferroviária Treze de Maio, Clube Social Negro fundadoem 1903).
  11. PROGRAMAÇÃO30 de outubro – Domingo19h – 19h30min – IntervaloLOCAL 1: Museu Comunitário Treze de Maio19h30min – 22hMediação: Nayra da Silva – Associação de Estudantes Negras e Negrosda UFSM; Eráclito Pereira – Museu Comunitário Treze de Maio; WinnieSilva - AFRONTA - Coletivo de Estudantes Afro da UFSMOficina 1Museu educador-libertador: a comunidade como protagonista e gestora– Ecomuseu de Santa Cruz/RJ – Odalice Priosti
  12. PROGRAMAÇÃO30 de outubro – Domingo19h30min – 22hOficina 2Projetos Culturais da Associação dos Amigos do Museu Treze deMaio – Museu Treze de Maio – Santa Maria-RS – Marta ÍrisCamargo Messias da Silveira (Jamaica)Oficina 3Troca de Saberes: Ação Mestre Griô – Mestre Prudêncio
  13. PROGRAMAÇÃO31 de outubro – Segunda-feiraLocal 2: Hotel MorotinCoordenação/Sistematização: Giane Vargas Escobar – Museu Trezede Maio - Santa Maria-RS8h30min – 10h30min - Conferência de abertura – Hugues deVarine (França)Condições para a participação de comunidades organizadas nosprocessos de desenvolvimento.10h30min – 10h45min - Intervalo - Apresentação Cultural
  14. PROGRAMAÇÃO31 de outubro – Segunda-feira10h45 – 12h30min - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) eCuauhtémoc Camarena (UMCO/México) – 112h30min – 13h30min - Almoço13h30 às 15h30h - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) eCuauhtémoc Camarena (UMCO/México) – 2
  15. PROGRAMAÇÃO31 de outubro – Segunda-feira15h30 - 15h45min – Intervalo – Apresentação Cultural15h45min – 18h - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) eCuauhtémoc Camarena (UMCO/México) – 319h – 22hLocal 1: Museu Comunitário Treze de MaioOficinas culturais e/ou visitas a espaços comunitários
  16. PROGRAMAÇÃO1º de Novembro - Terça-feiraLocal: Hotel MorotinCoordenação/Sistematização: Odalice Priosti – Ecomuseu SantaCruz- Santa Cruz-RJ8h30min – 10h30min – Mesa Redonda IV – A RelaçãoComunidade, Patrimônio e DesenvolvimentoHugues de Varine (França), José Itaqui (CONDESUS-RS), TeresaMorales (UMCO/México) e Cuauhtémoc Camarena (UMCO/México)10h30min – 10h45min - Intervalo - Apresentação Cultural
  17. PROGRAMAÇÃO1º de Novembro - Terça-feira10h45 – 12h30min - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) eCuauhtémoc Camarena (UMCO/México) – 412h30min – 13h30min – Almoço13h30 às 20h – Visita à Quarta Colônia de Imigração Italiana(Silveira Martins) e ao Quilombo de São Miguel (Restinga Seca).
  18. PROGRAMAÇÃO2 de novembro - Quarta-feiraLocal: Hotel MorotinCoordenação/Sistematização: Maria Emília Medeiros de Souza –Ecomuseu Itaipu-Foz do Iguaçu-PR8h30min – 10h30min – Oficina “Formação de Facilitadores deMuseus Comunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) eCuauhtémoc Camarena (UMCO/México) – 510h30min – 10h45min - Intervalo - Apresentação Cultural
  19. PROGRAMAÇÃO2 de novembro - Quarta-feira10h45 – 12h30min - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) e CuauhtémocCamarena (UMCO/México) – 612h30min – 13h30min - Almoço13h30 às 15h30h - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) e CuauhtémocCamarena (UMCO/México) – 715h30 - 15h45min – Intervalo – Apresentação Cultural
  20. PROGRAMAÇÃO2 de novembro - Quarta-feira15h45min – 18h - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) e CuauhtémocCamarena (UMCO/México) – 818h – 18h30min – Intervalo19h – 22hLocal 1: Museu Comunitário Treze de MaioOficinas culturais e/ou visitas a espaços comunitários
  21. PROGRAMAÇÃO3 de Novembro – Quinta-feiraLocal 2: Hotel MorotinCoordenação/Sistematização: Patrícia Berg Trindade – Museu doUmbu-Alvorada-RS8h30min – 10h30min – Oficina “Formação de Facilitadores deMuseus Comunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) eCuauhtémoc Camarena (UMCO/México) - 910h30min – 10h45min - Intervalo - Apresentação Cultural
  22. PROGRAMAÇÃO3 de Novembro – Quinta-feira10h45 – 12h30min - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) eCuauhtémoc Camarena (UMCO/México) – 1012h30min – 13h30min – Almoço13h30 às 15h30h - Oficina “Formação de Facilitadores de MuseusComunitários” - Coord. Teresa Morales (UMCO/México) eCuauhtémoc Camarena (UMCO/México) – 11
  23. PROGRAMAÇÃO3 de Novembro – Quinta-feira15h30 - 15h45min – Intervalo – Apresentação Cultural15h45min – 18h - Oficina “Formação de Facilitadores de Museus Comunitários” - Coord.Teresa Morales (UMCO/México) e Cuauhtémoc Camarena (UMCO/México) – 1218h – 18h30min – Intervalo19hLocal 1: Museu Comunitário Treze de Maio- Encerramento da Jornada/Mostra de trabalhos da Comunidade de Santa Maria e Região –Apresentação Cultural de encerramento
  24. PROGRAMAÇÃO04 de Novembro – Sexta-feiraVisitas opcionais e retorno dos participantesREQUISITOS PARA PARTICIPAR:- Apresentar uma solicitação (Ficha de inscrição – enviar por e-mail para abremc@br.inter.nete museutrezedemaiosm.nucom@gmail.com que descreva seus antecedentes com a temática,situação atual e projeto futuro relacionado a processos museológicos comunitários - estarparticipando atualmente da criação e/ou desenvolvimento de um museu comunitário ouecomuseu);- Comprometer-se com assessoria e acompanhamento a museus comunitários e ecomuseusao fim da jornada;- Contar com o aval de uma instituição ou organização que se comprometa a darprosseguimento ao processo de criação e desenvolvimento de museus comunitários eecomuseus em sua região.
  25. PROGRAMAÇÃO04 de Novembro – Sexta-feiraINVESTIMENTOS POR PARTE DO PARTICIPANTE:Deslocamento de ida e volta a Santa Maria, despesas de hospedagem*,alimentação, despesas extras.* Possibilidade de alojamento masculino e feminino mediante prévioagendamento:O Alojamento no quartel da Brigada Militar de Santa Maria dispõe de cama,colchão e chuveiro. NÃO tem café da manhã. O participante deverá levarroupa de cama e material de higiene. Valor da diária: R$10,00 (dez reais).Pagamento no primeiro dia.
  26. INFORMAÇÕESContato: Sgt Lisandra. Fone: (55) 3220 6459. E-mail:lisandra@brigadamilitar.rs.gov.br End.: EsFAS – Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Sargentos – RuaPinto Bandeira, 300 – Bairro Dores – Santa Maria-RSOBS: Material Didático, bolsa/ pasta do evento e certificado são gratuitos ede responsabilidade dos organizadores do evento.CALENDÁRIO:Prazo para receber inscrições: de 5 de outubro a 26 de outubro de 2011.Resultados da aceitação das inscrições: 27 de outubro de 2011
  27. CONTATOSINFORMAÇÕES E CONTATO:ABREMC – Associação Brasileira de Ecomuseus e Museus ComunitáriosSite: www.abremc.com.brE-mail: abremc@br.inter.net Fones: ABREMC (21) 24183140; Odalice (21) 33950066;Maria Emília (45) 35205814/99291878MTM - Museu Comunitário Treze de MaioBlog: http://www.museutrezedemaio.blogspot.com.br E-mail: museutrezedemaiosm.nucom@gmail.com Fones: MTM (55) 32266082 ou Giane (55) 96086790

Cientistas brasileiros descobrem fóssil de bicho-preguiça de 10 mil anos

Cientistas brasileiros confirmaram ter encontrado fósseis em Minas Gerais de um bicho-preguiça de seis metros de altura, que viveu durante o período Holoceno, há cerca de 10 mil anos, informou neste sábado o jornal "Correio Brasiliense".
"É uma descoberta incrível e de grande valor para a ciência, pois é um mamífero pré-histórico que abre novas e amplas possibilidades de estudo", disse ao jornal o geólogo Carlos Borges, diretor do Museu de Dinossauros da cidade de Uberaba.
Os fósseis, que segundo os especialistas correspondem a um exemplar da espécie Eremotherium laurillardi, foram localizados em uma zona rural de Uberaba por coincidência. O responsável pela descoberta foi o agricultor José Bezerra, morto há dois anos em um acidente de trânsito. Em 2006, Bezerra achou no campo ossos gigantes e por curiosidade decidiu guardá-los.
Em 2009, a história dos ossos gigantes guardados pelo agricultor chegou aos ouvidos dos cientistas do Museu de Dinossauros, que os recuperaram e estudaram com ajuda de uma fundação dedicada à pesquisa.
Segundo os especialistas, que não puderam determinar se o fóssil pertenceu a um macho ou uma fêmea, o exemplar era de um adulto, herbívoro, de seis metros de altura, que podia se sustentar sobre as duas patas traseiras e utilizava grandes garras para pegar folhas e frutas nos galhos mais altos das árvores.


fonte:

sábado, 29 de outubro de 2011

Teórico francês palestra na UFPA sobre Museologia e paradigmas contemporâneos

O francês Hugues de Varine-Bohan, formulador do conceito de Ecomuseu, está em Belém para ministrar a palestra “Conceitos, práticas e desdobramentos da Nova Museologia no Séc. XXI”, promovida pelo Curso de Museologia da Faculdade de Artes Visuais/ Instituto de Ciências da Arte da UFPA em parceria com o Ecomuseu da Amazônia.


A palestra aborda os novos modelos de museus, destacando os paradigmas científico-filosóficos contemporâneos em oposição ao modelo tradicionalista cartesiano.


Para Varine, o "novo museu" é diferente do "museu" tradicional em três vértices principais. Uma vertente é o realce dado ao território, seja meio ambiente ou local, em vez de se realçar o prédio institucional. Outro ponto está na ênfase colocada no patrimônio, em vez de ser dada à colecção e por fim, a importância dada comunidade em oposição ao enfoque dado aos visitantes nos museus tradicionais.


Em Belém, uma experiência de destaque tem sido o Ecomuseu da Amazônia (http://ecomuseuamazonia.blogspot.com/), que  realiza diversas ações e projetos educacionais e culturais com as comunidades das ilhas de Cotijuba, Mosqueiro e Carateteua.


A Palestra vai acontecer dia 27/10, às 14h, no Auditório do Setorial
Básico 2 (em frente ao CAPACIT – Portão 2).


Sobre Hugues de Varine-Bohan -  é Consultor em Desenvolvimento Comunitário. Um dos mais importantes pensadores sobre o conceito de Ecomuseu. Especialista em gestão de projetos e desenvolvimento local, ação comunitária, regeneração urbana, revitalização rural e desenvolvimento sustentável. Presidente Honorário do Ecomuseu Comunitário do Creusot, França. Membro fundador do MINOM – Movimento Internacional para uma Nova Museologia e Ex-presidente do Conselho Internacional de Museus – ICOM.

--
Luciane Bessa

Coordenação de Produção e Comunicação
Instituto de Ciências Arte/UFPA




fonte:
http://www.ica.ufpa.br/index.php?option=com_content&view=article&id=417:teorico-frances-palestra-na-ufpa-sobre-museologia-e-paradigmas-contemporaneos&catid=6:videos

Mitchell aceitou devolver a câmara de filmar à NASA, que por sua vez a encaminhará para o Museu Nacional do Espaço, em Washington.


Astronauta tem de devolver à NASA câmara usada na Apolo


Astronauta tem de devolver à NASA câmara usada na Apolo
Mitchell aceitou devolver a câmara de filmar à NASA, que por sua vez a encaminhará para o Museu Nacional do Espaço, em Washington.
O ex-astronauta Edgar Mitchell, que foi processado pela Nasa (Agência Espacial Americana) por tentar vender uma câmara de filmar que usou na Apolo 14 durante a missão à Lua, chegou nesta sexta-feira a um acordo para resolver o caso sem ir a julgamento.
Edgar Mitchell aceitou devolver a câmara de filmar à NASA, que por sua vez a encaminhará para o Museu Nacional do Espaço, em Washington.
O antigo astronauta tentou vender recentemente num leilão a câmara usada na missão espacial da Apolo 14 à Lua em 1971. Mas a NASA colocou-lhe um processo por considerar que aquela câmara lhe pertencia.
O advogado do ex-astronauta chegou a defender que a NASA tinha dado a câmara ao seu cliente nas celebrações dos 40 anos da missão espacial. O equipamento seria leiloado por cerca de 50 mil euros.
Mitchell foi o sexto astronauta a pisar na Lua.

fonte:

Moscou ganha seu primeiro museu subterrâneo


O Museu de Belas-Artes Pushkin, em Moscou, vai abrir a sua primeira exposição subterrânea. A estacão Volkhonka do Metrô – local escolhido para ser a filial do Museu – receberá as obras entre 2015 e 2016. A iniciativa, que partiu do próprio Museu, contou com o apoio do Instituto Metrogiprotrans, que será responsável pelo projeto.
O Museu Pushkin é o maior de Moscou dedicado à arte europeia, e um dos maiores do mundo nesse gênero. Atualmente, o Pushkin preserva um acervo de mais de 500 mil obras de arte, entre pinturas, esculturas, gravuras, desenhos, artes decorativas, arqueologia, fotografia e numismática.
A coleção de pinturas é a mais importante, enriquecida com peças levadas de São Petersburgo e doações moscovitas, além de transferências de outros museus, como o Hermitage. A coleção do Museu de Belas-Artes Pushkin tomou sua forma atual com a incorporação de séries de pinturas francesas do fim do século XIX e do começo do século XX, procedentes do Museu de Arte Nova do Ocidente, em Moscou.

fonte:

Copa 2014: MinC realizou, em Salvador, reunião sobre Cultura, Educação e Ação Social

O Ministério da Cultura realizou nos dias 26 e 27 de outubro, em Salvador, a terceira reunião da Câmara Temática de Cultura, Educação e Ação Social do Governo Federal para a Copa de 2014. O encontro, que acontece no Museu Numismático Eugênio Teixeira Leal, no Pelourinho, centro histórico da cidade, tem como objetivo a apresentação das diretrizes voltadas para a Educação, a consolidação das propostas para as áreas de Cultura e Ação Social, apresentadas na última reunião, e o relato de experiências locais para a Copa de 2014.

“É uma grande conquista para a Câmara Temática esta reunião acontecer em Salvador. Queremos mais reuniões fora de Brasília, pois possibilita maior transparência do debate público sobre a Copa”, anunciou a Diretora de Educação e Comunicação do MinC e coordenadora da Câmara Temática, Juana Nunes.

Ela informou que a Câmara Temática já se reuniu duas vezes em Brasília, quando foram apresentadas as propostas e diretrizes das ações sociais e culturais a serem desenvolvidas durante os jogos do Mundial de 2014. “Nestes dois dias vamos consolidar essas propostas e apresentar as ações voltadas para a área de educação”, anunciou.

Ney Campello, Secretário de Estado da Copa, agradeceu a presença de todos os representantes das 12 cidades-sede do Mundial e disse que a expectativa é muito grande em relação a essa reunião. “No primeiro ciclo das reuniões sobre a Copa o foco foi as obras de infraestrutura e agora o foco é de geração de legados e esse legado contribuirá muito com o Estado e com o país”, acrescentou.

Na parte da manhã, Leandro Fialho, representante do Ministério da Educação, apresentou as diretrizes para a Educação e disse que há um olhar multidimensional para inserir a educação para além da Copa de 2014. “Queremos, com o Programa Mais Educação, criar uma escola que tenha ambiência e que os alunos gostem de estudar”, comentou o representante do MEC.

Ações consolidadas
Na parte da tarde, a assessora especial da Ministra da Cultura, Morgana Eneile, consolidou, em parceria com representantes das cidades-sede da Copa, as diretrizes da Cultura. Foram consolidadas 45 ações em cinco eixos prioritários: promoção de valores éticos, da cidadania, da cultura da paz e da participação social; promoção da economia criativa, da infraestrutura cultural e a sustentabilidade das ações culturais; promoção do patrimônio, da memória dos museus e do turismo cultural; promoção da diversidade das expressões culturais; e promoção da produção e difusão de conteúdos audiovisuais que valorizem a diversidade cultural brasileira.

Morgana Eneile frisou a importância de, a partir de agora, se iniciar o diálogo com os gestores da área cultural para operacionalizar o planejamento que foi construído até o momento. Depois da validação das propostas, os projetos serão encaminhados e avaliados pelo Comitê gestor da copa – GECOPA.

Participantes
Participaram da abertura do evento o secretário Estadual da Copa do Mundo (Secopa), Ney Campello, o gestor do Escritório Municipal da Copa (ECOPA), Leonel Leal, o secretário de Cultura do estado da Bahia (Secult), Antônio Albino Rubim, o vereador municipal e responsável pelo acompanhamento da Copa na Câmara Municipal, Sandoval Guimarães, o assessor-chefe da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Eliezer Cruz, e o assessor especial da Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda do Estado, Javier Alfaya. As informações são do MinC.



fonte:
http://www.correio24horas.com.br/esportes/detalhes/detalhes-1/artigo/copa-2014-minc-realizou-em-salvador-reuniao-sobre-cultura-educacao-e-acao-social/?id=152&tx_ttnews%5Btt_news%5D=146868&cHash=79fb9427873c638738814adc562cfee0

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

OsGemeos apresentam exposição inédita 'Fermata', no Museu Vale, ES




A dupla criou obras exclusivas para o Museu Vale, em Vila Velha.
Exposição está aberta ao público de 28 de outubro a 12 de fevereiro.


Detalhe de obra da exposição Fermata, de OsGemeos, no Espírito Santo (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)Detalhe de obra da exposição Fermata, OsGemeos
(Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)
O universo lúdico e crítico dos irmãos paulistanos Gustavo e Otávio Pandolfo, mundialmente conhecidos como OsGemeos, enche de cores e sensações o galpão do Museu Vale, em Vila Velha, no Espírito Santo. A exposição 'Fermata' é inédita e foi toda feita exclusivamente para o local. O público pode conferir o trabalho a partir desta sexta-feira (28). A visitação é gratuita.
Fermata é um termo do universo musical e significa, pelo dicionário, uma pausa prolongada, um intervalo para o que vem a seguir. Na exposição, as obras remetem ao intervalo dos pensamentos. As cores gritam e compõem com as formas geométricas. O tridimensional, seja em sensação, seja no palpável, está presente em todas as obras. Além das pinturas em telas grandes, com os conhecidos personagens amarelos que marcam o estilo da dupla, há obras interativas e esculturas gigantes.
"A ideia é provocar sentimentos no expectador, despertar a imaginação. Não gostamos de explicar. Arte não foi feita para se explicar, mas para se sentir", afirma Gustavo. A exposição foi encomendada há dois anos, pelo museu. E, desde o final de agosto, o galpão foi preparado para receber a obra dos irmãos. OsGemeos passaram o mês de outubro inteiro na cidade, imersos na criação.
A escultura que leva o mesmo nome da exposição remete a uma fusão de vagão, casa e caixa de música, trazendo na frente o rosto de uma mulher. Os elementos da obra se movimentam e uma música toca de fundo. A escultura foi desenhada pelos gêmeos e também contou com a ajuda do irmão mais velho deles, Arnaldo, na parte mecânica. Foi ele quem batizou a obra e a exposição.
Fermata, de OsGemeos, escultura mecânica em exposição no Museu Vale (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)Fermata, de OsGemeos, escultura mecânica em exposição no Museu Vale (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)
Vertentes
Apesar do uso do spray e dos personagens similares nas criações, os irmãos separam a arte contemporânea que apresentam em exposições dos grafites das ruas. "São vertentes separadas, nada disso é grafite. O spray é uma tinta. O que caracteriza o grafite não é o spray, mas a atitude, a transgressão, característica da rua. Nós começamos no grafite, na década de 80. Mas hoje nosso trabalho vai além disso", explica Otávio.
Crítica
Ao serem questionados pelo tom crítico presente em suas obras, os irmãos reforçam o papel questionador da arte. "Como a gente consegue viver no país que a gente vive e ficar quieto? O papel da arte é questionar. É isso que fazemos", afirma Gustavo. Os irmãos estiveram pela primeira vez no Espírito Santo. A exposição não será apresentada em nenhum outro lugar, segundo eles.
FERMATA - Exposição de OsGemeos
Período: de 28 de outubro a 12 de fevereiro
Museu Vale: antiga estação Pedro Nolasco, s/n - Argolas - Vila Velha - ES
Horário: de terça a sexta, das 8h às 17h; sábado e domingo, das 10h às 18h
Telefone: (27) 3333-2484
'O homem que imaginou sem pensar', obra inédita de OsGemeos, em exposição no Espírito Santo (Foto: Amanda Monteiro / G1 ES)'O homem que imaginou sem pensar', obra inédita de OsGemeos, em exposição no Museu Vale (Foto: Amanda Monteiro / G1 ES)
OsGemeos, os irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo, apresentam exposição inédita no Espírito Santo (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)OsGemeos, os irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo, apresentam exposição inédita no Espírito Santo (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)
fonte:http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2011/10/osgemeos-apresentam-exposicao-inedita-fermata-no-museu-vale-es.html