terça-feira, 12 de julho de 2011

Câmara de SP terá novo museu e auditório

A Câmara Municipal de São Paulo vai ganhar até dezembro um auditório com cobertura retrátil para 302 pessoas e um conjunto com café e museu. É o que prevê a licitação de R$ 9,3 milhões aberta pela Mesa Diretora na quinta-feira passada.
Em duas décadas, esta será a primeira grande reforma do Palácio Anchieta, sede do Legislativo paulistano desde 1969. Todo o pavimento térreo também será reformado. A biblioteca da Câmara, que contém um dos maiores acervos sobre a história de São Paulo, vai ser transferida do segundo andar para o térreo, ao lado da entrada.
"Precisamos mostrar para as mais de 4 mil pessoas que entram todos os dias aqui o rico acervo da nossa biblioteca. E também dar um aspecto de movimentação para a Casa. Os vãos livres da entrada e o pé direito alto dão a impressão de que a Casa está meio vazia", argumentou o vereador Claudio Prado (PDT), segundo vice-presidente da Mesa Diretora.
Na biblioteca da Câmara, estão todas as atas das sessões realizadas pelos vereadores desde 1572. Em agosto, o Legislativo paulistano completa 451 anos. Na reforma, a maior intervenção será no Auditório Freitas Nobre, localizado também no térreo. Com novo piso e cobertura, o auditório vai estar apto para receber filmes e peças de teatro, segundo Prado. "A intenção é trazer a população para a Câmara. Teremos um dos melhores auditórios da cidade", diz o vereador.
Um museu sobre a história da Câmara, com um café anexo, também está no projeto. "Nossa intenção é começar a obra no início de agosto e terminá-la em dezembro, antes do final do ano", acrescenta Prado. "Com o novo auditório, também teremos um espaço melhor para conceder os títulos de cidadão paulistano. Hoje, essa cerimônia ocorre dentro do plenário onde ocorrem as sessões", diz. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


fonte:
http://www.parana-online.com.br/editoria/politica/news/543428/?noticia=CAMARA+DE+SP+TERA+NOVO+MUSEU+E+AUDITORIO