Listen to the text.

sábado, 30 de julho de 2011

A Oficina de Empreendedorismo Cultural: Concepção, Planejamento e Formatação de Projetos


Economia criativa é tema de debate na Oficina Cultural

Empreendedorismo cultural será outro assunto debatido; são disponibilizadas 50 vagas para cada curso


A Oficina Cultural Tarsila do Amaral, através da Secretaria de Estado da Cultura, promove nos meses de agosto e setembro cursos na área de empreendedorismo cultural e economia criativa.

Serão dois eventos que buscam ampliar o acesso à área de gestão cultural no interior do Estado, visando capacitar os participantes a elaborar projetos culturais e a dialogar com instituições públicas e privadas.

A Oficina de Empreendedorismo Cultural: Concepção, Planejamento e Formatação de Projetos, voltada para gestores e produtores culturais, será realizada dias 18 e 19 de agosto, das 9h às 12h e das 13h às 18h. São 50 vagas e as inscrições podem ser feitas até 17 de agosto.

O curso fornece subsídios para que os participantes possam atuar como gestores e produtores de cultura dentro do conceito de economia criativa e a atividade será coordenada pela Oscip Horizontes/Cade (Centro de Apoio ao Desenvolvimento e ao Empreendedorismo).

"A Oficina de Empreendedorismo Cultural é mais um passo do governo de São Paulo no apoio da produção cultural. Com essas aulas, os produtores ganham ferramentas para elaborar seus projetos e conhecer a realidade do mercado", afirma o secretário de Estado da Cultura, Andrea Matarazzo.

O workshop Economia Criativa e Cidades Criativas tem a finalidade de promover o entendimento do significado de economia criativa e cidades criativas e capacitar os participantes a dialogar com instituições públicas e privadas.

Voltado para gestores, produtores culturais e artistas, o curso será realizado dia 12 de setembro, das 10h às 13h e das 14h às 17h, e conta com 50 vagas para os interessados.

A palestra “Economia Criativa e Cidades Criativas acontece no mesmo dia, das 18h30 às 20h, e as inscrições para as 100 vagas disponíveis podem ser feitas até 12 de setembro.

A coordenação é da economista Ana Carla Fonseca, administradora pública pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, economista, mestre em administração e doutora em urbanismo pela Universidade de São Paulo. É assessora em economia criativa para a ONU (Organização das Nações Unidas).

“Pretendemos também contribuir para o desenvolvimento cultural, social e econômico de cada cidade e polo cultural e motivar o desenvolvimento de uma política local articulada”, explica o secretário.

Para a coordenadora da Oficina Cultural Tarsila do Amaral, Milena Deganuti de Mello, as oficinas e workshops propostos pela Secretaria de Estado da Cultura somam com as diversas atividades na área cultural já desenvolvidas pelas Oficinas Culturais e buscam mais uma vez ampliar o conhecimento na área dos nossos artistas e gestores.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pessoalmente na sede da Oficina Cultural Tarsila do Amaral, situada na avenida Sampaio Vidal, 245, no piso superior da Biblioteca. Mais informações podem ser obtidas no sitewww.oficinasculturais.org.br ou pelo telefone             (14) 3453-5660      



fonte:
http://www.redebomdia.com.br/noticias/viva/62020/economia+criativa+e+tema+de+debate+na+oficina+cultural