segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Arnold Schwarzenegger ganha museu na Áustria

Viena, 30 jul (EFE).- O ator e político austríaco Arnold Schwarzenegger conta a partir deste sábado com o primeiro museu do mundo dedicado a ele, um recinto de 200 metros quadrados situado na casa na qual nasceu e cresceu no vilarejo de Thal, na região da Estíria.
Embora o ex-governador da Califórnia não tenha comparecido à abertura do museu, no dia de seu aniversário, a agência "APA" indicou que Schwarzenegger participará em breve de uma inauguração mais formal do que a realizada neste sábado.
Os moradores de Thal bei Graz, o povoado que o viu nascer há 64 anos, compareceram curiosos para conhecer a instalação, estimulados pela entrada gratuita da ocasião. Para o resto do público, os ingressos terão um custo de cinco euros.
A casa foi restaurada para recuperar o aspecto que tinha quando Schwarzenegger vivia nela.
Os primeiros pesos com os quais treinou antes de se tornar "Mr. Universo", a mesa que usou como governador da Califórnia e uma réplica em tamanho real de seu personagem mais famoso, do filme "Exterminador do Futuro", são alguns dos mil objetos que podem ser vistos no museu.
Segundo a "APA", quando o ator comparecer à inauguração trará uma nova peça para o museu, uma escultura sua de bronze de três metros de altura em uma pose esportiva, que será colocada na entrada da casa.
Em declarações divulgadas pela emissora austríaca "ORF", Peter Urdl, ex-prefeito de Thal, colega de escola de Schwarzenegger e agora diretor do museu, explicou que a exposição se divide em quatro fases: infância, carreira como fisiculturista, como ator e vida política. EFE

fonte:

Evento de conteúdo sobre arte encerra o Contemporânea Art Paraty

A Igreja do Rosário, local escolhido como ponto central dos eventos do Contemporânea Art Paraty, reuniu debates especiais neste domingo, na cidade à beira-mar. Com a presença dos palestrantes Denise Mattar, Xico Chaves e Guilherme Bueno, a programação promoveu calorosos debates acerca das artes plásticas.
 O momento de maior emoção foi quando o homenageado da primeira edição do festival, Emanoel Araújo, falou da sua trajetória artística pessoal. O artista levantou questões como as dificuldades que encontrou na vida pública até chegar a curador de eventos e diretor de diversos museus, entre eles a Pinacoteca do Estado de São Paulo.  
 Artista e filósofa, Denise Mattar falou sobre arte e moda, destacando o histórico da estética feminina na sociedade contemporânea. Denise abordou a transformação do ideal de beleza feminino desde o pré-guerra até os tempos de Hollywood, com ênfase na sua relação com a arte, moda, publicidade e cinema.
Evento pegou de surpresa turistas que curtem os últimos momentos de férias
Evento pegou de surpresa turistas que curtem os últimos momentos de férias
 O evento contou com a participação do artista Xico Chaves, que falou sobre a artemoderna e contemporânea. Já o historiador e crítico de arte, Guilherme Bueno falou da sua experiência como diretor do Museu de Arte Contemporânea (MAC), em Niterói (RJ).
 Com a constante interação com o público, o evento lançou luz, de uma forma geral, sobre temas como o mercado da arte e as políticas culturais. Os palestrantes falaram também a respeito das dificuldades de ser artista e fazer arte e cultura no Brasil .
 O evento pegou de surpresa o turista que curte os últimos momentos de férias. Quem perdeu ainda tem chances de conferir: as exposições estão abertas ao público dentro dos ateliês até o próximo dia 21.



fonte: