quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Thesaurus de Objectos de Culto Católico - PT

Instituto dos Museus e da Conservação
Palácio Nacional da Ajuda
Lisboa
www.imc-ip.pt
-------------------------------------


No próximo dia 12 de Novembro, sábado às 15h00, decorre no Museu Grão Vasco a apresentação pública da obra Thesaurus de Objectos de Culto Católico pela Prof. Doutora Natália Correia Guedes.


-------------------------------------------------------------------------------
Exposições
-------------------------------------------------------------------------------
Rota do Românico do Vale do Sousa. Uma experiência fundada na História

Entre 8 de Novembro e 31 de Dezembro de 2011, visite no Museu D. Diogo de Sousa, em Braga, a exposição temporária Rota do Românico do Vale do Sousa. Uma experiência fundada na História. Entrada Livre 
Organização: Rota do Românico e Fundação A LORD 


-------------------------------------------------------------------------------
Cerâmica Contemporânea de António Vasconcelos Lapa

O Museu de Alberto Sampaio, em Guimarães, inaugura no próximo dia 11 de Novembro, sexta feira às 18h30, a exposição temporária Cerâmica Contemporânea de António Vasconcelos Lapa.
Patente até 12 de Fevereiro de 1012.


-------------------------------------------------------------------------------
Cuerpos de Dolor. A Imagem do Sagrado na Escultura Espanhola (1500-1750)

O Museu Nacional de Arte Antiga apresenta a partir de 15 de Novembro a exposição integrada na Mostra Espanha 2011 "Cuerpos de Dolor. A imagem do sagrado na escultura espanhola (1500-1750)". 
Esta exposição permite conhecer os séculos áureos da escultura espanhola, através de obras seleccionadas das colecções do Museo Nacional de Escultura (Valhadolid, Espanha), conhecido como o "Prado da Escultura". 
Patente até 25 de Março de 2012 


-------------------------------------------------------------------------------
Encontros / Palestras
-------------------------------------------------------------------------------
Seminário Reservas: Gestão e Conservação Preventiva

O Centro de Arqueologia Caetano de Mello Beirão, em Ourique, promove nos próximos dias 10 e 11 de Novembro, o seminário Reservas: Gestão e Conservação Preventiva, que visa a reflexão e o debate sobre o tema e os problemas que ele coloca, do ponto de vista técnico e do ponto de vista legal. Participação gratuita, mediante inscrição prévia.


-------------------------------------------------------------------------------
Uma Rede de Museus para o Norte: Interrogações e Caminhos

Em 2011, o Paço do Duques de Guimarães desenvolveu diversas acções com profissionais de museus, sobretudo da região Norte, que suscitaram a ideia da criação de uma estrutura regional de museus no Norte. 
Nesse âmbito, o último encontro deste ano terá lugar no próximo dia 14 de Novembro e será subordinado à temática "Uma Rede de Museus para o Norte: Interrogações e Caminhos".


-------------------------------------------------------------------------------
Seminário e Exposição no Palácio Nacional de Mafra

O Palácio Nacional de Mafra acolhe o Seminário Livros de Horas do Palácio Nacional de Mafra e a Cultura Artísticas do Século XV, entre 25 e 26 de Novembro.
Esta iniciativa é organizada pelo Instituto de Estudos Medievais Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa, conjuntamente com o Palácio Nacional de Mafra.
No dia 26 será também inaugurada a exposição "Os Livros de Horas Iluminados do Palácio Nacional de Mafra".


-------------------------------------------------------------------------------
Serviços Educativos
-------------------------------------------------------------------------------
Fim de semana para famílias na Casa-Museu

No 2º fim de semana de Novembro, descubra em família as actividades que a Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves tem para lhe oferecer.
Sábado, 12 de Nov. | 16h00 | "Surpresa em Pontas" 
Público-alvo: famílias com crianças dos 3 aos 5 anos
Domingo, 13 de Nov. | 11h00-12h00 | "As Cores do Corpo 2011/12. Atelier de Movimento"
Público-alvo: famílias com crianças dos 4 aos 6 anos 
Mediante marcação prévia. Mais informações nos cartazes em anexo.


-------------------------------------------------------------------------------
Lojas IMC
-------------------------------------------------------------------------------
Visite as lojas dos Museus e Palácios do IMC

As lojas dos museus e palácios proporcionam um outro olhar sobre as colecções, viabilizando a aquisição de réplicas de um número muito diversificado de peças, assim como produtos contemporâneos inspirados nos espaços e acervos museológicos.
Adquirir nas lojas dos museus peças que são criadas e produzidas com respeito pelos mais elevados padrões de qualidade, contribui para o conhecimento do nosso Património e para a valorização dos museus e palácios nacionais. 
Os produtos das lojas dos museus também podem ser adquiridos online, sendo entregues via CTT contra reembolso.

Instituto dos Museus e da Conservação
Telefone: 213 650 800 
Fax: 213 647 821
ddd@imc-ip.pt Palácio Nacional da Ajuda
Ala Sul - 4º Andar
1349 - 021 Lisboa
www.imc-ip.pt




Encontro de batuques

Em sua sexta edição, a Bienal Percussiva volta a reunir grupos e profissionais de diferentes Estados do Nordeste. O tema deste ano é voltado à cultura negra

Clique para Ampliar
De hoje até o próximo domingo, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura será tomado por uma batida diferente. Literalmente, graças à realização da Bienal Percussiva 2011 - VI Encontro Estadual de Percussão. Neste ano, o evento traz como tema "Mãe África, Pai Brasil - somos todos negros". O encontro promovido pela Caravana Cultural, com parceria do Grupo Clã dos Santos.

A ideia surgiu em 2001, quando aconteceu a primeira edição da Bienal. Idealizada pelo arte-educador e pesquisador Marcello Santos, constituiu um desdobramento natural das aulas e outras atividades sobre percussão desenvolvidas por ele em comunidades de Fortaleza.

O objetivo principal da Bienal é reunir e organizar os diversos grupos de percussionistas do Ceará e desenvolver o respeito às diferentes manifestações da cultura popular, por meio de intercâmbios com outros municípios e estados.

Neste ano, porém, a meta específica é mapear grupos percussivos existentes em Fortaleza e na região Metropolitana. "Há muitos grupos desconhecidos na cidade. Por isso, ao longo do evento faremos uma pesquisa com questionários distribuídos nas oficinas e shows, perguntando se as pessoas conhecem ou fazem parte de algum", explica uma das organizadoras do evento, Lorena Lyse. A partir daí, a equipe espera obter as bases para seu mapeamento. "Posteriormente, a ideia é expandi-lo para todo o Ceará", adianta Lorena.

Durante o dia, a programação da Bienal Percussiva é gratuita e inclui nove minicursos em percussão e o seminário "Batucando para a vida", que trata sobre a percussão no Nordeste.

"As oficinas são abertas a quaisquer interessados. Há a opção de fazer uma diferente a cada dia ou escolher apenas uma para os três dias", explica Lorena. Para ministrá-las, o evento convocou profissionais locais e de outros Estados - a exemplo de Cal do Abê, do maracatu Estrela Brilhante, de Recife (PE). Para se inscrever, deve-se enviar a solicitação e dados pessoais para bienalpercussivace@gmail.com.

No último dia do evento acontece ainda o lançamento do livro "Artefatos da Cultura Negra no Ceará", do professor Henrique Cunha, da Universidade Federal do Ceará.

À noite acontecem as apresentações de grupos musicais, como Afoxé Acabaca, Batuqueiros da Caravana, Camaleão do Vila, Bateria Surdo Bom, Seuzaroldo, Tambor das Marias, dentre outros. Os shows ocorrem no Anfiteatro do Dragão do Mar, com entrada de R$ 10 (inteira).

Homenagem
No Ano Internacional dos Afrodescendentes e no mês da igualdade racial, a Bienal adota o tema "Mãe África, Pai Brasil - somos todos negros" com o objetivo de fortalecer e reconhecer a contribuição da população africana e suas diversas manifestações artístico-culturais, em específico, na música e dança.

"A identidade brasileira está intrinsecamente ligada à herança dos povos africanos que durante o período da escravidão, em senzalas, mantiveram a cultura de seus povos, transmitido pela oralidade, promovendo as trocas de saberes e desencadeando o processo de formação religiosa e cultural da nação afro-brasileira", afirma o organizador do evento, Marcello Santos.

"Nesta edição fortaleceremos a participação das escolas, formadores educacionais e da periferia de Fortaleza, além de contribuir para a disseminação de uma cultura de paz", completa Santos.

Destaques
Dias 10, 11 e 12/11
Minicursos, das 14 às 16horas, na Arena Tambor - Dragão do Mar Toques de Maracatu (Cadú)
Ritmos de Candomblé da Nação Ketu (Lú dos Santos)
Afro dos terreiros para as ruas (Marcello Santos)
Criação Rítmica (Vanildo Franco)
Baque Virado (Cal do Abê)
Coco do Iguape (Clévia)
Sapateado (Valéria Pinheiro). Local: Teatro das Marias
Pandeiro (Fernando Amaral)
Berimbau (Mestre Ratto)

Dia 10/11
Shows (Anfiteatro Dragão do Mar) 
19 horas - Camaleão do Vila
20 horas - Sond´ Black
21 horas - Mr. Kapruk

Dia 13/11
Das 14 às 17horas, no Mini-auditório do Dragão do Mar
Seminário "Batucando pra vida"
Palestrante: Erwin Schrader / UFC,Descartes Gadelha e Marcello Santos Apresentação do grupo "Homens de Ketu"

Das 17h30 às 18h30
Lançamento do livro - "Artefatos da Cultura Negra", com o professor Henrique Cunha (UFC)

MAIS INFORMAÇÕES:
Bienal Percussiva 2011
De hoje até 13/11, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 - Praia de Iracema). Gratuito. Contato (85): 3488 8608




Grupo traz lendas da Amazônia para o Museu da Língua Portuguesa

A Amazônia, suas matas e tribos indígenas ficam bem longe de São Paulo. Mas quem mora na cidade vai poder conferir um pouquinho da realidade da região.


Grupo Redondilha, em apresentação sobre lendas da Amazônia
Grupo Redondilha, em apresentação sobre lendas da Amazônia


O Grupo Redondilha conta, no próximo sábado (12), lendas do norte do país. Entre elas, "A Lenda do Guaraná" e "A Vitória Régia". Com bonecos, instrumentos musicais e até objetos de animação típicos, o grupo vai apresentar um pouquinho da floresta amazônica.
Além disso, eles também trarão cantigas, adivinhas, trava-línguas e outros elementos do folclore. Tudo com muita música, é claro.
Quer saber como é "A Lenda do Guaraná"?
A LENDA DO GUARANÁ
Os índios Maués acreditavam que o bem-estar da tribo vinha de um curumim chamado Alupá. Ele era muito inteligente e, ter qualidades tão boas, despertou a inveja e o ódio de Jurupari, entidade do mal. Assim, ele tomou a forma de uma serpente e deu um bote certeiro no curumim.
Tupã então pediu para a tribo plantar os olhos do menino. Deles nasceria uma planta, cujos frutos trariam a felicidade de volta para a tribo. No lugar da plantação, surgiu um pé de Guaraná!
Quer saber mais lendas?
VALE CONFERIR
Contação de Histórias sobre o folclore e os mitos do Norte do Brasil
Quando: sábado (12), às 14h
Onde: Museu da Língua Portuguesa (Praça da Luz, s/nº; tel. 0/xx/11/3326-0775)
Quanto: grátis

fonte:

Exposição interativa de games chega a São Paulo

Evento foi criado no Reino Unido e chega ao Brasil pela primeira vez após rodar 10 países diferentes



(Crédito: Divulgação)
(Crédito: Divulgação)
Entrada custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)
Evento contará também com um ciclo de palestras e debates relacionados com a área de jogos

Começa nesta quinta-feira (10) a exposição “Game On”, que explora a cultura a história e o futuro dos jogos eletrônicos ao redor do mundo. A mostra, que deve ficar no Museu da Imagem e Som de São Paulo (MIS), contará com mais de 120 jogos para os visitantes experimentarem.


O evento foi criado no Reino Unido e chega ao Brasil pela primeira vez, após rodar por 10 países diferentes. A exposição está dividida em 11 seções que mostram jogos para adultos, para crianças, trilhas sonoras de jogos, história das revistas especializadas em game, entre outros assuntos relacionados.

Entre os jogos antigos expostos no museu estão o Pinball, o Space Wars, Computer Space e Pachinko. Na exposição há também um espaço dedicado aos videogames antigos, produzidos desde o ano de 1972.

O evento contará também com um ciclo de palestras e debates relacionados com a área de jogos. Os especialistas virão do Reino Unido e também de outras partes do Brasil para falar de temas comoroteirização, design, animação de personagens, trilha sonora e inteligência artificial.

O “Game On” deve permanecer no MIS até o dia 8 de janeiro de 2012. A entrada custa R$10 (inteira) e R$ 5 (meia). O museu fica na Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo. O horário da exposição é de Terça a sexta, das 12 às 20h; domingos, sábados e feriados, das 11 às 21h.



Museu traz palestra sobre mudanças da sociedade urbana

A próxima etapa do ciclo de palestras do Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa terá como tema principal as transformações da sociedade urbana nas ruas de São Paulo. O evento acontece nesta quinta-feira, das 14h às 16h. A entrada é gratuita.
A professora do Departamento de Sociologia da USP, Fraya Frehse, irá ministrar a palestra "Em busca da rua vividaem São Paulo entre o início do século XIX e o início do XX".
Fraya, que é doutora em antropologia social pela USP, escreveu o livro "Ô da Rua! O Transeunte e o Advento da Modernidade  em São Paulo", que trata das transformações no comportamento e na interação social dos pedestres no centro da capital paulista entre os anos de 1800 e 1910.
Serviço:
Palestra "Em busca da rua vivida em São Paulo entre o início do século XIX e o início do XX"
Data: quinta-feira, 10 de novembro, das 14h às 16h. Entrada gratuita.
Endereço: Auditório do Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa. Rua Senador Fláquer, 470, Centro.
Mais informações: +5511 4438-9111.

fonte:

Exposição de Leonardo da Vinci pode bater recordes de bilheteira (vídeo e fotogaleria) Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/exposicao-de-leonardo-da-vinci-pode-bater-recordes-de-bilheteira-video-e-fotogaleria=f686474#ixzz1dJnR8wRx

National Gallery de Londres acolhe uma exposição histórica de quadros de Leonardo da Vinci do final do século XV.



Está tudo a postos na National Gallery", em Londres, para a abertura de uma exposição sobre a obras de Leonardo da Vinci que, de acordo com os organizadores, é a coleção mais compreensiva de sempre do pintor italiano.

Intitulada "Leonardo da Vinci: Pintor na Corte de Milão" , a exposição foca-se no período de 18 anos, entre as décadas de 1480 e 1490, que o pintor passou ao serviço de Ludovico Maria Sforza, Duque de Milão, e onde criou algumas das suas obras mais famosas.
Das 20 pinturas de Leonardo da Vinci que se sabe terem sobrevivido até aos dias de hoje, a National Gallery reuniu nove para a exposição. Em declarações reproduzidas pelo "Financial Times", Luke Syson, curador da exposição, destaca a relevância da coleção.
"A exposição foca-se, pela primeira vez, em Leonardo da Vinci, o pintor, e, sendo assim, fizemos um esforço para conseguir juntar no mesmo espaço o maior número de obras de sempre de Da Vinci".

Ajuda da Rainha


A coleção foi resultado de um trabalho de cinco anos, que levou Luke Syson a negociações duras e complexas com responsáveis de museus em Itália, EUA, Rússia, França e Polónia.
Quadros tão famosos como "Virgem dos Rochedos", cujas duas versões vão estar juntas pela primeira vez na história (uma já estava na National Gallery, a outra encontra-se no Museu do Louvre, em Paris), "Dama com Arminho" ou "Salvator Mundi", que apenas recentemente foi identificado como sendo da autoria de Leonardo da Vinci, vão estar patentes na exposição. Uma reprodução em tamanho real do mural da Última Ceia também vai ser exibida.
Para além dos quadros, foram reunidos mais de 50 desenhos de Leonardo da Vinci, 30 dos quais cedidos pela Rainha Isabel II e cuja maioria nunca foi vista pelo público.
"O que temos aqui é uma viagem extraordinária, que acompanha Leonardo desde que este era um pintor que acreditava que a sua responsabilidade era recriar a natureza de forma tão fiel quanto possível, até um artista que acreditava que as suas capacidades eram comparáveis às de Deus", afirma Luke Syson. 

Exibição nos cinemas


Segundo os organizadores, as vendas adiantadas de bilhetes foram um sucesso nunca antes registado. Como tal, prevê-se que possam ser quebrados os recordes de bilheteira na National Gallery.
As horas de abertura do museu foram alargadas para acomodar o que se espera ser um aumento de visitas na ordem dos 20%. Quinhentos bilhetes vão ser reservados para serem vendidos diariamente.
Para levar a exposição de Leonardo da Vinci ao maior número de pessoas possível, um filme que detalha a coleção vai ser exibido em 40 salas espalhadas pelo Reino Unido.
A exposição termina a 5 de Fevereiro de 2012.
Veja as fotos e o vídeo da exposição "Leonardo da Vinci: Pintor na Corte de Milão":




Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/exposicao-de-leonardo-da-vinci-pode-bater-recordes-de-bilheteira-video-e-fotogaleria=f686474#ixzz1dJnfQsTz

Ilha Comprida recebe exposição sobre a fauna brasileira a partir de 22/11

Realizada pela Secretaria de Estado da Cultura (São Paulo), mostra tem como propósito conscientizar o público para a urgência da proteção aos animais; entrada é franca.
Ilha Comprida- A Secretaria de Estado da Cultura, por meio do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), leva a Ilha Comprida a exposição Fauna Brasileira – Beleza e Conservação. Com entrada gratuita, a mostra entra em cartaz a partir de 22 de novembro na praça do Boqueirão Norte. A itinerância é feita em parceria com a ACAM Portinari e a prefeitura municipal, por meio do Departamento de Cultura.
Apesar da presença recorrente desse tema na mídia, ainda é grande o desconhecimento e a relativa indiferença ao alarmante processo de extinção. “Exposições como esta mostram como a arte – neste caso, a fotografia – pode ser utilizada para conscientizar o público sobre temas importantes”, afirma o Secretário de Estado da Cultura, Andrea Matarazzo.
A exposição pretende mostrar, por meio do olhar de três importantes fotógrafos brasileiros – Haroldo Palo Jr., Luiz Claudio Marigo e Adriano Gambarini –, a importância da conservação da fauna silvestre e dos seus ecossistemas. Composta por ampliações de fotos e ilustrações, a mostra está dividida em três segmentos: Arte e Ciência, Fotografia e Fauna Brasileira e Ameaça e Preservação de Espécies.
Aberta à visitação 24h, até 21 de dezembro, a exposição faz parte das ações itinerantes do SISEM-SP que buscam levar a outros públicos, do interior e litoral, conteúdo artístico e cultural antes apenas encontrado na capital. Outras informações, pelo telefone (13) 3842-2124.
Serviço:
Exposição Fauna Brasileira – Beleza e Conservação
Período: de 22/11 a 21/12/2011
Local: Praça do Boqueirão Norte
Horário: 24h
Entrada: gratuita
Informações: (13) 3842-2124
Sistema Estadual de Museus
O SISEM-SP reúne e articula todos os museus do Estado em busca de promover o desenvolvimento e fortalecimento institucional. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria de Estado da Cultura (UPPM) e atualmente reúne cerca de 415 instituições, públicas e privadas, de 190 municípios. Entre as principais ações do SISEM, está a realização de exposições itinerantes e de estudos detalhados sobre cada museu e cidades onde estão localizados. O SISEM promove, ainda, programas de formação, capacitação e aperfeiçoamento técnico de profissionais, além de convênios entre os museus do Estado e instituições nacionais e internacionais, com o objetivo de aprimorar e valorizar as próprias instituições e seus acervos. Para saber mais acesse: www.cultura.sp.gov.br
ACAM Portinari
A Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari (ACAM Portinari) administra, em convênio com a Secretaria de Estado da Cultura, sete museus no interior de São Paulo pertencentes ao governo do Estado. Além do Museu Casa de Portinari, em Brodowski, a ACAM responde por instituições museológicas em Tupã e Campos do Jordão. A gestão compartilhada de museus atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Essas instituições parceiras, sem fins lucrativos, são chamadas Organizações Sociais. Elas foram criadas por lei em 1998. Para saber mais acesse www.acamportinari.org