Listen to the text.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

História oral e memória: O que é e como se faz


O curso será nos dias 05, 07e 09/dez, das 19h às 22h, em São Paulo
 
O curso “História oral e memória: O que é e como se faz” tem como propósito capacitar estudantes, professores, profissionais e quaisquer interessados para a realização de projetos de história oral. Para isso, oferece formação teórica e prática, apresentando desde os pressupostos e conceitos fundamentais desta prática como as diferentes técnicas e métodos passíveis de utilização.
 
Plenamente consagrada como um dos mais interessantes recursos para estudos sobre o tempo presente, a história oral surgiu em 1948 no Oral History Research Office da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos. Difundiu-se pelo mundo e, no Brasil, adquiriu características especiais que adaptaram este método à realidade do país.
 
Como método, a história oral demonstra o valor de toda e qualquer história: reconhece que cada indivíduo é protagonista dos acontecimentos sociais e que mesmo experiências particulares são derivadas de um cenário compartilhado, no qual ressoam. A coleta e reunião de histórias pessoais – que dão a ver a complexidade das experiências que formam a memória e a história coletiva – é um de seus propósitos.
 
Ao fim do curso, que não exige experiência prévia, os participantes terão reunido as ferramentas essenciais para a confecção de trabalhos de história oral e memória que podem ser aplicados a um sem-número de temas e campos.
 
Conteúdo
O que é
1.    Estudos de memória e a história da história oral no Brasil e no mundo
2.    Conceitos fundamentais para o trabalho com história oral
3.    A poética e a política da história oral
4.    História oral, história pública e autoridade compartilhada
Como se faz
1.    História oral, eletrônica, pesquisa e arquivos
O projeto de pesquisa e as modalidades de história oral
2.    A entrevista, seus recursos e cenários, técnicas e soluções
3.    Tratamento textual e literário das entrevistas
4.    Questões éticas e jurídicas na história oral
5.    Execução, tratamento, publicação de entrevistas
Serviço:
O que: Curso História oral e memória: O que é e como se faz
Quando: Dias 05,07 e 09/dez das 19h às 22h
Onde: Rua Baronesa de Itu, 639 – Higienópolis – SP (próx. ao metrô Marechal Deodoro)
Investimento: R$ 120,00 - inclui apostila e certificado
Inscrições/informações: historiaoralememoria@gmail.com
Organização/Realização:
Ricardo Santhiago. Graduado em Jornalismo, especialista em Jornalismo Científico, mestre e doutorando em História Social pela Universidade de São Paulo, onde prepara tese sobre a história oral no Brasil. É pesquisador do MusiMid - Centro de Estudos em Música e Mídia, do GEPHOM - Grupo de Estudo e Pesquisa em História Oral e Memória e do Núcleo de Estudos em História da Cultura Intelectual. Autor dos livros "Solistas Dissonantes: História (oral) de cantoras negras" e "Alaíde Costa: Minha vida é um desafio", entre outras publicações dentro e fora do Brasil. Atua predominantemente nas áreas de história oral, história intelectual, música e literatura no Brasil, comunicações, nas quais tem produção técnica, artística e bibliográfica.
Maria Nilda é Jornalista, consultora nas áreas de Comunicação & Gestão Sociocultural.Já prestou serviços para o Ministério do Meio Ambiente, ONG Saúde Sem Limites, FOIRN – Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro, coordenou a Oficina de Jornalismo Experimental da ONG Papel Jornal/SP. Foi, também, criadora e coordenadora do I Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental e do I Fórum Paulista de Jornalismo Ambiental realizados em São Paulo, entre outros.

APOIO: BibliASPA - Biblioteca e Centro de Pesquisa América do Sul - Países Árabes


--
Atenciosamente,
Maria Nilda  

fonte:
informações: historiaoralememoria@gmail.com

Museu do Piauí promove oficina Ação Educativa em Museus

Com inscrições abertas e gratuitas, a oficina será ministrada pela arte-educadora Bárbara Harduim

Dando continuidade ao Programa de Formação e Capacitação da Política Nacional de Museus coordenado pelo Ibram, será realizado no Museu do Piauí, no período de 6 a 8 de dezembro, a oficina Ação Educativa em Museus.
Com inscrições abertas e gratuitas, a oficina será ministrada pela arte-educadora Bárbara Harduim. Pedagoga técnica em assuntos educacionais e arte-educadora coordenadora do educativo do Museu de História e Artes do Estado do Rio de Janeiro/Funarj. De acordo com Bárbara, a educação é um processo abrangente de socialização e de desenvolvimento de cada ser humano.
Bárbara Harduim é ainda integrante do Comitê Gestor da Rede de Educadores em Museus e Centros Culturais (REM-RJ).
As inscrições podem ser feitas até o preenchimento das vagas (cerca de 50) e a oficina é uma realização do Governo do Estado em parceria com o Ibram, através da Fundac e do Museu do Piauí.

fonte:
http://180graus.com/geral/museu-do-piaui-promove-oficina-acao-educativa-em-museus-477098.html