quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Grupo de Estudos sobre Políticas de Acervo do Museu Victor Meirelles exibe filme Horas de Verão


O Grupo foi criado há cerca de um mês e as reuniões acontecem uma vez por semana com o intuito de debater temas correlatos, conhecer as práticas e as questões que giram em torno do assunto, uma disciplina cada vez mais presente nos museus em todo o mundo.

Cada encontro é debatido um ou mais textos sobre assuntos relacionados à Política de Acervos. O objetivo é ter maior consciência do que significa o termo, sua importância, seus objetivos, o modo como elaborar uma Política de Acervos e também as questões conceituais, históricas e técnicas concernentes ao seu desenvolvimento.

A proposta desta próxima reunião do Grupo é justamente dividir com a comunidade interessada o quem vem sendo debatido e estudado durante estas primeiras reuniões. Assim, surgiu a ideia da exibição de um filme e, após a sessão, abrir espaço para uma conversa sobre os acervos em geral, a museologia e a própria elaboração de uma Política de Acervos, suas exigibilidades e conceitos.

O filme foi especialmente escolhido por tratar do tema da forma cotidiana, ou seja, como de repente uma família tem de lidar com o acervo importante e valioso pertencente a um parente próximo.

Horas de Verão mostra dois irmãos e uma irmã de quarenta e poucos anos, cujas distintas trajetórias se chocam quando sua mãe — que preservava a obra de seu tio, o excepcional pintor do século XIX Paul Berthier — morre repentinamente. Os filhos são levados ao confronto de suas diferenças. Adrienne, uma bem sucedida designer em Nova York; Frédéric, economista e professor universitário em Paris; e Jérémie, um dinâmico empresário que vive na China, são apresentados às texturas e lembranças do final da infância, às memórias partilhadas, criando uma visão única do futuro.

A direção e o roteiro de Horas de Verão são de Olivier Assayas, mas o filme, lançado na França em 2008, foi muito bem recebido pela crítica também por sua excelente fotografia, a cargo de Eric Gautier. O resultado são realmente imagens nas quais as texturas nos remetem invariavelmente às telas das pinturas clássicas a óleo.


No elenco Juliette Binoche, Charles Berling e Jérémie Renier.
.[Exibição do filme Horas de Verão, do diretor Olivier Assayas, dia 08 de dezembro(quinta-feira), às 18h30m ,no Museu Victor Meirelles Rua Victor Meirelles, 59 – Centro – Florianópolis/SC.Entrada Gratuita.Tel.:             (48) 3222-0692

 fonte:
http://www.revistafator.com.br/ver_noticia.php?not=183886


obs.:
TALENTOS museu2009 já assitiram este filme...

X Semana Paulo Freire começa nesta quarta-feira (08) no Museu do Ceará


PDF
O Museu do Ceará realizará a partir desta quarta (07) até sexta-feira (09) a X Semana Paulo Freire,  com o tema "Paulo Freire- Olhares Multidisciplinares". O evento, que se inicia às 14h, será uma homenagem aos 90 anos de nascimento Paulo Freire.

Durante a programação os interessados poderão participar de exposições, palestras, oficinas e mesas redondas. No último dia do evento haverá o lançamento da 2ª edição dos livros agraciados com o Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel 2010 – Edição Patativa do Assaré (MINC): Lira Popular: o cordel do Juazeiro, Patativa do Assaré: pássaro liberto, Xilogravura: doze escritos na madeira (Autor: Gilmar de Carvalho) e Cordel: a voz do verso (Autora: Martine Kunz)

Programação

X SEMANA PAULO FREIRE Paulo Freire : olhares multidisciplinares

7 de dezembro.
14h. Abertura. Secult, Museu do Ceará e Grupo História em Movimento (UECE)

14H30mim. Releituras de Paulo Freire no museu. Palestrante: Régis Lope

16h. INTERVALO

16h30min. Palestra: Mártir Francisca de Aurora: santidade popular, memória e narrativa. Palestrante: Dellano Rios

17h30min. Exibição do documentário de curta-metragem Mártir Francisca: 50 anos, de Francisco Sousa.

18h. Lançamento do livro O povo fez sua santa, de Dellano Rios

8 de dezembro
10h. Memórias do núcleo educativo do Museu do Ceará.
Participantes: Ana Amélia Rodrigues, Marise Magalhães e Janaína Muniz

14h. Mesa redonda. Releituras de Paulo Freire no ensino.
Participantes: Ercília Maria Braga de Olinda e João Batista de Albuquerque Figueiredo

16h INTERVALO

16h30min. Palestra. Paulo Freire e o mundo do trabalho.
Palestrante: William Mello.

18h. Lançamento do livro Trabalhadores: novas perspectivas e comparações. Organização: William Mello.

9 de dezembro
9 ás 12 hs. Oficina de xilogravura. Ministrante: JoãoPedro do Juazeiro (25 vagas)

14h. Vídeo debate sobre Paulo Freire. Mediadoras: Fátima Leitão e Isaíde Bandeira

16h. INTERVALO

16h30min. Mesa redonda. Literatura de cordel e xilogravura: experiências de pesquisa. Participantes: Gilmar de Carvalho e Martine Kunz.

18h. Abertura da exposição. Memórias na madeira: xilogravuras cearenses.
Lançamento da 2ª edição dos livros agraciados com o Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel 2010 – Edição Patativa do Assaré (MINC): Lira Popular: o cordel do Juazeiro, Patativa do Assaré: pássaro liberto, Xilogravura: doze escritos na madeira (Autor: Gilmar de Carvalho) e Cordel: a voz
do verso (Autora: Martine Kunz). 20284

06.12.2011
Assessoria de Imprensa da Secult
Sonara Capaverde ( sonaracapaverde@gmail.com / 85 3101.6759)