quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

MinC e MEC levam projetos culturais às escolas

O Ministério da Cultura desenvolverá em 2012 vários projetos que promovem a interface entre cultura e educação. Todo esse trabalho faz parte da estratégia elaborada pelo MinC para cumprimento das metas do Plano Nacional de Cultura (PNC), que serão implementadas até o ano de 2020.


Ascom/MinC
O Acordo de Cooperação Técnica assinado entre os ministérios da Cultura (MinC) e da Educação (MEC), no final de 2011, com previsão de recursos da ordem de R$ 80 milhões, garante o desenvolvimento de seis ações entre as duas pastas, nas escolas públicas de ensino básico de todo o país.

Para o mês de março, por exemplo, está previsto o lançamento do edital Mais Cultura nas Escolas, programa que irá levar as experiências artísticas realizadas em Pontos de Cultura e Centros Culturais para dentro dos colégios públicos de nível básico. Também está previsto o lançamento, ainda no primeiro semestre deste ano, dos editais Agente de Leitura nas Escola; Cine Educação; Programa Nacional Biblioteca Escolar-Artes; Programa de Pesquisas nas Escolas, Mapeamento e Georreferenciamento;  e o Programa de Formação Continuada para Professores de Arte.

As ações

O Programa Mais Cultura nas Escolas vai selecionar duas mil propostas elaboradas em parceria entre as escolas e as instituições culturais, com o objetivo de aproximar experiências artísticas ao projeto pedagógico dos colégios. Cada projeto selecionado irá receber R$ 20 mil para desenvolver um plano de trabalho no período de um ano. O orçamento total para este edital é de R$ 40 milhões.

A ideia, segundo a diretora de Educação e Comunicação da Secretaria de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (SPC/MinC), Juana Nunes, é a de levar as escolas públicas a desenvolverem trabalhos conjuntos com estas instituições para a realização de projetos culturais. “São ações voltadas para a Educação que vão atuar como base para as políticas culturais, queremos transformar as escolas em um espaço de produção e circulação da cultura brasileira, potencializar a relação de ensino e aprendizagem e contribuir para a formação de público”, comentou a diretora. O  Mais Cultura nas Escolas receberá apoio do Programa Dinheiro Direto nas Escolas, do Ministério da Educação.

Agente de Leitura e demais ações

O edital Agente de Leitura nas Escolas tem previsão de lançamento para o mês de maio. É uma ação para ampliar o programa já em andamento no Ministério da Cultura, que agora passará a ter o foco centrado nas escolas públicas. Serão selecionados 4 mil agentes de leitura que vão trabalhar no desenvolvimento do hábito de ler entre crianças e jovens.

O projeto será inserido dentro das ações do programa Mais Educação, do MEC, que alcança 15 mil escolas públicas em todo o país. Os agentes de leitura vão atuar integrados aos projetos de incentivo à leitura, desenvolvidos pelos professores. Para este edital estão previstos R$ 28,8 milhões a serem distribuídos em 4 mil bolsas de R$ 400,00, para um período de 10 meses, além de custear a formação de profissionais e a elaboração do material didático.

O programa Cine Educação, desenvolvido pela Cinemateca Brasileira, instituição vinculada à Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, será fortalecido com um aporte de recursos de R$ 8 milhões. É uma ação que visa à capacitação de professores da rede pública e a disponibilização do acervo cinematográfico nacional de títulos da Programadora Brasil. A entrega dos kits audiovisuais está prevista para abril deste ano e prevê a distribuição de 100 filmes nacionais, acompanhados de um caderno pedagógico, com informações sobre cada título. O processo de formação dos professores está agendado para os meses de abril e maio.

O projeto Pesquisa nas Escolas, Mapeamento e Georreferenciamento irá realizar um levantamento sobre as iniciativas que promovam a interface entre Cultura e Educação. É uma ação que contribui para a aproximação das políticas públicas de Cultura com as escolas e para o diálogo sobre os processos educativos regionais. Será destinado R$ 1,7 milhão para esta iniciativa que deverá abranger o universo de 15 mil escolas de ensino básico, nas cinco regiões do país. A ação deverá ser desenvolvida ao longo do ano de 2012.

O Programa Nacional Biblioteca Escolar do MEC receberá um acervo de obras de arte, que inclui livros, filmes, discografia, mídias e artes digitais. O material será destinado para democratizar o acesso de alunos e professores à Cultura, em todas as escolas públicas do país. A ação envolverá curadoria especializada para a definição do acervo, envolvendo MinC e MEC, professores e artistas.

O programa de Formação Continuada para Professores de Arte é uma ação em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), e visa à capacitação do corpo docente das escolas públicas, no ensino de Artes, com ênfases na diversidade da cultura brasileira. A previsão inicial é a formação de 1,5 mil professores e ainda não há orçamento fechado para esta atividade.

Metas do PNC

As metas do PNC para o segmento Cultura/Educação estão voltadas para o atendimento a alunos e professores das escolas públicas de ensino básico, numa primeira etapa. Na sequência serão voltadas para o ensino técnico na área das Artes e para a educação de nível superior. Foram embasadas nos seis ações estratégicas, acima listadas, para a elaboração de políticas públicas:

100% das escolas públicas de educação básica com a disciplina de Arte no
currículo escolar regular com ênfase em cultura brasileira, linguagens artísticas e patrimônio cultural; 
20 mil professores de Arte de escolas públicas com formação continuada; 
100 mil escolas públicas de educação básica desenvolvendo permanentemente atividades de Arte e Cultura;

Aumento em 150% de cursos técnicos, habilitados pelo Ministério da
Educação (MEC), no campo da Arte e Cultura com proporcional aumento de vagas; 
Aumento em 200% de vagas de graduação e pós-graduação nas áreas do conhecimento relacionadas às linguagens artísticas, patrimônio cultural e demais áreas da cultura, com aumento proporcional do número de bolsas;
20 mil trabalhadores da cultura com saberes reconhecidos e certificados pelo
Ministério da Educação (MEC);

Aumento em 100% no total de pessoas qualificadas anualmente em cursos,
oficinas, fóruns e seminários com conteúdo de gestão cultural, linguagens artísticas, patrimônio cultural e demais áreas da cultura;

Aumento em 100% no total de pessoas beneficiadas anualmente por ações
de fomento à pesquisa, formação, produção e difusão do conhecimento.




Fonte: Patrícia Saldanha, Ascom/MinC

Fomento aos Museus


Divulgado o resultado de recursos de quatro editais do Programa desenvolvido pelo Ibram
O Instituto Brasileiro de Museus, vinculado ao Ministério da Cultura (Ibram/MinC), divulgou nesta sexta-feira, 10, o resultado da análise de recursos de quatro editais do Programa de Fomento aos Museus Ibram/2011. Os recursos são referentes ao Prêmio Pontos de Memória, Edital Mais Museus, Edital Modernização de Museus e Prêmio Modernização de Museus – Microprojetos.
O Edital Prêmio Pontos de Memória busca reconhecer iniciativas de práticas museais e de processos dedicados à memória social que se identifiquem com a perspectiva da museologia social, da diversidade sociocultural e da sustentabilidade. Foram premiadas 45 iniciativas no Brasil e três iniciativas no exterior.
Já o Edital Mais Museus, em sua 5ª edição, é voltado para municípios com menos de 50 mil habitantes e que não possuem instituição museal. Em 2011, foram 17 propostas selecionadas para conveniamento. O Edital e o Prêmio Modernização de Museus fomentam projetos voltados à cultura, memória e patrimônio com foco na modernização dos espaços museais. O primeiro selecionou 22 iniciativas para conveniamento e o segundo premiou 31 iniciativas de todo o país.
O Programa de Fomento aos Museus consiste em prêmios e projetos relacionados à construção e modernização de museus, ao incentivo a artistas contemporâneos, à divulgação do tema museu em diversas mídias e ao apoio a iniciativas e experiências de memória social desenvolvidas por comunidades e grupos populares. Em 2011, o programa lançou dez editais e destinou, no total, mais de R$ 16 milhões em recursos financeiros.
(Fonte: Ascom/Ibram)

Sorocaba aguarda Museu do Carro Antigo

Em breve, Sorocaba poderá contar com uma sede definitiva para a instalação do Museu do Carro Antigo. Ontem, representantes do Carrasqueiro Clube estiveram com o prefeito Vitor Lippi e a deputada estadual Maria Lúcia Amary no sexto andar do Paço Municipal.

Eles vieram solicitar a intervenção do Poder Público na doação da área que abrigava o antigo depósito de laranja, no Além Ponte, para a criação do museu.

De fato, Lippi fez esse pedido diretamente ao governador Geraldo Alckmin no ano passado e, por conta do trâmite burocrático, o processo ainda aguarda um desfecho.

No encontro, o prefeito explicou a situação ao presidente do Carrasqueiro, Rubens Albiero, e disse que vai retomar a questão junto ao governo de São Paulo, com a ajuda da representante sorocabana na Assembleia Legislativa.

Maria Lúcia assegurou que vai verificar o processo de doação da área junto à Casa Civil de Alckmin para, em seguida, solicitar a elaboração de decreto de concessão do prédio para à Prefeitura.

Segundo Vitor Lippi, a ideia é que o Estado repasse a área para o município e este, por sua vez, fará a doação para instalação do Museu. Conforme o prefeito, Sorocaba é referência em termos de carros antigos e desponta como uma das principais cidades do Estado nessa área.

Informação de Rubens Albiero dão conta que existem mais de 350 carros antigos na cidade, muitos da década de 20. "Só no Carrasqueiro, temos cerca de 120 exemplares que passaram pelas mãos de grandes nomes da política e da indústria nacionais", contou.

Nos próximos dias, tanto Lippi quanto a deputada Maria Lúcia Amary deverão dar uma posição efetiva acerca do processo de transferência da área para Sorocaba.

fonte:

Timbalada faz ensaio no Museu du Ritmo de Salvador

O grupo Timbalada realizou nesta terça-feira (14) ensaio aberto para o público no Museu du Ritmo, em Salvador, Bahia. Com bom número de espectadores, os soteropolitanos agitaram liderados pelo vocalista Denny Silva, em espetáculo com direção artística de Carlinhos Brown.

O vocalista Denny Silva levantou o público no ensaio realizado nesta terça-feira. Foto: Rodrigo dos Anjos/AgNews
O vocalista Denny Silva levantou o público no ensaio realizado nesta terça-feira




O ensaio desta terça, o último antes do Carnaval, estava inicialmente marcado para a última sexta (10). No entanto, a greve da Polícia Militar no Estado impediu sua realização por temores da organização em relação à falta de segurança.
A participação de Zezé Di Camargo, inicialmente anunciada pela Timbalada, foi cancelada com a mudança por conta de conflitos de agenda.

fonte:

Criaticidaes, entrevistas e cursos

Caros amigos e colegas,
Nosso ano criativo começou de vento em popa. O projeto Criaticidades foi lançado no dia 09/02, precedido de um debate delicioso com Caio Carvalho, Fernando Martins, Graça Cabral e Mauro Munhoz. Voltado a catalisar novos olhares sobre nossas cidades e promover seu desenvolvimento de dentro para fora, Criaticidades é uma realização da Umana e da Garimpo de Soluções, em parceria com o Santander. Os cinco documentários que constituem a primeira http://vimeo.com/36809196   que junto com outros materiais está disponível no site www.criaticidades.com.br
Cidades criativas e economia criativa também têm despertado atenção crescente da mídia econômica. Dentre as entrevistas televisivas das últimas semanas, destacam-se a realizada pela "Isto É Dinheiro" (http://vimeo.com/36315037) e pelo "Salomão Dois Pontos", de Salomão Schvartzman (http://vimeo.com/36009287).
Para os interessados em cursos, o CEMEC realizará, nas noites de 19 a 23/03, um curso sobre cidades criativas (http://www.redecemec.com/curso/cidades-criativas). Já no dia 26/03 teremos o lançamento do livro "Cidades Criativas, Soluções Inventivas - o papel da Copa, das Olimpíadas e dos museus internacionais". Essas e outras novidades também podem ser seguidas pela página da Garimpo de Soluções no Facebook (www.facebook.com/garimpodesolucoes)
Até março!
Abs,
Carla Carla Fonseca