quarta-feira, 7 de março de 2012

No roteiro de conhecimento e lazer, estão:

Maison Escola de Arte
promove mais uma viagem cultural
 Destino: São Paulo
Seguindo a nova tendência do mercado de turismo, a Maison Escola de Arte, uma das mais tradicionais escolas de arte de Minas Gerais, investe cada dia mais nas viagens culturais, nas quais monumentos, museus, exposições e eventos artísticos são os grandes atrativos dos roteiros. 
 
Além da viagem ao Leste Europeu, que será realizada em abril, e que tem como guias os artistas plásticos Yara Tupynambá, especializada em arte clássica e renascentista, e Glauco Moraes, profundo conhecedor da arte contemporânea, a escola de arte mineira promoverá mais um roteiro turístico cultural. 
 
Em parceria com a agência Z9 Viagens e Turismo, a Maison Escola de Arte promove no dia 23 de março uma viagem para a cidade de São Paulo. No roteiro de conhecimento e lazer, estão: Pinacoteca, Museu da Língua Portuguesa, Museu AFRO, Museu MAM e visita ao acervo do MASP. Os participantes ainda irão assistir ao musical “Priscilla: A Rainha do Deserto”. 
 
No pacote estão incluídos: passagem ida/volta; traslados e transporte para o aeroporto, hotel e atrações; hospedagem; ingressos do musical e museus.

As próximas novidades do projeto preveem instalação de novos museus em Goiana, Salgueiro e Bom Conselho até junho.

São José do Egito ganha Museu de Ciência

O projeto Ciência por Toda Parte acaba de chegar a São José do Egito. Na próxima sexta-feira (09), será inaugurado o Museu de Ciência do município, no Centro de Inclusão Digital. A estreia acontece com uma exposição temporária denominada "Jogos e Estratégias". No espaço, haverá ainda 20 equipamentos lúdicos e interativos para despertar o interesse dos visitantes sobre tecnologia.


fonte:
http://www.pernambuco.com/ultimas/nota.asp?materia=20120306143737&assunto=72&onde=VidaUrbana

Projeto Música no Museu festeja 15 anos

RIO - Há 15 anos, o violonista Turibio Santos apostou num projeto que nascia bem pequeno: o Música no Museu (MM). Com o intuito de dar espaço para jovens músicos, além de promover concertos de grandes nomes da música clássica, a iniciativa fez das salas de museus da cidade seus palcos. Assim como tocou os primeiros acordes do MM em 1997, Turibio - que este ano comemora 50 anos de carreira - é o primeiro instrumentista a tocar na série de concertos especiais de 15 anos do projeto, que se inicia hoje, às 12h30m, no Teatro do Sesi - dia em que o violonista completa 69 anos.
- É de fato um concerto muito especial - comemora Turibio. - Quando o Sergio >ita<(da Costa e Silva, diretor do MM) falou do projeto, quis dar uma força, porque é muito importante este espaço para jovens talentos que, muitas vezes, não têm onde tocar. É uma ideia brilhante que nunca esmoreceu.
A participação de Turibio nos 15 anos do Música no Museu não tem apenas a ver com sua história com o projeto. Para celebrar o aniversário do evento, Sergio da Costa e Silva fez uma enquete com os frequentadores assíduos, para saber quais os dez concertos mais marcantes a que assistiram desde 1997. Segundo ele, de um mailing de cerca de cem mil pessoas, seis mil responderam. Os mais votados entraram na série especial que acontece ao longo do ano, sempre no Teatro do Sesi.
- Dentre os mais votados, escolhi pianistas, sopros, cordas, voz e música antiga, para ter variedade. Se seguisse à risca a ordem, só teria piano - diz Costa e Silva.
Além de Turibio, estão na série os pianistas João Carlos Assis Brasil, Artur Moreira Lima e Francis Hime; os violonistas Yamandu Costa e Fabio Zanon; o cravista Roberto de Regina; a Orquestra Brasileira de Harpas; a cantora Ithamara Koorax; e a dupla Mauro Senise (sax) e Gilson Peranzetta (piano). As apresentações ainda não têm data definida.
O pianista Nelson Freire entra como hors-concours. Seu recital será no dia 30 de junho, no Teatro Municipal de São João Del Rey, em Minas Gerais. O lugar foi escolhido por ter sido o teatro em que o artista fez seu primeiro concerto público há 50 anos, aos 6 anos.
A perseverança do Música no Museu, que começou com concertos semanais no Museu Nacional de Belas Artes e há quatro anos faz apresentações diárias, em todo o país (em museus, teatros, palácios e igrejas), chama a atenção num momento em que a cidade permanece sem seus tradicionais palcos para a música clássica. Com o fechamento do Teatro Municipal até maio, a Sala Cecília Meireles fechada para reforma e a Cidade das Artes sem data de inauguração, o projeto de Costa e Silva se mantém firme dentro de sua proposta e espaço.

fonte:

Programação do Dia Internacional da Mulher em Olinda

Nesta quinta-feira (08/03), Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura Municipal de Olinda traz uma programação especial para a população. Trata-se da abertura da exposição "Um olhar militante", da artista plástica Edíria Carneiro no salão nobre da Prefeitura, com intervenção poética de "Vozes Femininas".
Edíria, nascida na Bahia e falecia em dezembro passado na cidade de São Paulo, tem trabalhos expostos no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), Museu de Arte Moderna de Skoplje (Yogoslávia), Museo Del Grabado (Argentina) e Cabinet DESTAMPES de La Bibliothèque Nacional (Paris).
No quesito premiação, recebeu a medalha de bronze no Salão Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro (1948), a medalha de ouro no Salão do Trabalho do SESC-SP (1968) e Menção Honrosa no III Salão Paulista de Arte Contemporânea de São Paulo (1971). Suas exposições correram os quatro cantos do Brasil, além de Estados Unidos da América, França, Cuba, Espanha, Taiwan.
Além disso, depois das 20h, haverá apresentação pelas ruas do Sítio Histórico de Olinda do grupo percussivo Conxitas, formado exclusivamente por mulheres.

Serviço
Data: 08/03
Horário: 19h - Abertura da exposição de Edíria Carneiro

             19h30 - Grupo poético “Vozes Feminina”

             20h - Conxitas, concentração em frente à prefeitura


fonte: