Listen to the text.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Projeto Conexões IBRAM começa nesta quarta no Museu de Arte da Bahia

A partir deste mês, o Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM/MinC) percorrerá os estados discutindo novas políticas, instrumentos de gestão e estratégias de financiamento para os museus brasileiros no projeto Conexões IBRAM. Entre os dias 21 e 23 de março, a Bahia sediará o primeiro evento do projeto, que será promovido pelo Instituto em parceria com a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC), unidade da Secretaria de Cultura do Estado.
A ação acontece no Museu de Arte da Bahia (21 e 22.03) e no Palácio da Aclamação (23.03) e tem como objetivo construir uma agenda comum de trabalho e conectar as políticas do IBRAM com as necessidades dos museus baianos. O evento contará com a presença do presidente do instituto, José do Nascimento Junior, e do secretário de Cultura do Estado, Albino Rubim, que assinarão um termo de cooperação para o desenvolvimento de ações conjuntas que contribuam para o fortalecimento, difusão, fomento e o incentivo do setor museológico na Bahia, a exemplo do lançamento de editais.



Projeto Legado Cultural para o setor museal – megaeventos esportivos, que visa consolidar a temática dos museus na agenda de investimentos do país para a realização da Copa de 2014, é um dos destaques da pauta do evento. Os participantes também terão a oportunidade de discutir temas estruturantes para o setor museal como estratégias de fomento e financiamento, estatuto de museus, patrimônio em risco, pontos de memória e construção de rede de informações museais. Os estados podem ainda sugerir outros tópicos de acordo com suas necessidades específicas, como foi o caso da Bahia, que incluiu a discussão sobre o Programa de Qualificação do IBRAM. Interessados devem acessar o blog dimusbahia.wordpress.com, preencher a ficha de inscrição e encaminhá-la para o e-mail sistema.dimus@gmail.com até 19 de março. Estão sendo oferecidas 150 vagas.
Até o momento, 13 estados estão com eventos confirmados para este ano. Após a Bahia, recebem o projeto o Rio Grande do Norte (18 a 20.04), o Ceará (23 a 25.04) e o Espírito Santo (26 a 28.04).
Entre os temas propostos para as reuniões, estão:
  • Legado Cultural para o setor museal – megaeventos esportivos: o projeto tem como objetivo pactuar uma agenda de investimento para o setor museal com foco na Copa do Mundo de Futebol de 2014. Trata-se de uma oportunidade de vincular a estratégia de investimento do setor museal ao esforço de investimento do país para a realização dos megaeventos esportivos, reconhecendo o papel estratégico da temática cultural e do potencial dos museus para atuar em prol da diversidade cultural. Será realizada uma oficina que visa estimular a constituição de uma carteira de projetos prioritários do setor museal, sua integração com o setor de turismo e o comprometimento das três esferas da federação na mobilização de recursos para a implantação de projetos prioritários.
  • Programa Pontos de Memória: são iniciativas desenvolvidas por diversos grupos sociais, pautadas na gestão participativa e vínculo comunitário. Por meio da articulação com o estado e municípios, pretende-se ampliar o mapeamento de experiências no país, promover a articulação em rede e a realização de oficinas de qualificação. Em 2011, o Prêmio Pontos de Memória – que consiste em reconhecer e premiar iniciativas de práticas museais dedicados à memória social –, identificou cerca de 170 iniciativas de museologia social em todo o Brasil, inclusive no exterior.
  • Estatuto de Museus e os Novos Instrumentos de Gestão: tendo em vista que a lei entrará em vigor para todos os museus em 2014, o IBRAM, em parceria com o estado, pretende auxiliar o setor no processo de adaptação, entendimento dos dispositivos legais e esclarecimentos sobre os instrumentos que propiciarão a correta aplicação do Estatuto de Museus (Lei nº 11.904/2009).
  • Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM) e a participação do estado: será uma oportunidade para relembrar o percurso de elaboração do PNSM, os movimentos que contribuíram para sua criação, o caráter participativo do seu processo de construção, da estrutura do PNSM, bem como a importância do papel do estado para a sua implantação. Será destacado o esforço empreendido pelo setor museal na Bahia, com foco nos instrumentos de gestão: Política Estadual de Museus, Instituto Baiano de Museus e sistema estadual de museus.
  • Estratégias de Fomento e Financiamento aos Museus: serão apresentadas as ações de fomento e financiamento desenvolvidas pelo IBRAM que tem por objetivo incentivar e assegurar às instituições museais de todo o país o acesso aos recursos públicos para a promoção e a valorização do patrimônio cultural musealizado no alcance das diretrizes da Política Nacional de Museus, além de assuntos como Incentivos Fiscais no âmbito Federal – Lei Rouanet; Emendas Parlamentares e Editais Públicos de Convênios e Prêmios do Programa IBRAM de Fomento aos Museus. Será apresentado também o projeto do Instituto para Criação dos Núcleos de Atendimentos que, em parceria com o estado e municípios, pretende desenvolver ações de assessoramento para a melhoria na qualidade das propostas submetidas aos editais, visando otimizar os resultados alcançados pela região.
  • Plano de Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado: reúne um conjunto de normas e procedimentos necessários à melhora da capacidade de gestão e de resposta dos museus brasileiros no que se refere à ocorrência de situações que ameacem a preservação e a segurança dos seus acervos. O Plano prevê, além de instruções gerais de como os museus devem se preparar para as situações de risco mais comuns, a criação de uma Força-tarefa no IBRAM, que contará com a presença de especialistas do próprio Instituto e convidados, para coordenar as ações de planejamento e salvamento, de um Programa Nacional de Voluntariado, para estimular e mobilizar a sociedade no que se refere especificamente ao salvamento das coleções na ocorrência de catástrofes, e um canal direto com os museus para os momentos de emergência.
Confira abaixo a programação completa do evento:
Serviço:
O que: Projeto Conexões IBRAM
Onde: Museu de Arte da Bahia (Av. Sete de setembro, 2340, Corredor da Vitória) e Palácio da Aclamação (Av. Sete de Setembro, 1330, Campo Grande)
Quando: 21 a 23 de março
Inscrições: até 19 de março, pelo blog dimusbahia.wordpress.com
Realização: DIMUS/IPAC e IBRAM

Conselho Internacional de Museus lança concurso de fotografia

Para comemorar o 35º aniversário do Dia Internacional de Museus (18 de maio), o Conselho Internacional de Museus (ICOM) promove o concurso de fotografias “Eu e meu museu”. Os participantes devem tirar uma foto junto ao seu museu favorito, sozinhos ou em grupo, com a marca do concurso aparecendo, e enviá-la ao ICOM até 22 de abril.

O Museu Imperial/Ibram/MinC participa dessa campanha e, a partir da próxima sexta-feira, 16 de março, irá disponibilizar a marca do concurso em sua fachada para que os visitantes possam utilizá-la em suas fotos. Serão distribuídos ainda folhetos explicativos que também conterão a marca.

As fotografias devem ser enviadas ao ICOM através do e-mail imd@icom.museum, de acordo com o regulamento do concurso, que pode ser encontrado no sitehttp://network.icom.museum/imd2012/ (em inglês).

Junto com a imagem (que precisa estar em formato Jpeg e tamanho entre 1 e 2MB), devem ser enviados os seguintes dados em inglês, francês ou espanhol: nome, sexo, nacionalidade e data de nascimento de todos os presentes na foto; e-mail de contato e endereço de um responsável; nome do museu, cidade e país onde a foto foi tirada.

Entre os critérios para escolha dos vencedores, estão a criatividade e o entusiasmo dos participantes, além do respeito às normas do museu em questão no momento de fotografar. Os vencedores receberão kits-surpresa contendo brindes de museus de todo o mundo.

fonte: