Listen to the text.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Cláudia Leitão, do Ministério da Cultura fala sobre Culturalização da economia

Voltando à série de vídeos do Projeto Criaticidades, trazemos nesta semana o depoimento da secretária de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Cláudia Leitão.
Ela explica que a imensa diversidade cultural do Brasil é um ativo único no planeta e deve ser utilizada como insumo positivo para nossa economia, distribuição de renda e qualidade de vida.

Fala ainda sobre a necessidade de fusão entre sociedade do conhecimento, cultura e tecnologia e sobre o papel de interlocução do MinC com os outros ministérios.

 video 2:29min
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=9Oocd3umrzY

Museu Nacional promove exibições de filmes e roda de debates sobre temas sociais


Quando o filme Notícias de uma guerra particular chegou as salas de cinema em 1999, logo inflamou debates sobre o descaso e a violência presentes nas favelas do Rio de Janeiro. E mais, o longa colocou uma lupa sobre o tráfico de drogas na capital carioca e mostrou que as relações presentes no crime organizado são bem mais complexas do que se pensava.

Inspirados pela temática, os professores Evandro Piza Duarte e Cristina Maria Zackseski organizaram o livro digital
Criminologia & cinema: Perspectivas sobre o controle social no qual diversos especialistas fazem um análise sobre racismo, segregação social, milícias urbanas e violência policial a partir dos filmes. Com um capítulo reservado para análise crítica sobre cada produção, o e-book aborda de maneira crítica os problemas sociais presentes no país. E para aproximar o debate do público em geral, o Programa de Educação Tutorial (PET) ao lado do projeto Cine CAL organizado pela Casa da Cultura da América Latina, ambos da UnB, promove de segunda (28/5) até quinta (31/5), no Museu Nacional da República, a mostra de cinema Repressão, prisão e violência. “Esse é um projeto de iniciativa do PET, coordenado pelo professor Alexandre Bernardino, o evento tem a intenção de fazer com que a sociedade debata sobre temas como a violência”, explica Rômul Juracy, organizador do CineCAL.

E o longa que abre as discussões é
Mississipi em chamas, de Alan Parker. Na trama, os agentes do FBI Rupert Anderson (Gene Hackman) e Alan Ward (Willem Dafoe) investigam a morte de três militantes dos direitos civis em uma pequena cidade do Mississipi, onde a segregação divide a população em brancos e negros e a violência é uma tônica constante. Após os filmes, Alexandre Bernardino, Zulu Araújo e Dora Lúcia Bertúlio debatem sobre racismo e intolerância racial. 


 
 
 O drama Mississipi em chamas abre a programaçã do CineCAL desta semana


Já na terça, é a vez do polêmico Notícias de uma guerra particular. Dirigido por João Moreira Salles, o documentário aborda a visão de bandidos, moradores e policiais a respeito do tráfico de drogas na cidade do Rio de Janeiro. Zulu Araújo, Alexandre Bernardino Costa e Cristina Maria Zackseski realizam debate após a exibição.

A temática do aborto ganha espaço no evento com a exibição do drama inglês
O segredo de Vera Drake. Na fita de Mike Leigh, a recatada Vera Drake (Imelda Staunton) mora com o marido Stan (Philip Davis) e os filhos, Sid (Daniel Mays) e Ethel (Alex Kelly). Eles não são ricos, mas formam uma família feliz e unida. Vera trabalha como faxineira e Stan é mecânico na oficina do irmão. Porém, o que a família não sabe é que Vera mantém uma atividade paralela: sem aceitar pagamento, ajuda jovens mulheres a abortar. Quando uma dessas garotas precisa seguir para o hospital, a polícia começa uma investigação que faz o mundo de Vera desabar. Alexandre Bernardino Costa e Carmen Hein de Campos debatem sobre o tema.

E no encerramento, o trio Katsuhiro Otomo, Koji Morimoto e Tensai Okamura, comanda a película
Memories. Dividido em três subhistórias, batizadas de Magnetic rose, Stink bomb e Cannon fodder, o filme conta a história de dois viajantes espaciais, um jovem químico que produz uma arma biológica e também mostra o dia de uma cidade que tem como único propósito disparar canhões em inimigos desconhecidos. O professor Evandro Piza Duarte coordena debate ao final do filme.

Todos os filmes são de graça e serão exibidos às 19h30. As produções não são recomendadas para menores de 16 anos.



Serviço
Anúncios Google
Filmes Online Grátis www.Crackle.com.br/Filmes_Online
Chegou Crackle: Rede Online que Oferece Filmes Grátis Online. Veja!
Colchões Kenko Patto-S.P. www.colchoeskenkopatto.com.br
Preços Promocionais ! Solicite Visita (11) 2653-9225.
Produção de Documentários EscolaSaoPaulo.Org
Palestra Produção Para Cinema Documentários, Com Lilian Santiago.
 
fonte:
http://divirta-se.correioweb.com.br/materias.htm?materia=14614&secao=Programe-se&data=20120528

Mostra de filmes experimentais ocorre no Museu Oscar Niemeyer

O Museu Oscar Niemeyer (MON) recebe o Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba, mostra de filmes experimentais com uma seleção ampla de filmes independentes de todo o mundo. O MON é um dos espaços onde o evento será realizado e recebe nove filmes da mostra, que acontece durante sete dias, de 29 de maio a 4 de junho, em vários espaços culturais.

O objetivo do festival é promover reflexões sobre o cinema e formar novos olhares, por meio de um destaque dado a curtas e longas metragens pouco comuns nas salas de cinema brasileiras. Além disso, a proposta é extrapolar os limites da tela convencional com cinema experimental, videoarte e novas mídias. A diretora do Museu Oscar Niemeyer Estela Sandrini ressalta que a liberdade de linguagem é sempre uma proposta do museu.

A exposição no MON tem o tema Masculino/Feminino. Além da exibição de filmes, o festival terá debates, oficinas e seminários voltados ao público.
ServiçoOlhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba
Abertura: 31 de maio, às 19h (entrada franca).
Período de exposição: 1º de junho a 1º de julho de 2012.
Horário: 10h às 18h, terça-feira a domingo.
Ingresso: R$4 e R$2 (meia-entrada para professores e estudantes com identificação).
Classificação indicativa: 18 anos
Filmes: Buraco Negro, de Cinthia Marcelle e Tiago Mata Machado, Elegia, de Bárbara Felice e Tamíris Spinelli, Imprescindíveis, de Carlosmagno Rodrigues, Nuvem, de Avrore, O Amor em um Ato, de Arthur Tuoto, Sangre, de Cris Ventura, Trópico de Capricórnio, de Kika Nicolela, Unpixelated: One, de Anders Weberg, e Waning, de Gina Haraszti.
Museu Oscar Niemeyer
Rua Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico Curitiba - PR
Informações: 41 3350-4400



fonte:
http://www.paranashop.com.br/colunas/colunas_n.php?op=lazer&id=244571

Bienal de curitiba ganha prêmio da associação de críticos de arte

A Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba recebeu o Prêmio Destaque ABCA 2011 da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA). A solenidade de premiação aconteceu no dia 22 de maio, no Teatro do SESC da Vila Mariana, na cidade de São Paulo. O diretor geral da Bienal de Curitiba, Luiz Ernesto Meyer Pereira, recebeu o prêmio representando a comissão organizadora da Bienal.

A ABCA premia anualmente os destaques entre críticos, artistas, pesquisadores, curadores, personalidades que apoiam as artes, exposições, publicações e instituições atuantes no cenário nacional. A Bienal de Curitiba foi premiada pelas ações de sua 6ª edição, com o título Além da Crise, que ocorreu em Curitiba e teve algumas atividades levadas às cidades de Florianópolis (SC), Londrina (PR), Cascavel (PR), Belo Horizonte (MG), Macapá (AP), Fortaleza (CE) e Brasília (DF).

Presenciaram a solenidade os homenageados, a diretoria da ABCA, o Secretário de Estado da Cultura de São Paulo, diretores de museus, críticos de arte, jornalistas e personalidades da área cultural vindas de diversas regiões do país.

A 6ª Bienal de Curitiba aconteceu entre os dias 18 de setembro e 20 de novembro e reuniu obras de mais de 80 artistas de países dos cinco continentes. A programação geral da Bienal de Curitiba incluiu projeto educativo, palestras, mesas-redondas, cursos, oficinas, mostra de filmes, exposições, performances e interferências urbanas, ocupando 67 espaços da cidade.

Obras de importantes artistas participantes da Bienal de Curitba foram apresentadas em espaços administrados pela Fundação Cultural de Curitiba, entre eles estão: o Museu da Gravura, a Casa Hoffmann, o Museu da Fotografia, o Espaço de Arte Urbana / Galeria Júlio Moreira, a Ópera de Arame e a Cinemateca de Curitiba. Além dos espaços da Fundação Cultural de Curitiba, a Bienal de Curitiba foi realizada em outros 62 lugares da cidade

A 6ª Bienal de Curitiba foi realizada pelo Instituto Paranaense de Arte em parceria com a Universidade Federal do Paraná, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e contou com o patrocínio da Eletrobras, BNDES, Tiisa, Instituto Votorantim, Petrobras, Volvo, Correios, Compagas – através do programa Conta Cultura da Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Paraná, apoio da Fundação Cultural de Curitiba/ Prefeitura Municipal de Curitiba e Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Paraná.


Fonte: Prefeitura de Curitiba

Sistema Estadual de Museus inaugura portal eletrônico no 4º Encontro Paulista de Museus

Além do lançamento da ferramenta, haverá eleições dos representantes regionais do Sistema


Nos dias 13, 14 e 15 de junho, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) e da Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari (ACAM Portinari), realiza o 4º Encontro Paulista de Museus no Auditório Simon Bolívar do Memorial da América Latina, em São Paulo. Na ocasião, o SISEM-SP irá lançar seu portal eletrônico, que reunirá informações sobre os museus paulistas e as atividades viabilizadas pelo Sistema.

Além das informações sobre as atividades e as notícias sobre a área museológica, a página também pretende aproximar o contato de profissionais, dirigentes, estudantes e interessados na área. Os internautas podem criar um perfil no site, por meio de um login e senha, em que terão acesso a sala de bate papo e os fóruns, além de poder inserir informações na Agenda Museus SP.

Ainda no Encontro, que é o maior evento da área no Estado de São Paulo, serão eleitos os novos representantes regionais para o mandato de 2012-2014 e os membros do Conselho de Orientação do SISEM-SP. Os profissionais serão responsáveis por estabelecer um canal com a Secretaria de Estado da Cultura, buscando articular, levantar informações e demandas da área museológica, principalmente no interior, de forma mais efetiva.

O Encontro Paulista de Museus é gratuito e aberto a profissionais e dirigentes interessados no tema: técnicos, gestores, autoridades municipais, estaduais e federais, pesquisadores e estudantes. Os interessados devem realizar inscrição prévia no site www.encontropaulistademuseus.com.br  A programação completa também está no site, com informações sobre hotéis e meios de transporte.

Serviço:
Período: de 13 a 15/6/2012
Local: Auditório Simon Bolívar, no Memorial da América Latina, em São Paulo (av. Auro Soares de Moura Andrade, nº 664, Barra Funda)

Informações: (11) 2627-8111
Núcleo da Notícia Comunicação Corporativa:
Tel. (16) 3237-7367/68
Dayane Malta – (16) 9233-3014
dayanemalta@nucleodanoticia.com.br
Juliana Dias – (16) 9233-1823
julianadias@nucleodanoticia.com.br
André Luís Rezende – (16) 8142-4299
andreluisrezende@nucleodanoticia.com.br
www.nucleodanoticia.com.br
Secretaria de Estado da Cultura:
Renata Beltrão – (11) 2627-8164
rmbeltrao@sp.gov.br
Giulianna Correia – (11) 2627-8243
gcorreia@sp.gov.br

O Museu de Arte de Santa Maria está com as inscrições abertas até o dia 22 de junho para o 2° Salão de Design de Superfície

O Museu de Arte de Santa Maria está com as inscrições abertas até o dia 22 de junho para o 2° Salão de Design de Superfície de Santa Maria. Poderão participar estudantes e profissionais das seguintes áreas: Design/Desenho Industrial, Artes Visuais, Moda, Arquitetura e outras áreas afins.

As categorias contempladas são:
Design de Superfície têxtil-
Tapetes, tapeçaria, rendas, tecelagem, malhas, tecidos planos, jacquard, vestuário masculino, feminino e infantil, acessórios, decoração, têxtil industrial.
 
Design de Superfície sobre papel- papel (papelaria, papel de parede, laminados)
 
Design de Superfície cerâmico- Cerâmica de revestimento (piso e parede), cerâmica utilitária, vidro, porcelana, cerâmica vermelha, tijolos (tijoletas), mosaico, pré-moldados.
 
Design sobre outras superfícies- couro, metal, madeira, laminados (piso e parede), pedra (mármore e granito), bambu, cortiça, acrílico, laminas plásticas (linóleo, paviflex), vinil, imitações de diversos materiais, cobertura de fachada (base de epóxi), emborrachados, acessórios, entre outros.
Todos os protótipos selecionados participarão de uma mostra no Museu de Arte de Santa Maria no período de 08 de agosto a 28 de agosto, sendo que no dia da abertura haverá a divulgação dos premiados. Os protótipos premiados farão parte do acervo do Museu de Arte de Santa Maria.
 
fonte:
http://museudeartedesantamaria.blogspot.com.br/