Listen to the text.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Museu de Moscou homenageia Liudmila Gurtchenko


Instituição será transformada no apartamento da atriz




O Museu de Moscou receberá, a partir de quarta-feira, 20, a exposição “O Mundo da Liudmila Gurtchenko”. A mostra exibirá pertences pessoais, cartazes, fotografias e relíquias familiares, que ajudarão a contar a história de vida da atriz. No evento serão expostos os móveis, a coleção de vidro, acessórios e perfumes favoritos da estrela. Temporariamente, a instituição será transformada no apartamento da artista.
O público conhecerá, também, um vestido costurado pela própria Gurchenko e modelos feitos especialmente para ela por grandes estilistas russos, como Viatcheslav Zaytsev e Valentin Yudashkin. Um destaque especial será dado ao filme “A Noite de Carnaval”, que transformou a estudante do Instituto Estatal de Cinema da Rússia (VGIK) em uma atriz famosa. Liudmila Gurtchenko nasceu em 12 de novembro de 1932, em Kharkov, na Ucrânia. Em 1958 terminou o VGIK e nos anos 1964-66 virou atriz de um dos teatros mais populares de Moscou, o lendário Sovremennik. Entre 1966 e 1969, fez parte da Associação Estatal de Concertos, Goscontsert, que contabiliza mais de 50 anos de sucesso em organização de grandes projetos nacionais e internacionais, como diversos festivais, concursos e shows, além de conferências, simpósios e eventos culturais e políticos que marcam datas importantes e acontecimentos históricos.
No total, Liudimila Gurtchenko atuou em mais de 90 filmes, entre eles “Uma estação para Dois”, “A Mulher Amada do Mecânico Gavrílov”, “Amor e Pombos” e “A Noite de Carnaval”, que fez a atriz conquistar os corações do público. A atriz faleceu em 30 de março de 2011, com 76 anos.

fonte:

Museu Picasso descobre obra por trás de pintura do artista




Bernardo Laniado-Romero, diretor do Museu Picasso, em Barcelona, disse que em breve o público poderá conferir uma pintura encontrada sob o quadro "Retrato de la Madre del Artista", de 1896.

"O retrato foi grudado a uma cartolina que, com o tempo, foi criando ondulações daninhas para a pintura", afirmou Laniado-Romero.

"Durante anos se pensou que uma intervenção seria muito perigosa, mas graças ao trabalho de [Reyes] Jiménez [do departamento de restauração], devolvemos ao retrato seu estado original e descobrimos uma nova peça."

As duas obras serão expostas no museu em setembro.

AP
O pintor espanhol Pablo Picasso, aqui visto em ateliê de cerâmica francês, em 1948
O pintor espanhol Pablo Picasso, aqui visto em ateliê de cerâmica francês, em 1948


fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/1106660-museu-picasso-descobre-obra-por-tras-de-pintura-do-artista.shtml

Inauguração Museu de Salgueiro



Mais um museu de ciência em Pernambuco
Depois de São José do Egito, em março, chegou a vez de Salgueiro inaugurar seu museu de ciência dentro do projeto “Ciência por toda parte”, coordenado pelo Espaço Ciência. A inauguração aconteceu ontem (14/06), na unidade de “Ciência e Tecnologia” da UPE.
Os visitantes poderão ver no novo museu de ciência de Salgueiro a exposição Água Rara que aborda assuntos como a raridade da água pura, manejo sustentável da água nas áreas semiáridas, importância do tratamento de efluentes e o uso racional da água em casa, no campo e na indústria, entre outros. O museu também conta em seu acervo com diversos jogos matemáticos e uma exposição sobre Charles Darwin.
A criação de museus de ciência no interior do Estado faz parte do Projeto “Ciência por toda parte”, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE), coordenado pelo Espaço Ciência. Já foram inaugurados museus nas cidades de Surubim, João Alfredo, Flores e São José do Egito. Devem ser inaugurados mais dois museus de ciência no Estado ainda em 2012.
Juntamente com o Espaço Ciência de Recife, Museu de Ciência do Estado, criado em 1994, e o Espaço Ciência e Cultura da UNIVASF, em Petrolina, inaugurado em 2006, os novos museus participarão da REMUCIPE, Rede dos Museus de Ciência de Pernambuco.
 Mais Informações
(81) 3183-5528

fonte:

Museu Ultragaz faz exposição na Casa da Cultura

Museu Itinerante Ultragaz chega a Teresina com a exposição Reciclagem na Arte na Casa da Cultura

O Museu Itinerante Ultragaz chega a Teresina com a exposição Reciclagem na Arte, aberta à visitação de 19 a 22 de junho, das 8 às 18h, na Casa da Cultura. Sob curadoria de Jacob Klintowitz, a exposição tem o objetivo de despertar a reflexão sobre a valorização da vida e do desenvolvimento sociocultural das comunidades, além de chamar atenção para a necessidade da preservação ambiental e do desenvolvimento sustentável.
São 40 reproduções de obras de arte de 12 importantes artistas brasileiros, que apresentam múltiplos aspectos sobre a reciclagem. Cada um a seu estilo, os artistas celebram a vida e a necessidade de cuidar do presente e do legado às futuras gerações, a partir da transformação de materiais que pareciam sem valor no contexto das obras de arte.
O Museu Itinerante Ultragaz passará por 12 cidades de nove Estados, levando arte e cultura a crianças e adolescentes de escolas e instituições públicas. Os visitantes poderão participar ainda do concurso cultural Reciclagem na Arte, que tem o objetivo de estimular a produção de obras dos próprios alunos e realizar exposições nas escolas. Para inscrever os trabalhos, basta acessar o site: www.museuitineranteultragaz.com.br.
Reconhecida por suas ações na área de Sustentabilidade, a Ultragaz, realiza o projeto pelo segundo ano consecutivo. E, ao completar 75 anos em 2012, celebra uma história marcada pela proximidade com as comunidades onde atua, com inovação, pioneirismo e excelência na prestação de serviços. Para Daniela Gentil, Gerente de Sustentabilidade, investir em arte e cultura faz parte do DNA da companhia, que está sempre preocupada em “contribuir com o desenvolvimento socioeconômico das comunidades, investindo em projetos educativos, culturais e de preservação ambiental, com foco na sustentabilidade do negócio”.
A Casa da Cultura é mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, e fica localizada na Praça Conselheiro Saraiva, no centro da cidade. O espaço oferece várias oficinas de dança, música, pintura, fotografia, dentre outras artes, todas gratuitas e para todos os públicos.


fonte:

Pelé participa de reunião com investidores do 'Museu Pelé'

Obra no Centro de Santos ainda necessita arrecadar R$ 10 milhões. Expectativa é de que o museu fique pronto ainda este ano.


O rei do futebol, Pelé, participou de uma reunião nesta segunda-feira (18) sobre o andamento das obras do Museu Pelé, que está em construção no Centro Histórico de Santos, no litoral de São Paulo. O local vai reunir todo o acervo histórico do jogador.
O encontro contou com a participação de investidores da região e do prefeito de Santos, João Paulo Tavares Papa. Segundo o prefeito, a obra ainda necessita de R$ 10 milhões em investimentos para ser concluída. Na reunião foram apresentados aos atuais colaboradores o andamento da construção e a necessidade de busca por mais investidores.
O museu é a realização de um sonho antigo do Rei do Futebol. "Estamos trabalhando há algum tempo para concretizar o meu sonho. Vamos deixar os registros para as novas gerações. Nós temos grandes homens no Brasil, mas nem todos terão um registro como este", conta.
Segundo o prefeito, a obra deve ser concluída ainda neste ano. "Nossa expectativa é que o museu fique pronto até dezembro. Além do acervo do Pelé, temos muita tecnologia para mostrar aos turistas do mundo todo. Contaremos com três blocos, sendo o bloco principal com o acervo do Pelé. O segundo bloco será uma área para serviços, como praça de alimentação, e o terceiro espaço receberá exposições de diversos tipos, no âmbito cultural e do esporte", afirma o prefeito Papa.
Já Pelé ressalta o prazer de fazer parte do projeto. "Minha satisfação de fazer parte deste time, de ter um museu para dar continuidade a tudo isto, é muito grande. Fazer parte da revitalização do bairro do Valongo é muito importante para a cidade de Santos, que é conhecida internacionalmente por vários fatores, mas também por causa do Santos Futebol Clube, que rodou o mundo levando o nome da cidade", afirma Pelé.

fonte:

Novo museu interativo leva ciência ao interior paulista


O objetivo é simples: ser um espaço de educação e convivência da população com temas de ciências, tecnologia e arte, aproximando a ciência de algo lúdico. O museu foi inaugurado privilegiando a Física, com 129 experimentos divididos em fluídos, mecânica, som, ótica, eletricidade e magnetismo. No entanto, a proposta não deve parar por aí - explica o professor e coordenador da instituição, Paulo Milanez. “A opção da física foi para a abertura. Agora, existe uma proposta de incluir as outras áreas, como: química, biologia, zoologia, astronomia, matemática, botânica e demais ciências”, disse. 

A nova instituição se junta ao Centro de Divulgação Científica e Cultura, criado na década de 1980 para dar acesso aos meios e resultados da produção científica e cultural da USP. Como os cursos da universidade são voltados exclusivamente para Ciências Exatas, o Museu da Ciência Prof. Mário Tolentino deve suprir tal ausência de outras áreas. Como exemplo, na última sexta-feira, 15 de junho, foi inaugurada a exposição “PaleoBrasil - Na Trilha dos Dinossauros”, que reúne fósseis de organismos vegetais e animais na região central do Estado de São Paulo.

Milanez explica que todo o projeto, que custou R$ 840 mil dos cofres municipal e federal, é voltado para a interação. “Isso faz com que possamos levar a ciência de forma simples a todos os cidadãos; e a melhor forma para isso é através de interatividade, desmistificando que a ciência acontece apenas em laboratórios ou que seja algo sempre incompreensível”, conta o coordenador.

Monitores ficam o tempo todo junto com os grupos de visitantes, explicando e ensinando conceitos científicos. Segundo levantamento feito em 2009 pela Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciência são menos de duzentos os espaços voltados para ciência no país – sendo que a maioria concentrados nas capitais do Sudeste e Sul. 

Um comitê gestor, formado por pesquisadores da USP e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), além de membros de entidades científicas e sociedade, é responsável pela gestão e escolha das exposições.

O Museu da Ciência Prof. Mário Tolentino funciona de terça a sexta das 8h00 às 17h30 na Praça Coronel Sales, centro de São Carlos (SP). O telefone para informações e agendamento de visitas é o (16) 3307-6903.