quarta-feira, 4 de julho de 2012

Museu Histórico de Santa Catarina recebe palestra sobre o ensino da arte e as novas tecnologias



Publicado em 03/07/2012 às 16:45:51
O Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa, espaço administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) no Centro de Florianópolis, recebe no dia 11 de julho de 2012, às 15h, a palestra da professora Lucia Gouvêa Pimentel, da Escola da Belas Artes da Universidade Federal de Minas Geral (UFMG). Na ocasião, a professora irá falar sobre o ensino da arte voltado para as novas tecnologias de informação e comunicação e as identidades. A entrada é gratuita.

Os temas da palestra são recorrentes na formação dos professores de Arte, em uma sociedade que se destaca pela sua diversidade identitária e cultural e que utiliza as tecnologias contemporâneas em distintos espaços sociais. A palestra é promovida pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).

Serviço:
O que:
 Palestra sobre Ensino de Arte voltado para as novas Tecnologias de Informação e Comunicação e as Identidades

Onde: Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa (Praça XV de novembro - Centro - Florianópolis)

Quando: 11/07/2012, às 15h
Informações: (48) 3028-8090 / 3028-8091
Entrada gratuita

Museu de Fauna da Caatinga é inaugurado em Petrolina (PE)


Com investimentos de mais de R$ 900 mil, o Ministério da Integração Nacional inaugurou na última sexta-feira (29) o Museu de Fauna da Caatinga, no Campus de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Petrolina (PE). A unidade faz parte do Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna) e tem como objetivo abrigar as coleções científicas de animais resgatados na área de abrangência do Projeto de Integração do Rio São Francisco e de outras localidades.

O museu conta com sala de geoprocessamento responsável por concentrar dados resultantes das atividades de resgate e monitoramento dos diversos grupos de animais encontrados. O objetivo é realizar o mapeamento das espécies nas áreas afetadas direta e indiretamente pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco. O espaço promoverá também ações de educação ambiental e de cidadania voltadas para as comunidades de ensino, nacionais e estrangeiras, e para a sociedade em geral.

Cemafauna - O Cemafauna pode ser considerado o centro de triagem mais avançado em tecnologia e infraestrutura do Brasil. O Ministério da Integração Nacional investiu cerca de R$ 2,8 milhões para a construção do centro. Em pouco mais de dois anos de execução, conseguiu resgatar mais de 10 mil animais, que após realização de estudos e reabilitação, são reconduzidos ao seu habitat natural. 

Mais informações em www.integracao.gov.br

Honra e Criatividade em Museus. Hardy conquista prêmio internacional com logo do Inhotim



A agência mineira Hardy Design conquistou o segundo lugar na edição do Prêmio Internacional de Design e Comunicação (IDCA) 2012, no projeto Honra e Criatividade em Museus.

A Hardy foi indicada para a categoria “The Best Logo”, pelo logotipo do Inhotim, situado em Brumadinho, Minas Gerais. A premiação foi recebida por Mariana Hardy, diretora de criação da agência, no dia 28 de junho, na sede da Christies's, no Rockefeller Center, em Nova York. Além disso, os projetos ganhadores foram apresentados no Metropolitan Art Museum, no dia 29.

Para Mariana Hardy, diretora de criação da agência, a premiação é fruto de um reconhecimento do design brasileiro no mercado internacional. “A indicação ao short list já foi uma grande vitória, mas conquistar o segundo lugar com a logo de um museu que é reconhecido internacionalmente, nos mostra que estamos no caminho certo. Foi uma honra estar ao lado de grandes agências e de instituições como o Moma e o Guggenheim”, destaca.

Em 2005, a agência foi contratada para desenvolver a nova identidade do Instituto, que incluía criação do novo logotipo, material institucional impresso, sistema de sinalização, website e uniformes. Segundo Mariana, o desafio era trabalhar o rebranding da instituição que, na época, ainda era conhecida por Centro de Arte Contemporânea de Inhotim – CACI, consolidando um espaço museológico e botânico de dimensões e acervo totalmente impensáveis no Brasil e, talvez, no mundo.

Decidiu-se apostar numa marca tipográfica com desenho exclusivo, trabalhando o nome “Inhotim”, uma palavra de sonoridade estranha e quase impronunciável em outras línguas, mas com muita personalidade e conectada com a história local. Em 2010, após a instituição já ser reconhecida como um destino turístico a marca foi revitalizada pela própria agência, que desenvolveu uma versão mais simplificada e direta.

“O objetivo era criar uma marca que marcasse a nova etapa do Instituto, que estava pronto para se abrir ao público em geral e refletisse seu caráter dinâmico, contemporâneo e, ao mesmo tempo, atemporal. Partiu-se para uma linguagem tipográfica que, através do uso de uma máscara vazada e do efeito da sombra em movimento, gerou uma série de composições que se referem ao conceito de transformação”, conta Mariana Hardy.

O resultado deste trabalho já foi publicado como estudo de caso no livro “Logo Design” Vol. 3, 2011, da editora alemã Taschen e também teve destaque no livro “Logo Design” Vol. 2, 2009. A revista americana de design PRINT publicou a papelaria, impressa em Ecopack, na edição especial “Business Graphic Review”, em 2007.

Os prêmios IDCA, criados em 2007, visam avaliar a comunicação, o design e as estratégias de branding dentro das artes e da esfera museu, além de incentivar as organizações de arte a encontrar maneiras originais e criativas de se comunicar.

Ficha Técnica do Projeto

Direção de Criação Mariana Hardy e Direção de Atendimento e Operações Cynthia Massote Designers André Coelho, Ana Luiza Gomes, Laura Barbi Arte-final Lucas Souza Atendimento Fabiana Bessa Produção Gráfica Helga Junqueira Aprovação Raquel Bernardes e Jochen Volz.

fonte:
http://www.portaldapropaganda.com.br/portal/propaganda/30844-hardy-conquista-premio-internacional-com-logo-do-inhotim

Encontro Paulista de Museus contou com mais de 1.100 inscritos em São Paulo

CULTURA – Evento discutiu assuntos pertinentes à área museológica e elegeu novos representantes regionais e membros do Conselho de Orientação do SISEM-SP.







O 4ª Encontro Paulista de Museus (EPM), realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, por meio do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) e da ACAM Portinari, contou com mais de 1.100 inscritos que se reuniram no Auditório Simón Bolivar, no Memorial da América Latina em São Paulo, de 13 a 15 de junho. No evento, que é o maior da área museológica do Estado, foram discutidas questões sobre planejamento estratégico em museus, parcerias entre as instituições e sociedade civil, além de ações inclusivas.

No primeiro dia (13), o secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araujo, anunciou o lançamento de dois editais do Programa de Ação Cultural (ProAC) específicos para a área de museus. É a primeira vez que o programa de incentivo à cultura do Governo de São Paulo lança seleções focadas na preservação e difusão de acervos museológicos. Ao todo, serão R$ 550 mil distribuídos entre oito projetos.

Desde a abertura do evento, o público pôde votar nos dois novos membros do Conselho de Orientação do SISEM-SP, foram eleitos Djalma Penha, da região administrativa de São José dos Campos e Claudia Maria Basseto Jesuíno, de Sorocaba. No dia 14 de junho, também foram eleitos os 30 novos representantes regionais do  Sistema, para o mandato 2012-2014.

Para palestras, conferências e mesas-redondas, o Encontro reuniu nomes de destaque no cenário nacional e internacional, entre eles Jorge Melguizo, diretor da Cátedra Medellín-Barcelona, na Colômbia, Sofía Bernis, diretora do Museu Nacional de Artes Decorativas e presidente do Icom Espanha, e Guilherme Bueno, diretor do MAC Niterói (RJ).

A edição ainda disponibilizou visitas e oficinas técnicas em 12 instituições culturais da capital, entre elas Pinacoteca, Palácio dos Bandeirantes, Museu da Casa Brasileira, Museu da Imagem e do Som, Museu de Arte Contemporânea da USP e Centro Cultural São Paulo.


fonte:
http://www.atribunaregional.com.br/index.php?pg=exibir_noticia&id_noticia=11693