Listen to the text.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Cebimar realiza visitas monitoradas ao seu acervo e à praia



A visita é uma oportunidade de conhecer o Centro e aprender um pouco mais sobre o oceano, seus animais e plantas
Grupo de estudantes da cidade de Ribeirão Preto na praia do Segredo, em visita monitorada realizada em 2011
Neste mês de julho, mesmo quem não está em férias tem um bom motivo para ir ao litoral paulista, mais precisamente na cidade de São Sebastião, onde está localizado o Centro de Biologia Marinha (Cebimar) – um Instituto especializado da USP – que programou horários em vários dias deste mês para receber visitantes interessados em conhecer o Centro e aprender um pouco mais sobre o oceano, seus animais e plantas.
Estas visitas monitoradas são gratuitas e realizadas somente de segunda à sexta-feira, exceto feriados, normalmente às 9h ou às 14h, com duração média de 2 horas, e compreendem uma excursão à praia e observação de animais vivos expostos em tanques. Os visitantes recebem informações sobre os organismos e os ecossistemas em que vivem, podendo inclusive tocar em alguns deles.
O número mínimo de participantes para a realização das visitas é de 10 pessoas. Turmas com mais de 20 pessoas podem ser divididas em grupos e a visitação ocorre no mesmo dia, mas em horários diferentes para cada grupo. As atividades oferecidas durante as visitas são destinadas a todos os públicos, sem limite de idade.
Para participar das atividades, os interessados devem se inscrever nas visitas agendadas (clique aqui para ver as datas e realizar inscrição). Ou, se formar um grupo podem solicitar o agendamento de uma visita, preenchendo o formulário disponível neste link. O atendimento de agendamento de grupos, será confirmado após a averiguação de disponibilidade de data e horário.
O Cebimar está localizado na Rodovia Manoel Hypólito do Rego, km 131,5 – Praia do Cabelo Gordo, São Sebastião.
Mais informações pelos telefones: (12) 3862- 8433 / 8434 com Luciano Abel e (12) 3862-8401 com Simone Galante; ou pelos e-mails: ldsa@usp.br e academicacbm@usp.br
Budião, Peixe-papagaio é uma das imagens que estão no Cifonauta
Visita virtual
Mas, mesmo quem não puder fazer uma visita pessoalmente ao Cebimar, tem a possibilidade de conhecer e explorar um pouco da biodiversidade marinha através do banco de imagens criado pelos pesquisadores deste Centro, Cifonauta, que contém uma grande variedade de fotos e vídeos provenientes de atividades científicas em biologia marinha. As imagens possuem classificação taxonômica, estágio de vida, habitat e outras informações que permitem navegar de maneira intuitiva e didática.
(Foto: Divulgação do Cebimar)

fonte:

Associação cultural vai digitalizar acervo histórico de Sinop



A Associação dos Produtores de Cultuais de Mato Grosso inicia, em breve, a digitalização do acervo histórico do Museu de Sinop, também conhecido como Casa da Cultura. O edital de resultado da licitação publicado, hoje, apontou ela como vencedora do certame lançado na segunda quinzena de junho. Os alvos do trabalho são 897 fotos, 123 documentos, 185 livros, 129 jornais, 34 utensílios e outros itens. A administração municipal deve investir R$ 36 mil no projeto.

Conforme Só Notícias já informou, o recurso foi confirmado em dezembro do ano passado, a partir da seleção feita pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), ligado ao Ministério da Cultura. O valor faz parte do prêmio Modernização de Museus - Microprojetos, que distribui montantes diferenciados, conforme cada proposta apresentada. O projeto sinopense foi o único selecionado do Estado.

O objetivo do prêmio consiste em construir e modernizar museus, além de incentivar artistas e trabalhos, fomentando a cultura. Ao todo, o governo federal disponibilizou R$ 16 milhões para dez editais diferentes.


Fonte: Só Notícias/Weverton Correa

Peças do Maracanã são doadas a museu inglês de futebol


Museu Nacional do Futebol, recém inaugurado em Manchester, recebe parte da arquibancada do "Maior do Mundo" e ainda terá cadeiras, refletor e auto-falante

O Maracanã também já está eternizado no National Football Museum, o Museu Nacional do Futebol em Manchester, na Inglaterra. Uma parte da antiga arquibancada foi doada pelo governo do Rio de Janeiro e ficará exposta em uma das galerias do prédio do museu.

 O estado ainda dará à entidade alguns itens que foram retirados da arena, palco das finais da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, como cadeira, refletor e auto-falante. O diretor do museu Kevin Moore já garantiu que vai reservar um lugar especial para as peças.
A festa de inauguração do museu, na última semana, contou com a presença de importantes nomes do futebol mundial, entre eles, Bobby Charlton e Howard Webb. A secretária estadual de Esporte e Lazer, Marcia Lins, também visitou uma das mais importantes arenas da cidade, a do Manchester City, atual campeão inglês.

"O projeto que está sendo implantado, de legado social, contemplará um centro de excelência de treinamento de base e está sendo construído dentro da área do complexo. É um projeto muito interessante porque envolverá os times da divisão de base, inclusive com a construção de uma arena com capacidade para sete mil pessoas para os jogos desta divisão", ressaltou Marcia Lins após a visita.

Fonte: Governo do Rio de Janeiro

Museu divulga lista dos imigrantes que chegaram ao Brasil pelo Porto de Santos

A partir desta sexta-feira,  as listas de bordo dos navios de imigrantes que ancoraram no Porto de Santos entre 1888 e 1973 estarão disponíveis para consulta  no site do Museu da Imigração. O material histórico faz parte da segunda fase do projeto Memória da Imigração, que por meio de um banco de dados online integra o acervo digital do museu e documentos pertencentes ao Arquivo Público do Estado de São Paulo.


A nova digitalização acrescentou 160 mil imagens ao acervo digital, que passa a contar com mais de 247 mil páginas para consulta e download gratuito. São documentos como listas com os nomes dos imigrantes embarcados, principalmente em portos europeus, com desembarque previsto no Porto de Santos. Pesquisadores, estudantes, descendentes de imigrantes e demais interessados poderão consultar o acervo.

Entre as informações disponíveis estão nacionalidade, sexo, estado civil, profissão, idade, religião, parentesco, grau de instrução, dados do passaporte, procedência e destino. A busca pode ser realizada por critérios como o nome do navio, um determinado intervalo de anos, ou a data precisa do desembarque em Santos. A nova ferramenta de pesquisa possibilita buscas específicas entre as categorias do acervo.


fonte:
De A Tribuna On-line

Museu Goeldi revela amazônia desconhecida

Organizar o conhecimento acerca da diversidade biológica, informar a sociedade sobre a riqueza da região, as espécies ameaçadas de extinção e os fatores relacionados a essas ameaças. Esses são alguns dos temas do censo de biodiversidade, que integra a exposição Amazônia Desconhecida que o Museu Emilio Goeldi traz para a 64ª Reunião da SBPC, que este ano ocorre no campus da Universidade Federal do Maranhão, em São Luís, entre 22 e 27 de julho.

Composta por painéis fotográficos, a exposição também apresenta o trabalho para a identificação de novas espécies e sobre desmatamento. Um dos destaques desse trabalho de pesquisa é sobre o pau-cravo (Dicypellium caryophyllaceum), espécie considerada extinta e que durante o período colonial da história do Brasil era uma das drogas do sertão. O pau-cravo, com sabor de cravo e aroma de canela, foi redescoberto em 2008 por uma equipe de pesquisa do Museu Goeldi, coordenada pelo pesquisador Rafael Salomão.
Para facilitar a compreensão de crianças e estudantes, Amazônia Desconhecida contará com jogos eletrônicos, kits educativos, vídeos feitos a partir de mídias locativas, cartilhas, entre outros, todos relacionados ao tema, também estarão disponíveis para evidenciar parte do conhecimento científico da região.

Além desses fatores, o censo, que conta com a adesão de outras instituições de pesquisas do Brasil, visa contemplar todos os biomas brasileiros. A proposta do Censo teve início com o desenvolvimento das pesquisas do Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio) da Amazônia Oriental que aglutina Núcleos no Leste e Oeste do Pará, no Amapá, Maranhão, Mato Grosso e Tocantins.

O PPBio é um programa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação que fomenta uma ampla articulação interinstitucional para criar infraestrutura para pesquisa científica, inventário dos biomas brasileiros, formação de recursos humanos, consolidação e informatização de acervos científicos e investigação de unidades de conservação protegidas integralmente. A coordenação da rede PPBio Amazônia Oriental é da Dra Marlúcia Martins, zoóloga do Museu Paraense Emílio Goeldi. Na mostra também serão apresentados alguns resultados do PPBio, como o lançamento do livro Amazônia maranhense: diversidade e conservação.

Conheça o site do Museu Goeldi.
                                                                                           Texto: Ascom do MCTI, com informações da Agência Goeldi

Veja a programação do projeto Conexões Ibram em Santa Catarina


Segue abaixo a programação do 10º encontro do projeto Conexões Ibram:
Santa Catarina (SC)
Data: 14 e 15 de agosto
Local: Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC)
{Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis)

14 de agosto
Manhã
9h: Abertura e Assinatura do Termo de Cooperação Técnica
10h: Sistemas e Redes de Informação – iMuseus
11h: Intervalo
11h30: Plano Nacional Setorial de Museus e a participação do estado
13h: Almoço
Tarde
14h30: Estatuto de Museus e novos instrumentos de gestão
16h: Intervalo
16h30: Patrimônio Museal em Risco e a integração de ações públicas
18h: Encerramento
19h: Programação paralela: Museu Victor Meirelles (Rua Victor Meirelles, 59 – Centro). Cerimônia de entrega de obras ao museu pela Sra. Sara Regina Poyares dos Reis.
19h30: Estação da Música – Apresentação musical ao vivo

15 de agosto
Manhã
9h: Estratégias de Financiamento e Fomento aos Museus
10h30: Intervalo
11h: Programa Pontos de Memória
12h: Qualificação dos Museus para o Turismo
13h: Encerramento
Inscrições: conexoesibram@fcc.sc.gov.br
Informações: (48) 3953.2374

Deputados discutem criação de lei geral da economia criativa



Medida favorecerá redução de tirbutos, regulação de profissões e medidas para setores de design, moda, artesanato, arquitetura, publicidade, audiovisual (cinema e vídeo), jogos eletrônicos e indústria de conteúdos digitais (internet).


Os relatores dos grupos de trabalho do seminário "Desafios dos Marcos Legais para a Economia Criativa", apresentaram nesta quinta-feira (12) propostas sobre a redução de tributos, regulação de profissões e criação de uma lei geral da economia criativa. São exemplos de setores da economia criativa: design, moda, artesanato, arquitetura, publicidade, audiovisual (cinema e vídeo), jogos eletrônicos e indústria de conteúdos digitais (internet).

No âmbito tributário, o advogado Marcelo Coimbra defendeu a ampliação do Supersimples para as diversas atividades da economia criativa. Ele também propôs a redução da carga tributária na aquisição de hardware e software; e do INSS sobre o faturamento.

Já o advogado Rafael Neumayr destacou a necessidade de abertura de linhas de crédito para os artesãos; e a revisão da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para permitir a destinação de recursos para eventos. Neumayr pediu ainda a formação em educação física para os mestres de capoeira.

Outra reivindicação apresentada no seminário foi a regulamentação da profissão de dança e a redução de tributos para veículos usados no circo. O advogado Rodrigo Vieira Costa, que atua na área de direito da propriedade intelectual, pediu a regulamentação da profissão de arqueólogo.

O estudante de Audiovisual Alexandre Costa criticou a falta de discussões sobre mudanças na Lei do Direito Autoral (9.610/98) que, em sua opinião, dificulta o acesso a muitos produtos culturais.

O diretor de Desenvolvimento e Monitoramento da Secretaria de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Luiz Antônio Gouveia, afirmou que medidas de desoneração de certos setores ou cadeias produtivas poderão ser encaminhadas com mais celeridade. Já as outras soluções, que passam por uma discussão no Congresso, principalmente na área previdenciária e trabalhista dos setores criativos, deverão levar mais tempo de maturação e discussão. "As propostas encaminhadas são muito ricas. Algumas de alta complexidade e outras de aplicação imediata", disse.

O evento foi organizado por três comissões da Câmara (de Educação e Cultura; de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; e de Turismo e Desporto), em parceria com o Ministério da Cultura.

fonte:

Convocatória Residência Desenvolvimento de Games 2012


O MIS abre inscrições para a Residência abrangendo projetos de games com impacto transformador na realidade social, econômica, cultural, ambiental ou artística.

Residência Desenvolvimento de Games 2012 tem por objetivo fomentar a produção de games que se desenvolvem a partir das linguagens contemporâneas e que utilizam uma ou mais mídias tecnológicas. O programa se desenvolve no laboratório de novas mídias do MIS, o primeiro media lab situado em um museu público brasileiro, em parceria com o grupo de pesquisa Iconomia e com o projeto Moedas Criativas, sob curadoria de Gilson Schwartz (www.culturadigital.br/schwartz). As propostas poderão contemplar o uso de moedas criativas emitidas pelo FMI – Fundo de Moedas Imaginárias.
Como participar
Para se inscrever é necessária a participação prévia em uma das três edições da oficina Pensar, Fazer, Brincar: Novas Mídias e Criatividade em Games, que acontecem nos dias 18, 25 e 31 de julho no MIS.

Para eventuais dúvidas, escreva para: convocatoria@mis-sp.org.br