Listen to the text.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

The Big Draw": venha desenhar junto, no Centro da Cultura Judaica


Pelo segundo ano consecutivo, o Mês de Cultura 
de Paz é o momento em que o Centro da Cultura 
Judaica se junta ao The Big Draw - movimento 
internacional sediado na Inglaterra, e que une as 
mais diversas instituições culturais e museus com 
um mesmo objetivo: unir as pessoas através do 
desenho! Ana Luisa Lacombe e Daniel Warren já 
aceitaram o desafio, e trarão para o público 
contações de histórias e oficinas que farão todos 
desenharem juntos!


Além deles, outros convidados oferecerão 
atividades para crianças, jovens e adultos em que 
essa linguagem será explorada das mais 
surpreendentes maneiras: desde o universo das 
HQs, passando pela prática desketchs e ateliês 
com modelos vivos, chegando aos cloliês 
(espaços especiais, fechados e exclusivos para 
desenhar).

Data/ 06/10 a 27/10
Entrada gratuita
Para mais informações consulte a programação abaixo

Programação

Oficinas
Desenho Narrativo, com Ulisses Garcez
Data/ 06/10
Horário/ 14h00
Idade/ a partir de 16 anos
Maratona de Modelos Vivos, com Melina Furquim
Data/ 13/10
Horário/ 14h30
Idade/ a partir de 18 anos
A Invasão das Linhas Coloridas, com Daniel Warren e Equipe Click Oficina
Data/ 13/10
Horário/ 16h00
Idade/ a partir de 7 anos

Sketchmix
, com Eduardo Bajzek
Data/ 20/10
Horário/ 14h00
Idade/ a partir de 16 anos
Arte na Caixa, com Soraya Lucato
Data/ 27/10
Horário/ 14h30 e 16h30
Idade/ a partir de 3 anos
Sipurim
O Equilibrista, com Ana Luísa Lacombe e músico convidado
Data/ 06/10
Horário/16h00
Idade/ a partir de 4 anos

fonte:

Brasil ganhará museu nacional do transporte em 2014


A história brasileira do transporte ferroviário, terrestre, aéreo e pelas águas vai ser contada no Museu Brasileiro do Transporte, que deverá ser inaugurado no fim de 2014. O local irá funcionar na rodovia Dom Pedro 1º, em Campinas, cidade a 93 km de São Paulo. De acordo com a mulher do idealizador do museu e presidente da Fumtran (Fundação Memória do Transporte), Elza Lúcia Panzan, o objetivo do espaço é “registrar a memória do transporte”, que está perdida e tem “pouca história escrita”.

— Queremos mostrar que não podemos viver sem o transporte. O abastecimento das cidades depende dele. Às vezes, estamos no trânsito e pensamos: “ai, esse caminhão atrapalhando a passagem”. Mas ele é necessário porque ele é quem faz chegar [a mercadoria] ao consumidor final, por exemplo. A ideia é tirar esta imagem de vilão e tornar o transporte o mocinho da história.

fonte:
http://noticias.r7.com/sao-paulo/fotos/brasil-ganhara-museu-nacional-do-transporte-em-2014-20121002.html