Listen to the text.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Museu dedicado ao poeta paraibano Augusto dos Anjos volta a funcionar em Leopoldina, onde ele morreu


Espaço guarda objetos do autor, considerado precursor do modernismo


No ano em que se celebra o centenário do livro Eu,  única publicação de Augusto dos Anjos (1884-1914), finalmente o poeta paraibano vai receber uma grande homenagem em Minas Gerais.

Depois de passar 15 meses em obras, será aberto hoje o Espaço dos Anjos, em Leopoldina, na Zona da Mata. Ele reúne museu, sala para oficinas de poesia e de pintura, anfiteatro e pub.

O espaço funcionará na casa onde o poeta passou os últimos meses de vida, de junho a novembro de 1914. A residência estava fechada desde 2007, quando faleceu o artista plástico Luiz Raphael Domingues Rosa, que a alugou nos anos 1970. Rafael usou o imóvel como ateliê, mas teve o cuidado de preservar a memória do antigo locatário. Transformou o imóvel em museu informal.

No acervo do Espaço dos Anjos estão alguns pertences do escritor, como o seu convite de casamento com Esther, fragmentos de cartas, fotos e jornais.

MEMORIAL

Rosângela Moreira Lima Costa, secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo de Leopoldina, diz que o Espaço dos Anjos permitirá ao município integrar o seleto grupo de cidades que têm memorial dedicado a um grande nome da literatura brasileira.

“Mesmo tendo morado tão pouco tempo em Leopoldina, é possível que Augusto tenha sido muito feliz aqui, pois, em seus últimos dias, expressava o desejo de ser enterrado em nossa cidade. Temos o mesmo desejo de acolhimento. Por isso, fazemos questão de manter a memória de um poeta como ele. O povo leopoldinense faz parte da história de Augusto dos Anjos”, destaca.

Rosângela diz que a reforma manteve as características do imóvel, construído no início do século passado. Ela chama a atenção para o cuidado que mereceram elementos arquiteturais daquela época. “Entretanto, foi necessária a inserção de algumas informações nas paredes até para que apresentássemos melhor a poesia de Augusto dos Anjos para os visitantes”, explica.

A obra foi orçada em R$ 300 mil, recursos oriundos do ICMS Cultural que o município passou a receber nos últimos anos. O projeto incluiu restauro, ampliação e compra de móveis e equipamentos para o museu.

Foram convidados para a cerimônia de inauguração descendentes do poeta e personalidades do mundo literário, como o escritor e pesquisador Alexei Bueno, autor da edição crítica da Obra completa de Augusto dos Anjos.
No cemitério de Leopoldina, Alexei vai plantar um pé de tamarindo, substituto da árvore que fazia sombra sobre o túmulo do poeta e morreu no começo do ano. Informações:www.museuespacodosanjos.com.br.

 
enquanto isso...

...O expressionista
 

Augusto Rodrigues Carvalho dos Anjos (foto) nasceu em 20 de abril de 1884, no Engenho Pau d’Arco, na Paraíba. Foi um dos poetas mais críticos do seu tempo. Até hoje, a obra desse paraibano é admirada tanto por leigos quanto por críticos literários.
Identificado como simbolista ou parnasiano, o escritor, na opinião de colegas respeitados, como o poeta Ferreira Gullar, está entre os pré-modernistas. “Encontramos características nitidamente expressionistas em seus poemas”, observa ele.
Augusto dos Anjos era bacharel em direito e professor. Em 1908, casou-se com Ester Fialho e teve três filhos. Morou no Rio de Janeiro, onde se dedicou ao magistério. Em 1914, mudou-se para Leopoldina, onde morreu de pneumonia em 12 de novembro daquele ano.

fonte:

Brasília acolhe Seminário sobre Gestão Museológica com participação de especialista português

O seminário, organizado pela Secretaria de Cultura do DF e Museu Nacional, conta com o apoio da Embaixada de Portugal / Instituto Camões e de diversas entidades ligadas à cultura no Brasil e no exterior.




Brasília - O professor português Alexandre Melo, especializado em sociologia da arte e cultura do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, é um dos convidados do "Seminário Internacional sobre Gestão Museológica – Questões Teóricas e Práticas", a realizar de 15 e 19 de outubro, no Museu Nacional do Conjunto Cultural da República, em Brasília.
O seminário, organizado pela Secretaria de Cultura do DF e Museu Nacional, conta com o apoio da Embaixada de Portugal / Instituto Camões e de diversas entidades ligadas à cultura no Brasil e no exterior, designadamente do Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Escola Superior de Conservação e Restauração de Bens Culturais de Madri,  Patrimônio da Cidade de Madri, da Escola do Louvre, Centro de Pesquisa e de Restauração dos Museus da França, da Escola de Museologia da UniRio, Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro, do Museu da Câmara dos Deputados, e do Laboratório da Ciência da Conservação/UFMG.
De acordo com os organizadores do evento, o Seminário Internacional sobre Gestão Museológica – Questões Teóricas e Práticas "tem por objeto propiciar uma maior conscientização das instituições de patrimônio em geral – que se encontram, principalmente, no Distrito Federal – para a valorização de seus bens musealizados e chamar a atenção destas para a seriedade com que a preservação desses bens deve ser encarada."
O evento, de informação e troca de experiências, contará com a presença de profissionais espanhóis, franceses, portugueses, austríacos e brasileiros, atuantes nas áreas patrimonial, museológica, de conservação e restauração e terá como temário assuntos relacionados ao patrimônio museológico e à sua gestão.
Estarão em debate temas como a legislação brasileira sobre museus, gestão do patrimônio museológico, políticas de constituição de coleções museológicas, adequação de edificações históricas para museus e afins, implantação de laboratórios e emprego de novas tecnologias da conservação, restauração, formação em museologia e em conservação e restauração, e, ainda, relatos de experiências e dois mini cursos.
Do programa do seminário fazem ainda parte, nos dias 16 e 17, um mini curso de fotografia aplicada à conservação e restauração. Posteriormente, nos dias 28 e 29 de novembro, será a vez do mini curso sobre conservação e restauração de arte contemporânea – instalações de arte e novos meios.
Serviço:
A participação do público interessado é gratuita e as inscrições podem ser feitas via internet, no endereço: http:/seimariointernacionaldemuseologia.blogspot.com.br/, onde também constam informações mais detalhadas sobre a programação do seminário e os palestrantes.
Outras informações podem ser obtidas pelos telefones do Museu Nacional do Conjunto Cultural da República, 3325 6135 e 3325 6410, ou pelo e-mail museunacional@gmail.com

Venha aprender mais sobre criatividade em bancos de imagens!

A iStockphoto é muito mais que um banco de imagens, é uma verdadeira democracia criativa. Nossa comunidade conta com mais de 100 mil artistas, fotógrafos, videomakers, músicos e animadores, que comercializam suas obras para milhões de clientes em todo o mundo.

Que tal você se tornar um iStocker e colocar seus arquivos na vitrine do mundo? É só se inscrever! E se você quiser saber mais, melhorar suas vendas, discutir seu portfólio e ainda nos conhecer pessoalmente, esteja em São Paulo em Outubro!

Participe do nosso Minilypse!

O encontro vai contar com a presença de fotógrafos e videomakers, nacionais e internacionais e irá abordar temas como: o olhar e o processo criativo, técnicas, tendências do mercado de imagens e a originalidade da arte digital.
  • Onde: MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo
  • Quando: 30 e 31 de Outubro de 2012, das 10h às 18h
  • Quanto: R$70,00
As vagas são limitadas. Inscrições podem ser feitas até o dia 27/10.
Dia 1 – Terça-feira: 30/10
10h – Welcome Coffee
10h30 - Abertura e introdução do curso
11h - Fotografia no mercado global: Tendências Visuais 

12h - Mercado Brasileiro: Necessidades e Oportunidades 

13h - Trabalhando com a iStockphoto: Uma introdução aos bancos de imagens 
14h - Almoço 
15h - Análise do Portfólio Pessoal & Inscrição na iStock 
Estúdio Fotográfico & Experimentação 
18h - Encerramento
Dia 2 – Quarta-feira: 30/10
10h – Welcome Coffee 
10h30 - Abertura 
11h - Da fotografia ao vídeo: dando esse passo com qualidade 
12h - Cases de Sucesso: Trajetória de fotógrafos nacionais e internacionais 
13h - Conceito "Brainstorm": Desenvolvimento do processo criativo 
14h - Almoço 
15h - Análise do Portfólio Pessoal & Inscrição na iStock 
Estúdio Fotográfico & Experimentação 
18h - Coquetel de encerramento no Chez MIS








fonte:
http://portuguesbrasileiro.istockphoto.com/article_view.php?ID=1443&esource=email_PTBR_Contrib_Minilypse_MIS