Listen to the text.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

convite e release sobre o Open House Residência Cri@tiva,

Segue convite e release sobre o Open House Residência Cri@tiva, uma catalisadora de projetos empreendedores que usam as plataformas digitais como meio de democratização do acesso a cultura e educação.


Participam da iniciativa o Mutz - Guia Colaborativo de Museus lançado em Belo Horizonte em julho deste ano e o Reprograme - e-book que reúne, pela 1a vez, ideias de especialistas do tema museus e web numa mesma publicação.


O evento será realizado em São Paulo dia 25 de outubro, semana que vem e contará com a participação de gestores de MKT, profissionais das áreas de Museus, História, Educação, Comunicação, MKT Digital, além de instituições culturais e imprensa especializada.


Open House Residência Cri@tiva - Comunicação Digital para Museus

Dia: 25 de outubro de 2012

Local: Espaço Minas Gerais - Rua Minas Gerais, 264 – São Paulo, SP

Programação:

16h00 – Welcome Coffee

16h45 – Abertura: Adriana Costa - Residência Cri@tiva

17h00 – Apresentação: Luis Marcelo Mendes - Reprograme

17h30 – Apresentação: Ana Paula Gaspar – Mutz

18h00 – Encerramento e Networking



Atenciosamente,
Marina Queiroz
Assessoria de Imprensa Mutz
(31) 8811-6130
http://www.marinaqueiroz.com.br/

Em Basileia, Suíça, museus proporcionam um encontro com a arte

Situada no noroeste do país, a Basileia faz fronteira com França e Alemanha. A cidade fundada pelos romanos, por volta do século 2, tornou-se o maior centro industrial e comercial do país graças à onipresença do Reno, rio de forte tráfego que corta a cidade e propicia cruzeiros muito procurados. É a terceira maior cidade suíça em tamanho, com cerca de 170 mil habitantes.

É uma cidade afluente e, como não poderia deixar de ser, o mecenato foi importante para a formação do tecido sociocultural. Além da força econômica, é também considerada a capital cultural do país, abrigando instituições e museus de renome internacional, como a Fundação Beyeler, o Vitra Museum e o Museu Tinguely, para citar apenas alguns. Sedia feiras importantes, como a Art Basel (junho) e a Baselworld (abril), que anualmente atraem públicos interessados em arte contemporânea e joalheria/relojoaria, tornando-a um destino ainda mais interessante. Entre as atrações da Basileia destacam-se ainda as praças medievais que circundam a Catedral (Münster) e seu jardim zoológico, considerado o melhor do país e famoso pela quantidade de espécies raras que abriga.

 (Turismo de Basel/Divulgação)






















Em Basileia, com suas bicicletas e trams (bondes), as margens do Rio Reno ganham graça em divertidas praias, com direito a pulos de boias coloridas e em preguiçosos almoços ou jantares, como no encantador Chez Donatti.

Cultura, design e arte são a tríade da cidade, que tem nomes como Richard Meier, Mario Botta e outros em várias de suas construções (como na gostosa brasserie Volkshaus, situada em um edifício de 1925). 


fonte:
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/turismo/2012/10/17/interna_turismo,328533/em-basileia-suica-museus-proporcionam-um-encontro-com-a-arte.shtml

Material, segundo o diretor do Museu Municipal Coronel Tancredo Fernandes de Mello, Jamil Corrêa Pereira, é parte do fêmur do animal que viveu na região há mais ou menos 10 mil anos e media cerca de seis metros de comprimento.

RS: fóssil de preguiça gigante que viveu há 10 mil anos é achado

Animal teria vivido na região há cerca de 10 mil anos

Um pescador de Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul, encontrou no último sábado, preso a sua rede de pesca na Lagoa Mirim, um fóssil de uma preguiça gigante. O material, segundo o diretor do Museu Municipal Coronel Tancredo Fernandes de Mello, Jamil Corrêa Pereira, é parte do fêmur do animal que viveu na região há mais ou menos 10 mil anos e media cerca de seis metros de comprimento.

De acordo com Pereira, o animal teria sido o maior da espécie que viveu no local naquela época e poderia pesar cerca de 5 mil kg. O material encontrado passará por um processo de catalogação no museu e será exposto aos visitantes. Agora, segundo Jamil, o museu fará uma espécie de parceria com os pescadores locais para contatarem a equipe caso encontrem algum material diferente. "O importante do achado é que a comunidade pescadora se torne parceira do museu, assim como produtores rurais e a comunidade escolar", afirma Pereira.

No ano passado, pescadores encontraram parte da mandíbula de um mastodonte, que também faz parte do acervo do museu. O próximo passo, segundo Pereira, é marcar o local onde o material foi encontrado para futuras buscas. "Vamos marcar com GPS o ponto, pois as pescas podem acabar, os pescadores tiram as redes, e não teremos como saber o ponto exato onde o material foi encontrado", diz.

Santa Vitória do Palmar é um dos maiores sítios paleontológicos do Rio Grande do Sul. É comum encontrarem fosseis na região, por isso os pesquisadores trabalham para a conscientização da comunidade - para, caso encontrem algum material que pareça ser um fóssil, não coletem, mas entrem em contato com o museu para especialistas tomarem os devidos cuidados. "O importante é que a comunidade esteja mobilizada para quando achar material tenha a atitude correta para conservá-lo", afirma Pereira.

fonte:
http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI6235250-EI238,00-RS+fossil+de+preguica+gigante+que+viveu+ha+mil+anos+e+achado.html

O Museu de Ciência da Universidade de São Paulo (USP) abriu, nesta terça-feira (16), o evento integrado da 9º edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT/2012), com atividades no Parque CienTec, até o dia 20 de outubro.

Parque cientec da usp recebe semana com mais de 40 atividades



O coordenador-geral do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, da representação regional do Sudeste (ReSE), Naldo Cardozo, ressaltou, na abertura da cerimônia, o crescimento do evento ao longo de seus nove anos de existência, afirmando que o ministério tem muita disposição em tornar a SNCT cada vez melhor. Cardozo lembrou que, no ano passado, a semana realizou em torno de 16 mil eventos, em todo o país e, neste ano foram cadastradas mais de 20 mil atividades.

A diretora do Museu de Ciências da USP, professora doutora Marina Mityo Yamamoto, disse que as atividades desenvolvidas na SNCT cumprem um papel importante na missão da universidade: a sua interação com a sociedade. Por meio de suas atrações, de maneira única e simples, envolvemos os participantes em experiências inesquecíveis. As experiências vivenciadas devem aguçar a curiosidade e o espírito investigativo. É isso que desejamos: pessoas com curiosidade e espírito crítico, que aprendam tudo o que pode ser aprendido na vida, afirmou.

Com mais de 40 atividades que vão acontecer no Parque ao longo desta semana, o evento reunirá experimentos, jogos interativos, oficinas, cursos, palestras, com o objetivo de sensibilizar e mobilizar a população em torno de temas referentes à atividades de ciência, tecnologia e inovação. Segundo os organizadores, no ano passado, cerca de 6 mil pessoas participaram das atividades do evento. Neste ano, a expectativa é receberem mais de mais de 20 mil visitantes.

Também participaram da abertura de semana, a pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária da USP, Maria Arminda do Nascimento Arruda; o diretor do Parque CienTec, Fábio Ramos Dias de Andrade; e o secretário-geral da USP, Rubens Beçak.

Números da semana

Até o momento, SNCT 2012 contabiliza, na região Sudeste estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais 5.966 atividades cadastradas. Participam da semana 205 cidades e 418 instituições ligadas à ciência e tecnologia espalhadas por essas cidades. Em todo o Brasil, são 21.468 atividades cadastradas, com a participação de 601 cidades e 830 instituições ligadas à ciência e tecnologia nas cidades.

Com o tema Economia verde, sustentabilidade e erradicação da pobreza, a nona edição da semana começou na última segunda (15) e vai até domingo ( 21). Ao longo deste período, universidades, instituições de pesquisa, centros e museus de Camp;T, escolas, parques, bibliotecas, empresas públicas e privadas realizando atividades, como oficinas, cursos, experimentos e palestras.
Realizada desde 2004, a SNCT tem atraído cada vez mais pessoas e instituições de pesquisa e ensino, mobilizando e aproximando a população em torno de atividades de ciência e tecnologia, além de valorizar a criatividade, a atitude científica e a inovação.



Texto: Silene Santos ReSE/MCTI

fonte:
http://www.melhorcelular.org/2012/10/17/parque-cientec-da-usp-recebe-semana-com-mais-de-40-atividades/