Listen to the text.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Itens vindos da Coleção Vestuário do Museu Histórico Abílio Barreto (MHAB)...



A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC), criou o Centro de Referência da Moda de Belo Horizonte, na esquina da Rua da Bahia com a Avenida Augusto de Lima. Segundo o presidente da FMC, Leônidas Oliveira, o objetivo do novo espaço é traduzir a cultura, o estilo e os costumes dos habitantes da capital mineira, em diferentes épocas.

O Centro de Referência da Moda reunirá um amplo e diversificado acervo, desde luxuosos vestidos de gala, fraques e finas lingeries, até extravagantes chapéus, trousses, luvas e outros acessórios, itens vindos da Coleção Vestuário do Museu Histórico Abílio Barreto (MHAB). “Com mais esta iniciativa, a Fundação Municipal de Cultura tem planos de mobilizar o mundo da moda em BH, promovendo debates, estudos, desfiles, exposições, seminários e cursos, muitos deles destinados à população de baixa renda, com o objetivo de formar mão-de-obra especializada para as confecções”, detalha Leônidas, sobre os benefícios que o novo espaço trará para a cidade.

A coordenação geral do Centro de Referência da Moda de BH ficará a cargo de Marília Salgado. Segundo ela, o espaço irá centralizar várias ações de apoio a estudantes universitários de moda, professores, estilistas, profissionais do comércio, indústria e comunidade em geral. “A moda hoje é pensada não como futilidade, mas como fenômeno sociocultural, capaz de nos dar informações preciosas sobre os costumes de uma época e de um povo, além de movimentar a economia de um país”, completa.

Localização privilegiada

O Centro de Referência da Moda de Belo Horizonte irá ocupar uma das mais belas edificações da cidade, localizado na esquina da Rua da Bahia com a Avenida Augusto de Lima. O prédio neogótico, em estilo manuelino, foi construído em 1914 e, em seus quase cem anos de existência, sediou importantes instituições histórico-culturais de Belo Horizonte, como o Conselho Deliberativo da Capital, a Biblioteca Municipal, a primeira rádio da cidade (PRC-7, Rádio Mineira), as aulas inaugurais da Escola de Arquitetura da UFMG, a Câmara Municipal, o Museu de Mineralogia Professor Djalma Guimarães, o Museu da Força Expedicionária Brasileira e, mais recentemente, o Centro de Cultura Belo Horizonte.

O edifício é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA- MG) e pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte.

fonte:
B I B L I O B E L A S

Maior água-marinha do mundo é brasileira e ficará exposta em museu


A maior pedra preciosa de água-marinha do mundo, batizada de Dom Pedro e extraída em Minas Gerais na década de 80, foi doada nesta quinta-feira por um casal de americanos para o Museu Nacional de História Natural de Washington e fará parte da exibição permanente da instituição.
O cristal bruto, lapidado na forma de obelisco, foi concedido ao museu por um casal da Flórida. A peça pesa pouco mais de 2 kg e mede 36 cm de altura. "Após passar por várias mãos e museus na Europa, ficou em propriedade do casal, com quem fiz contato e acertamos sua doação ao museu para que todo mundo possa contemplar esta maravilha tão especial", disse em entrevista à agência EFE o curador da exibição, Jeffrey Post.
A pedra foi batizada em homenagem aos dois imperadores que o Brasil já teve. A água-marinha é a variedade azulada do mineral berilo. Segundo Post, o cristal original, quando foi extraído da mina, pesava cerca de 45 kg, mas ele acabou se rompendo em três partes, e da maior, de pouco menos de 30 kg, foi esculpido o Dom Pedro.
"Desconhecemos seu valor de mercado, fundamentalmente porque se trata de uma peça única e, portanto, incomparável. A única maneira de obter um preço aproximado seria colocando em leilão", afirmou o curador.
"A água-marinha é uma variedade de berilo, um mineral que se fosse desenvolvido em laboratório seria incolor", explicou Post. "No entanto, como os cristais são gerados em lugares 'sujos', sempre há certas impurezas ao redor, como neste caso, no qual o berilo incorporou pequenas quantidades de ferro", prosseguiu.
É justamente o ferro, que em interação com a luz, dá ao berilo o precioso tom turquesa que caracteriza a água-marinha. "São as impurezas que fazem tão especiais estas gemas", explicou o curador da exibição.
A maioria de cristais de água-marinha provém de depósitos geológicos de rocha pegmatito, muitos dos quais se encontram no Brasil, o que transforma o país na maior fonte de água-marinha do mundo. A cada ano, quase sete milhões e meio de visitantes passam pelo Museu de História Natural, que pertence à Instituição Smithsonian.



fonte:
http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI6361306-EI238,00-Maior+aguamarinha+do+mundo+e+brasileira+e+ficara+exposta+em+museu.html

Sistema Estadual de Museus leva exposição do MIS a Tatuí

Em cartaz a partir de 7/12, a mostra “Sony World Photography Awards” apresentará imagens premiadas internacionalmente; a entrada é gratuita ...

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), por meio da Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS-SP) e a Prefeitura de Tatuí, promove a partir do dia 7 de dezembro (sexta-feira), a exposição fotográfica “Sony World Photography Awards”. Composta por uma série de imagens premiadas e selecionadas pela equipe de programação do museu de São Paulo, a itinerância ficará exposta no Museu Paulo Setúbal.

A mostra apresenta um panorama amplo das diversas tendências da fotografia contemporânea por meio das obras dos vencedores da Professional Competition e da Open Competition, prêmios organizados anualmente pela World Photography Organisation, abertos a fotógrafos amadores e profissionais. Na exposição, serão apresentados os principais destaques da competição internacional reconhecida por consagrar talentos do fotojornalismo e da fotografia artística e comercial.
Aberta à comunidade e gratuita, a mostra pode ser visitada até 17 de fevereiro de 2013, de terça a domingo, das 9h às 17h. O Museu Paulo Setúbal está localizado na Praça Manuel Guedes, nº 98. Outras informações pelo telefone (15) 3251-4969 ou por meio do site www.sisemsp.org.br.

Sistema Estadual de Museus
O SISEM-SP reúne e articula todos os museus do Estado em busca de promover o desenvolvimento e fortalecimento institucional. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM) da Secretaria de Estado da Cultura e atualmente reúne cerca de 415 instituições, públicas e privadas, de 190 municípios. Entre as principais ações do SISEM, está a realização de exposições itinerantes e de estudos detalhados sobre cada museu e cidades onde estão localizados. O SISEM promove, ainda, programas de formação, capacitação e aperfeiçoamento técnico de profissionais, além de convênios entre os museus do Estado e instituições nacionais e internacionais, com o objetivo de aprimorar e valoriza r as próprias instituições e seus acervos. Para saber mais acesse: www.sisemsp.org.br

Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS)
O Museu da Imagem e do Som foi criado em 29 de maio de 1970, já vinculado à Secretaria de Estado da Cultura. Em 2011, recebeu um novo plano de atividades sob a gestão de André Sturm. Assim, frente a todo o seu valor histórico e cultural na cidade de São Paulo, o museu passa a ser um espaço de encontro para população paulista, onde a pluralidade na programação artística e a efervescência cultural prevalecem. Este MIS, que tem suas atividades garantidas por uma parceria público-privada gerenciada pela Organização Social de Cultura Paço das Artes, passou, então, a atuar baseado em áreas pensadas para agir de forma coordenada e complementar.

Serviço:
Exposição “Sony World Photography Awards” em Tatuí
Abertura: 7/12/2012
Período: de 8/12/2012 a 17/2/2013
Local: Museu Paulo Setúbal (Praça Manuel Guedes, nº 98 – Tatuí/SP)
Horário: de terça a domingo, das 9h às 17h
Informações: (15) 3251-4969
Entrada: gratuita

Núcleo da Notícia Comunicação Corporativa:
Tel. (16) 3237-7367/68
Dayane Malta da Silva – (16) 9233-3014
dayanemalta@nucleodanoticia.com.br
Juliana Dias - (16) 9233-1823
julianadias@nucleodanoticia.com.br
André Luís Rezende – (16) 8142-4299
andreluisrezende@nucleodanoticia.com.br
www.nucleodanoticia.com.br

Secretaria de Estado da Cultura:
Renata Beltrão – (11) 2627-8164
rmbeltrao@sp.gov.br
Giulianna Correia - (11) 2627-8243
gcorreia@sp.gov.br  


fonte:
http://www.pautas.incorporativa.com.br/a-mostra-release.php?id=14932

Prêmio Memórias Brasileiras vai selecionar iniciativas dos movimentos sociais

O edital vai selecionar e premiar 10 iniciativas de preservação da memória brasileira, com ênfase nos movimentos sociais (sindical, rural, estudantil e outros), para apoio a ações de divulgação, preservação e difusão de acervo. Cada premiado receberá R$ 30 mil – totalizando R$ 300 mil em investimentos via Fundo Nacional de Cultura.

Poderão participar desta seleção pública pessoas jurídicas de direito público e de direito privado sem fins lucrativos, com finalidade cultural, excetuando-se aquelas vinculadas à estrutura do Ministério da Cultura (MinC). Acesse o edital e anexos.

O prazo para a realização das inscrições será do dia 18 de dezembro de 2012 às 23h30 do dia 31 de janeiro 2013, podendo ser realizadas gratuitamente por meio do sistema SalicWeb.

Texto: Ascom/Ibram