Listen to the text.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Em novembro, museu destaca cartaz "O BCG primeiro que o ABC", de Mário Neves, que integra a coleção da tuberculose.


Museu da Saúde




O Museu da Saúde, integrado no Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), destaca, no mês de novembro, o cartaz "O BCG primeiro que o ABC", da autoria do ilustrador Mário Neves e que pertence a uma série de dez cartazes deste ilustrador.

A Peça do Mês – novembro, cartaz de prevenção da tuberculose, da divulgação da vacina da BCG, pertence à coleção da tuberculose, proveniente do antigo Instituto de Assistência Nacional aos Tuberculosos (IANT).

Considerada como a primeira vacina do século XX, a Bacillus Calmette-Guérin (BCG) permitia a imunidade contra a doença e foi amplamente divulgada pelo IANT e suas congéneres internacionais através de cartazes e ações de sensibilização à população. No cartaz, escolhido para o mês de novembro, verifica-se a alusão à importância da vacinação nos primeiros anos de vida, mesmo antes da entrada da criança no sistema de ensino. Atualmente, a BCG faz parte do Programa Nacional de Vacinação e é ministrada nas crianças recém-nascidas.

O cartaz tem fundo azul, onde surge o desenho de três crianças, cada uma segurando um cartão onde está impressa uma das letras que compõem a sigla BCG. O título encontra-se em baixo e a assinatura do ilustrador, Mário Neves, no canto inferior direito. O Museu da Saúde tem no seu acervo um total de dez cartazes deste ilustrador, todos dentro da mesma linguagem estética e relativos a campanhas de sensibilização para a vacinação e exames de rotina.

O Museu da Saúde preserva a memória histórica da luta contra a tuberculose em Portugal, entre os finais do século XIX e as três primeiras décadas do século XX, com o espólio proveniente da Assistência Nacional aos Tuberculosos, instituição criada em 1899 pela Rainha D. Amélia.

O Museu da Saúde disponibiliza um espaço virtual inovador, que agiliza o acesso à sua coleção, através da plataforma InWeb e da iniciativa “Peça do Mês”, que mensalmente destaca um objeto do seu acervo.

A par do acesso virtual, o museu promove exposições temáticas temporárias nos espaços do INSA e nas instituições parceiras.

O Museu da Saúde direciona o seu esforço para a promoção da difusão da cultura científica, na área das ciências da saúde e do medicamento e na conservação do património histórico da saúde.

fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário