Listen to the text.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

V Congresso de Educação, Museus e Patrimônio


Aberto o prazo de envio de textos, cujo tema será a criatividade e a inovação educativa em museus e espaços patrimoniais.
Fuente: www.dibam.cl.
Dibam e CECA-Chile, adscrita à ICOM-Chile, abriram a convocatória para o V Congresso de Educação, Museus e Patrimônio, convidando os interessados a enviar resumos de trabalhos escritos ou audiovisuais, até a terça, 30 de abril de 2013, sobre o tema de criatividade e inovação na educação nos museus e espaços patrimoniais.
O encontro será realizado em Santiago do Chile, durante os últimos dias de setembro de 2013. O seu objetivo é analisar, refletir e compartilhar iniciativas, experiências e investigações criativas e inovadoras em museus e outros espaços patrimoniais, que contribuam para (tenham como objetivo) melhorar as práticas educativas e a relação das comunidades com estas instituições, partindo do entendimento de que ditos vínculos ajudam a gerar uma mudança social positiva.
Nesse contexto, a proposta é abordar essa temática desde as seguintes perspectivas:
a) Educação e inclusão social nas exposições (permanentes e temporais).
b) O uso de novas tecnologias (TICs) na educação em museus e espaços patrimoniais.
c) Criatividade educativa e inclusão social em museus e espaços patrimoniais.
Os formatos para apresentar as palestras são: experiências; ensaios; estudos e investigações, e vídeos documentais. As exposições devem estar obrigatoriamente no idioma espanhol e ser complementadas com material gráfico ou audiovisual.
Para maiores detalhes seguem anexas a primeira convocatória para o V Congresso de Educação, Museus e Patrimônio, e a ficha de postulação.
Comparecimento do público geral
As inscrições para assistir ao V Congresso (não tem custo nenhum) são gratuitas, terão início  em agosto de 2013, e serão notificadas na ocasião. As vagas são limitadas.
Os interessados em participar, tanto expositores como assistentes, caso queiram entregar  mais antecedentes podem escrever para o e-mail: congresoeducacionmuseos@gmail.com.
Recursos adicionais

Museu Cartográfico do Serviço Geográfico do Exército


O Museu Cartográfico do Serviço Geográfico do Exército tem como missão preservar a história da evolução da cartografia no Brasil.
O museu está localizado em um dos berços da cidade do Rio de Janeiro, o Morro da Conceição, instalado em um complexo de edificações sob a guarda do Exército do qual fazem parte o antigo O Palácio Episcopal, a Fortaleza da Conceição e a Casa das Armas.
Este complexo arquitetônico e sítio histórico são o testemunho da estratégia militar portuguesa para a implantação e defesa de suas colônias, assim como do processo de ocupação da cidade do Rio de Janeiro.

O acervo do Museu Cartográfico 

O museu apresenta parte importante da história da cartografia brasileira por meio de um acervo que reúne documentos como mapas e objetos como bússolas, lunetas, teodolitos, compassos, etc.

foto_principal_perfil
foto: Museus do Ri

fonte:
http://www.museusdorio.com.br/joomla/index.php?option=com_k2&view=item&id=56:museu-cartogr%C3%A1fico-do-servi%C3%A7o-geogr%C3%A1fico-do-ex%C3%A9rcito&Itemid=0


Museu da História da Inquisição mostra raridades em BH


Instituição expõe gravuras originais do francês Bernard Picart


Cena em Lisboa registrada por Bernard Picart  (Museu da Inquisição/Acervo)
Cena em Lisboa registrada por Bernard Picart

Tem novidade no Museu da História da Inquisição, que funciona na capital mineira. Há alguns dias, a instituição expõe gravuras originais, em bico de pena, de autoria do francês Bernard Picart (1673-1733). Esse artista chamou a atenção pela série de imagens que registrou, mostrando a relação das cortes portuguesas com a Inquisição e cenas de tortura na Idade Média.
Conhecido pela obra Cérémonies et coutumes religieuses de tous lês peuples du monde, Picart ganhou mostruário especial. 

O museu funciona na Rua Cândido Naves, 55, Bairro Ouro Preto. Fica aberto de terça a sexta-feira, das 9h às 16h, e aos domingos, das 10h às 16h. Ingressos custam R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia).Informações: www.museudainquisicao.org.br e (31) 2512-5194.

fonte:
http://divirta-se.uai.com.br/app/noticia/arte-e-livros/2013/02/03/noticia_arte_e_livros,140088/museu-da-historia-da-inquisicao-mostra-raridades-em-bh.shtml

Estudante de Cabo Verde cria versão virtual de Museu Ferroviário de Bauru

Um estudante do curso de educação artística da Unesp de Bauru (SP) desenvolveu uma versão virtual para o Museu Ferroviário Regional da cidade. Carlos Filipe Mello de Figueiredo, de Cabo Verde, na África, está cursando Artes Plásticas na universidade  da cidade.
Ele resolveu desenvolver a versão virtual do museu como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), mas o projeto deu tão certo que o material foi parar nas mãos do secretário municipal de cultura, Elson Reis, que informou que o projeto do Museu Ferroviário Regional Virtual será disponibilizado no site da prefeitura.
O universitário conta que o trabalho começou em 2010, quando precisou desenvolver algo envolvendo o tema "arte e patrimônio" para apresentar na semana de arte, realizado pela unviersidade.
Carlos ressalta que escolheu o Museu Ferroviário não só para mostrar a todos o acervo do local, mas também para que os turistas virtuais conheçam a história dos objetos, do museu e da própria ferrovia.
No ínicio, os internautas poderão conferir as maiores peças que compõe o acervo do museu e os objetos menores serão disponibilizados em outra etapa, explica o universitário.

fonte:
http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2013/02/estudante-de-cabo-verde-cria-versao-virtual-de-museu-ferroviario-de-bauru.html