segunda-feira, 6 de maio de 2013

Áustria inaugura novo museu em antigo campo de concentração

Com a participação de vários líderes políticos, sobreviventes do Holocausto e outros convidados de honra foi inaugurado neste domingo um novo complexo de museus no antigo campo de concentração nazista de Mauthausen, no estado federado da Alta Áustria, informou a televisão pública ORF.

A instituição, subvencionada com 1,7 milhão de euros pelo Estado austríaco, expõe os horrores vividos pelas cerca de 200 mil pessoas que viveram no local entre 1938 e 1945. Mais de 90 mil destes indivíduos morreram após serem presos em Mauthausen ou em um de seus 52 campos satélites por sua origem judaica ou por seus ideais políticos e sociais. As vítimas procediam de dezenas de países, entre elas cerca de 7 mil republicanos espanhóis, que morreram nas câmaras de gás ou pelos maus-tratos sofridos nas mãos dos nazistas.

A inauguração do novo museu foi liderada pelo presidente da Áustria, Heinz Fischer, que estava acompanhado da cúpula do governo austríaco. Além disso, participaram da cerimônia os presidentes da Polônia, Hungria e Sérvia, assim como a ministra da Justiça de Israel, Tzipi Livni, que esteve acompanhado de seu sogro, um sobrevivente de Mauthausen.

O novo museu inclui a Sala dos Nomes, com os dados pessoais de 81 mil das 90 mil vítimas do campo, reunidos por vários pesquisadores em quinze anos de trabalho. A instituição também apresenta uma explicação histórica sobre o dia a dia no campo, 130 objetos originais e trinta entrevistas gravadas em vídeo com sobreviventes do horror nazista.

Aproximadamente 200 mil pessoas visitam todos os anos o campo de Mauthausen para aprender e conhecer o que ocorreu no lugar, que funcionou entre agosto de 1938 e 5 de maio de 1945, quando foi libertado por tropas americanas.

A ministra da Justiça israelense, Tzipi Livni (centro), chega para a cerimônia no novo museu Foto: AP
A ministra da Justiça israelense, Tzipi Livni (centro), chega para a cerimônia no novo museu 
fonte:
http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/inaugurado-na-austria-novo-museu-do-campo-de-concentracao-de-mauthausen,19847ce907a6e310VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

“Introdução aos estudos da cerâmica grega”, dias 1, 3 e 5 de julho de 2013, das 9h às 13h, na Sala 1 do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP


Curso de extensão universitária “Introdução aos estudos da cerâmica grega”, dias 1, 3 e 5 de julho de 2013, das 9h às 13h, na Sala 1 do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP (Av. Prof. Almeida Prado, 1466 – Cidade Universitária, São Paulo)

Profa. Responsável: Elaine Farias Veloso Hirata
Professores ministrantes: Camila D. de Souza, Carolina Kesser B. Dias, Gilberto da Silva Francisco.

Período de inscrição: de 27 de maio a 28 de junho de 2013, das 9 às 16 h, na Secretaria da Divisão de Apoio ao Ensino do MAE/USP.
Público alvo: alunos de graduação, pós-graduação, professores e público em geral.

Objetivo: Apresentar e discutir aspectos de algumas produções de vasos gregos desde a proto-história até o período clássico. Por meio de uma abordagem historiográfica dos estudos dos vasos, procuraremos discutir questões pertinentes ao conhecimento atual da cerâmica grega. Discussões sobre as técnicas de produção, cronologias, contextos, formas dos vasos, nomenclatura, estilo, decoração, iconografia, identificação de artistas, possibilitarão o reconhecimento das diversas abordagens do material.