sábado, 17 de agosto de 2013

Museu Casa de Portinari promove 38ª Semana de Portinari em agosto

De 15 a 22 de agosto, o Museu Casa de Portinari, em parceria com a Prefeitura, promove a 38ª Semana de Portinari. Com intuito de comemorar o centenário de Brodowski (22/8) e homenagear um dos principais pintores nacionais, Candido Portinari.

Entre as atividades, destacam-se a Pintura Mural, momento em que a cidade é transformada em uma galeria a céu aberto, com a realização de obras no espaço urbano. O evento, ainda conta com oficinas culturais na esplanada do museu, três exposições, sendo duas delas de artes plásticas, espetáculo de dança, além de dois concursos culturais, um de fotos e outro de frases, sobre as "7 Maravilhas de Brodowski", com tablets como prêmio.

A Semana de Portinari apresenta ainda a 9ª Piazza Della Nonna, festa de culinária e música italianas. O evento acontece de 15 a 18 de agosto, e será um momento de confraternização entre as famílias locais. Confira a programação completa.



Museu da Casa Brasileira recebe Design Weekend



Entre os dias 15 e 18, a segunda edição do evento terá entrada gratuita

Entre os dias 15 e 18 de agosto vai acontecer o Design Weekend (DW) no Museu da Casa Brasileira, na Capital. A segunda edição do evento vai contar com atrações especiais sobre arquitetura e design.


O Museu da Casa Brasileira terá a entrada gratuita em todos os dias do evento, com intuito de permitir o diálogo proposto pelo DW sobre as conexões do design, tanto na arte, como na arquitetura.


Temas como economia criativa e sustentabilidade farão parte da programação, que ocupará cinco salas expositivas, terraço e os jardins, e terá uma série de lançamentos de publicações e quatro mostras, além de um bate papo com o designer britânico Tom Price.


Na programação do sábado, das 11h às 16h, o terraço do MCB receberá uma série de lançamentos sobre arquitetura e design com a presença de autores.


SERVIÇO
Design Weekend 
Museu da Casa Brasileira (Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, São Paulo - SP)
De 15 a 18 de agosto, das 10h às 18h
Entrada gratuita

fonte:

Governo egípcio pede devolução de peças roubadas de museu em ataque



O governo do Egito pediu nesta sexta-feira que todas as pessoas que possuem peças de um museu da província de Il Minya, ao sul do Cairo, que foi saqueado durante os enfrentamentos registrados na última quarta-feira, que as devolvam às autoridades.

O ministro de Arqueologia do país, Mohammed Ibrahim, disse que quem entregar as peças roubadas do museu do distrito de Malawi não será julgado, mas recompensado com uma quantia em dinheiro.

Além disso, advertiu que os objetos arqueológicos desse museu são conhecidos e estão registrados em nível internacional, por isso não podem ser vendidos dentro ou fora do Egito.

O ministro fez essas declarações durante uma rodada de inspeção ao Museu Egípcio do Cairo. Ibrahim foi ao local para se informar sobre as fortes medidas de segurança impostas para proteger o edifício dos saques.

Acompanhado pelo chefe do Departamento de Museus, Ahmed Sharif, Ibrahim inspecionou o sistema contra incêndios e a central de monitoramento que mostram as imagens das câmeras de segurança dentro e fora do museu.

O ministro também ordenou o pagamento de uma ajuda financeira urgente à família de um dos trabalhadores do museu de Malawi que morreu ontem ao ser atingido por um disparo de supostos seguidores do presidente deposto Mohammed Mursi durante o ataque ao local.

O Egito está imerso em uma espiral de violência desde a última quarta-feira quando a polícia atacou dois acampamentos dos islamitas no Cairo para desmantelá-los.

Nesse dia, pelo menos 578 pessoas morreram e mais de 4 mil ficaram feridas, segundo dados do governo, que não informou o número de vítimas nos distúrbios de ontem.

Os islamitas convocaram protestos para hoje, a 'sexta-feira da ira', enquanto o Exército aumentou os efetivos mobilizados no centro do Cairo, prevendo possíveis distúrbios.


fonte:

Museu do Café realiza minicurso para barista neste sábado


Objetivo é ensinar práticas básicas para extrair o melhor da bebida. Além do minicurso, uma palestra também será realizada.


O Museu do Café de Santos, no litoral de São Paulo, promove um minicurso de barista neste sábado (17), das 14h às 17h, com o objetivo de ensinar práticas básicas para extrair a melhor bebida.

Uma das atrações do minicurso é o café gourmet. O barista Rodrigo Bueno explicou a diferença do produto para o café tradicional. "São grãos selecionados. O brasileiro conhece muito como grão tipo exportação, aqueles que são melhores são mandados para o exterior, porém no Brasil é possível encontrar. A terra onde o café foi plantado traz uma característica única", afirma.

De acordo com a coordenadora técnica do museu, Marcela Rezek, além do minicurso, uma palestra também será realizada no evento. "Amanhã a gente tem uma palestra que faz parte do programa Museu e Universidade, construindo diálogos, das 14h às 17h, que fala basicamente como funciona o museu e quais são as áreas que o museu atende, para criar esse diálogo com os universitários", explica.

Para participar do curso os interessados devem se inscrever no site do museu: www.museudocafe.com.br. O Museu do Café fica na rua XV de Novembro, nº 95, no centro de Santos.