Listen to the text.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Alemanha Berlim constrói museu para obras de arte do século XX


Berlim concordou hoje em construir um novo museu para albergar obras de arte do século XX incluindo de artistas como Rothko, Magritte ou Dali doados por um casal abastado, provavelmente para resolver uma disputa de anos.
 
A Fundação de museus estatais apresentou uma proposta para a cidade criar um museu de 130 milhões de euros para albergar a coleção diretamente responsável pela grande afluência de público à Nova Galeria Nacional do Fórum Cultural, no centro de Berlim.
A coleção de arte pertence aos colecionadores Ulla e Heiner Pietzsch e inclui peças de Max Ernst, André Breton ou Joan Miró, estando avaliada em 150 milhões de euros.

A recomendação da fundação marca provavelmente o fim de uma disputa sobre o plano inicial de deslocar uma das mais importantes coleções de arte berlinense, que reúne obras de inestimável valor dos Grandes Mestres, para outro sítio.

O novo plano significa que as obras de pintores como Rembrandt, Caravaggio, Duerer e Cranach podem permanecer no “The National Museums’ Gemäldegalerie” em vez de serem deslocalizadas para a ilha de museus, classificada pela UNESCO.

Esse cenário criou uma polémica de contornos internacionais no último ano, com duas petições contra a mudança de instalações da coleção a congregar dezenas de milhares de assinaturas e com vários protestos formais por parte de reconhecidos historiadores de arte.

Os historiadores argumentavam que as obras de arte teriam de ficar armazenadas e fora da vista do público durante anos, enquanto durasse a mudança.

Apesar do custo do novo museu ser elevado, é bastante mais baixo do que os 375 milhões de euros estimados que seriam necessários para levar por diante o conceito original.

O ministro da Cultura alemão, Bernd Neumann, já felicitou o compromisso.
“A nova proposta vai tornar o Fórum Cultural mais atrativo e manter os custos num nível comportável”, defendeu.

Berlim, à qual falta uma base industrial, tem feito depender muito o seu desenvolvimento da cultura, conseguindo que os seus museus sejam reconhecidos mundialmente, o que ajudou a impulsionar o turismo.

O número de visitantes aos museus da cidade aumentou cerca de 73%, o equivalente a seis milhões de pessoas, entre 2002 e 2010, contra apenas 8% na Alemanha, de acordo com um estudo realizado o ano passado.


fonte:
http://www.noticiasaominuto.com/cultura/100177/berlim-constr%C3%B3i-museu-para-obras-de-arte-do-s%C3%A9culo-xx#.UhfQvFY83s0
 

Museu em NY monta exposição de microapartamentos


Museu quer demonstrar que, com um pouco de criatividade, é possível viver bem em um microapartamento, tendência nas grandes metrópoles

 

Nova York
Nova York: na cidade, "seu apartamento é seu quarto e a cidade é a sala", diz um dos mantras dos agentes imobiliários 

Nova York - "Em Nova York, seu apartamento é seu quarto e a cidade é a sala" é um dos mantras recorrentes dos agentes imobiliários na tentativa de convencer um estrangeiro a alugar um dos minúsculos imóveis da cidade.


Mas o Museu da Cidade de Nova York (MCNY) quer demonstrar que, com um pouco de criatividade, em um microapartamento é possível fazer caber ao mesmo tempo quarto e sala. O desafio foi feito convidando cinco pessoas a viver durante um fim de semana inteiro em um apartamento de 30 metros quadrados construído no terceiro andar do museu.

"Quando entrei aqui pensei que era pequeno demais, mas depois que se começa a viver é diferente, parece aberto, não se sente nem de longe que é pequeno como de fato é", disse Taylor Jones, um bolsista do museu que, junto com sua colega Emily Theakston, teve coragem de passar 24 horas no pequeno espaço.
De seis da tarde de quinta-feira até as seis da tarde de sexta, Taylor e Emily compartilharam o microapartamento, projetado pela firma italiana Clei e mobiliado pela Resource Furniture, que importa para os Estados Unidos "móveis multiuso" fabricados na Europa.

Uma cadeira de escrivaninha que se transforma em uma escada, uma mesa auxiliar que se transforma em quatro assentos ou uma cama de casal que recua na parede para dar passagem a um sofá são algumas das propostas que permitem aproveitar ao máximo este diminuto espaço.

fonte:
http://exame.abril.com.br/economia/noticias/museu-em-ny-monta-exposicao-de-microapartamentos

 

AGENDA - “face to face” - bate papo com os artistas - dia 24 de agosto ( sabado ) das 14 às 15 hs

   Edison Mariotti, idealizador desta  exposição vem contribuindo para
as    manifestações de artistas brasileiros divulgando seus trabalhos
na  internet ( www.rc.com.br ). Agora, é com grande satisfação que o
convidamos para a  exposição " Memórias de um segundo atrás "  em um
ambiente real.  O evento acontece no ESPAÇO da LIVRARIA CULTURA,
localizado na Av Paulista, 2073 - Conjunto Nacional, na RAMPA, acesso
via Al. Santos - São  Paulo SP. Essa exposição ficará aberta à
visitação, de 02 agosto até 30 de agosto de 2013, aberto para
visitação todos o dias das 10h às 22hs.  Ressaltamos que vossa
presença é de grande importância, valorizando o  evento e evidenciando
os artistas brasileiros; Magda Bugelli, Mary Yamanaka, Iara Pinheiro,
Vivi Zepe e Karlene Bianca.

AGENDA - “face to face” - bate papo com os artistas - no salão da exposição


  - dia 24 de agosto ( sabado ) das 14 às 15 hs