sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Governo procura directores de museus - .pt



Concurso público para directores do Convento de Cristo (Tomar) e dos museus Grão Vasco (Viseu) e Nacional Soares dos Reis (Porto) hoje oficializado.

Foi hoje publicada em Diário da República a abertura dos concursos para os cargo de diretor do monumentos Convento de Cristo (Tomar) e dos museus Grão Vasco, em Viseu, e do museu nacional Soares dos Reis, no Porto.



Direcção-Geral do Património Cultural, que também procura reforços para a sua direcção intermédia da sua Divisão de Museus e Credenciação, anuncia ainda que os detalhes para o concurso será publicados, no espaço de três dias úteis, no site da Bolsa de Emprego Público ( www.bep.gov.pt ).

visite www.bep.gov.pt


fonte:
http://economico.sapo.pt/noticias/governo-procura-directores-de-museus_179663.html

'Museu em Ação' é realizado nesta quinta (17) em Caruaru, no Agreste



O Projeto Museu em Ação realizado pela Fundação de Cultura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, apresenta nesta quinta-feira (17) três produções cinematográficas. O objetivo da ação é reservar um dia do museu para a exibição de curtas e longas-metragens, além de roda de conversa e visitação para o universo estudantil e da boa idade.

Os filmes serão exibidos, a partir das 19h, na sala Cine Cultural do Museu do Barro, localizado no Pátio de Eventos da cidade. A primeira produção que será exibida é “O anão que virou gigante”, animação produzida por Marão. Em seguida, será a vez de “A menina espantalho", ficção de Cássio Pereira dos Santos, e por último, “Maracatu, maracatus”, do cineasta pernambucano Marcelo Gomes. A entrada é gratuita.

De acordo com a coordenadora dos museus da Fundação de Cultura e Turismo, Regina Lucia, o projeto visa aproximar a sociedade dos museus. “Nosso intuito é desenvolver ação pedagógica e cultural. Muitos estudantes de Caruaru nunca visitaram nossos acervos. Queremos, justamente, fazer esse público conhecer o que temos de melhor”, explica.

Após as exibições, serão realizadas formadas as rodas de conversa para discutir as temáticas abordadas nos filmes e confrontá-las com a realidade do público.



Serviço
Projeto Museu em Ação
Data: 17 de outubro
Horário: 19h
Local: Museu do Barro - Pátio de Eventos - Centro
Entrada: gratuita.


fonte:
http://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2013/10/museu-em-acao-e-realizado-nesta-quinta-17-em-caruaru-no-agreste.html

"Homem biônico" é apresentado em museu de Washington



WASHINGTON, 17 Out (Reuters) - Um inovador "homem biônico" que fala e anda, construído inteiramente com partes corporais sintéticas, foi apresentado na quinta-feira no Museu Nacional Aeroespacial Smithsonian, em Washington.

O robô com rosto humano foi fabricado pela empresa londrina Shadow Robot Co. para demonstrar avanços da medicina na criação de partes de corpos e órgãos sintéticos.

"Isto não é um golpe de propaganda. É um desenvolvimento científico real", disse o diretor do museu, John Dailey.

Com 1,83 m de altura de 77 quilos de peso, o robô é o protagonista de um documentário de uma hora produzido pelo Smithsonian Channel, chamado "The Incredible Bionic Man" ("o incrível homem biônico"), que vai ao ar no domingo.

A ideia do "homem biônico" inspirou a ficção científica na década de 1970, quando a série de TV "O Homem de Seis Milhões de Dólares" mostrava as aventuras de um personagem chamado Steve Austin, um ex-astronauta que havia tido o corpo reconstruído com partes sintéticas após quase morrer.

O robô exposto no museu custou 1 milhão de dólares e foi feito com 28 partes artificiais emprestadas por empresas biomédicas inovadoras. Isso inclui um pâncreas, pulmões, baço e sistema circulatório. Muitos dos componentes ainda são protótipos em estágio inicial.

"A ideia do projeto é juntar todas as partes sobressalentes que já existem hoje para o corpo humano hoje - uma peça. Se você fizesse isso, como ficaria?", disse Bertolt Meyer, psicólogo social da Universidade de Zurique e apresentador do documentário.

O robô foi construído à imagem e semelhança do próprio Meyer, que nasceu sem uma mão e usa um membro mecânico. Ele demonstrou o homem biônico fazendo-o dar alguns passos desajeitados e colocando seu sangue artificial para correr no sistema circulatório transparente.

"Ele meio que parece real. É meio esquisito" comentou o turista Paul Arcand, que visitava o museu com a esposa.

O rosto do robô não tem expressão, e ele praticamente não tem pele. O homem biônico é controlado remotamente por computador, e conexões sem fio Bluetooth foram usadas para operar seus membros.

A criação tem uma inteligência artificial limitada a um programa "conversador", semelhante ao assistente Siri do iPhone, segundo Robert Warburton, engenheiro de design da Shadow Robot.

"As pessoas que o fizeram decidiram programá-lo com a personalidade de um menino de 13 anos da Ucrânia", contou ele. "Então, não é realmente a mais educada das pessoas para se conversar."

A montagem começou em agosto de 2012 e levou três meses.

O robô já havia feito uma aparição na semana passada na convenção de cultura pop Comic Con, em Nova York, e ficará exposto no museu de Washington até dezembro.

(Reportagem adicional de Ian Simpson)


fonte:
http://www.jornalacidade.com.br/noticias/mundo/NOT,0,0,891696,+Homem+bionico++e+apresentado+em+museu+de+Washington.aspx

Decreto que regulamenta museus deve ser publicado na sexta-feira

Deve ser publicado na sexta-feira (18), no "Diário Oficial", um decreto da presidente Dilma Rousseff que regulamenta a Política Nacional de Museus.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) apenas 54 dos 184 municípios cearenses dispõem de pelo menos um museu Foto: Divulgação

As principais novidades são a mudança na forma de escolha dos diretores das 30 instituições vinculadas ao Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) e a criação de um novo instrumento para preservar obras ou coleções particulares que tenham valor artístico ou histórico.

A partir de agora, os novos responsáveis por gerir unidades administradas pelo Ibram, como o Museu Lasar Segall, em São Paulo, e os museus Histórico Nacional e o Nacional de Belas Artes, no Rio, terão de passar por uma seleção pública, aberta em edital, e não mais serão nomeados por livre escolha do Ministério da Cultura.

"Os candidatos terão de demonstrar formação, conhecimentos na área, além de experiência em gestão, e isso vai ser avaliado por uma comissão do Ibram", disse o presidente da entidade, Ângelo Oswaldo de Araújo Santos. "Faz parte de um projeto de democratização dos museus."

A regra não vale para instituições particulares como o Masp (Museu de Arte de São Paulo) e o MAM-SP (Museu de Arte Moderna), nem para unidades estaduais, como a Pinacoteca, mas poderá inspirá-las, segundo Santos. "Os museus do Ibram vão servir como referência."

O decreto também cria a chamada declaração de interesse público, instrumento legal que poderá ser usado pelo Ibram para preservar bens individuais ou coleções inteiras que estejam posse de particulares e tenham algum valor cultural.

Depois de solicitada, o item não poderá ser vendido para o exterior e só poderá ser comercializado mediante comunicação ao instituto. "Só 22% das cidades têm museus. O instrumento já é meio caminho para facilitar a criação de novos centros", afirma Santos.

O decreto regulamenta as leis que criaram o Estatuto de Museus e o Ibram, ambas sancionadas em 2009. A demora, segundo o presidente do órgão, foi necessária para que "os museus se adequassem às novas normas".














fonte:
http://diariodonordeste.globo.com/noticia.asp?codigo=368283