Listen to the text.

sábado, 4 de janeiro de 2014

Documentário sobre Macau no Museu do Oriente


O Museu do Oriente projecta nos dias 16, 19 e 26 de Janeiro, treze anos depois da transferência de soberania e 400 após a chegada dos portugueses, o documentário «Macau, um longe tão perto», de Rui Filipe Torres. A entrada é livre.





O documentário transmite o olhar do realizador, despido de preconceitos, sobre a cidade que, no delta do rio das pérolas, a 10 992 km de Lisboa, continua a viver e sentir Portugal com grande intensidade e onde o Ocidente e o Oriente se misturam e recriam, numa das mais fortes e singulares afirmações do cosmopolitismo contemporâneo.

Qual o papel das identidades nas novas dinâmicas sociais e económicas da cidade de Macau? Será importante para a China a herança portuguesa no acesso ao mercado dos países da lusofonia? Qual o papel e importância das artes, cultura, língua, conhecimento, nas dinâmicas sociais numa das cidades mais ocidentais do Oriente? São algumas das perguntas orientadoras na pesquisa e trabalho de campo a que o documentário procura responder.

Rui Filipe Torres é licenciado em Ciências da Comunicação do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, sendo actualmente aluno de mestrado em Estudos Cinematográficos na Universidade Lusófona.

MACAU, UM LONGE TÃO PERTO
Datas: 16, 19 e 26 Janeiro
Realização: Rui Filipe Torres
Auditório
Horários 19.00 (dia 16), 17.00 (dias 19 e 26)
Duração: 100’
Entrada livre, sujeita a levantamento de bilhete no próprio dia


fonte: