quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Museu Nacional da Ucrânia fecha para proteger acervos

A mensagem foi publicada esta terça-feira no site do Museu Nacional de Arte da Ucrânia, em Kiev: “Devido aos eventos ocorridos na Rua Hrushevskoho a exposição do museu estará fechada a visitantes. Todos os eventos previstos para esta semana foram cancelados.”

Imagem dos protestos do fim-de-semana ANATOLII BOIKO/AFP


Com os violentos confrontos que no fim-de-semana terão envolvido cerca de 100 mil pessoas, as ruas da capital ucraniana tornaram-se num campo de batalha entre os apoiantes do Governo pró-Rússia, os opositores que defendem uma aproximação do país à União Europeia e a polícia. A zona à volta do museu tornou-se numa das mais violentas da cidade, com centenas de pessoas feridas devido ao arremesso de pedras, disparos com balas de borracha e gás lacrimogéneo e a explosão decocktails Molotov, que atearam fogos.

Já na segunda-feira, três dos mais altos responsáveis do museu tinham publicado online um apelo dirigido ao Presidente ucraniano, ao primeiro-ministro e a todo o Governo nacional, bem como aos membros da oposição. A directora-geral, Mariia Zadorozhna, a curadora principal, Juliya Lytvynets, e a representante do sindicato dos trabalhadores da instituição, Maryna Skyrda, assinaram uma carta aberta em que pedem a todos os manifestantes que “evitem acções que possam ameaçar o edifício do museu – um monumento de importância nacional e com uma colecção de arte única, bem conhecida em todo o mundo”.

No documento, que ainda está online, lê-se: “Tendo em conta a escala e seriedade do perigo que ameaça o Museu Nacional de Arte da Ucrânia pela escalada dos conflitos civis e das acções na vizinhança do museu, pedimos a todos os lados que: tenham em mente a responsabilidade de preservar a herança cultural nacional; evitem acções intencionais ou acidentais que possam danificar o museu e a área envolvente; ajudem o pessoal do museu a cumprir a sua missão”.

Com uma colecção de cerca de 40 mil obras, o Museu Nacional de Arte da Ucrânia teve a sua primeira exposição em 1899 e foi oficialmente inaugurado em 1904. Os seus acervos atravessam a história da arte desde o século XII à actualidade, reunindo tanto ícones de origem bizantina como pintura medieval dos séculos XIV a XV, pintura barroca e as várias transições nas artes visuais ucranianas a partir da figuração do século XIX e das vanguardas do princípio do século XX num conjunto que continua a ser ampliado e actualizado com as primeiras décadas do século XXI.

Segundo uma notícia publicada esta quarta-feira pelo The Art Newspaper, no fim-de-semana a polícia de choque terá acendido uma fogueira na escadaria do edifício neo-clássico do museu para tentar manter-se quente durante a noite. Ainda segundo esta publicação, Vladislav Pioro, o presidente do Center for Museum Development, terá avisado já que “mil anos da história” da Ucrânia estão sob ameaça.

Segundo a mais recente mensagem da direcção, o museu permanecerá fechado até nova indicação.
  

Museu histórico de Porto Velho deve ser inaugurado em outubro

Antigo prédio da Câmara Municipal vai abrigar nova obra.
Ideia partiu da Associação Cultural Rio Madeira.

Prédio da antiga Câmara Municipal de Porto Velho começa a ser reformado (Foto: Gaia Quiquiô/G1)

O projeto de restauração e criação do museu histórico no prédio da antiga sede da Câmara Municipal de Porto Velho, localizada na Rua José Bonifácio, no centro da cidade, teve licitação aprovada e ordem de serviço liberada. A ideia partiu da Associação Cultural Rio Madeira (ACRM) em parceria com a Câmara Municipal e tem previsão de inauguração até outubro deste ano, segundo o presidente da Câmara, Alan Queiroz.

Segundo Willian Haverly Martins, presidente da ACRM, a ideia surgiu entre amigos engenheiros e arquitetos, após relatos de figuras políticas, culturais e sociais, que contribuíram historicamente para a formação do município, o projeto conta com a realização de centro de pesquisa histórico e cultural para estudantes da escola pública e particular, orquestra sinfônica, administração dos eventos do Mercado Cultural, criação do Dia da Identidade Cultural do Rondoniense, revitalização do Monumento aos Pioneiros, participação e administração do Palácio da Cultura e cantata de Natal nas janelas do Palácio do Governo. A história do progresso de Rondônia deverão fazer parte do acervo do museu que contará com sistema de exposição totalmente digital com tecnologia touch screen para gerar mais interatividade para os visitantes.

Alan explica que o recurso para reforma e restauração do prédio histórico foi cedido pela própria câmara. Foi disponibilizado cerca de R$ 1.100 milhão. As obras devem ser concluídas em até oito meses e o presidente planeja a inauguração do museu para 2 de outubro, dia que é comemorado o aniversário de 100 anos da capital. “Queremos voltar a resgatar a identidade do nosso povo, um pouco da nossa história.”, diz Alan.

fonte:
http://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2014/01/museu-historico-de-porto-velho-deve-ser-inaugurado-em-outubro.html

MAS recebe "Visite um Museu com Música" nesta quarta-feira

A programação do projeto “Visite um Museu com Música” prossegue, nesta quarta-feira (22), no Museu de Arte Sacra (MAS). Hoje, será realizada missa em louvor a Santa Rita e, após a celebração, acontece recital, às 19h45.

O projeto busca incentivar a ida das pessoas aos museus da cidade e está acontecendo às sextas-feiras no Museu de Arte Decorativa (Mada), às 16h, e aos domingos, às 10h, no MAS. A apresentação desta quarta-feira é especial ao dia em que se comemora Santa Rita.
É uma oportunidade única para estar no Museu de Arte Sacra, que é instalado na Igreja de Santa Rita, que, por si só, é uma obra de arte, construída em Uberaba, em 1854, erguida pelo advogado Cândido Justiniano da Lira Gama, e tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1939. O acervo do MAS, rico em peças barrocas dos séculos XVIII e XIX, conta a história da Igreja Católica na região, com muitas peças provenientes de doações da Cúria Metropolitana, sobressaindo-se as seções de vestes sacras, estandartes de procissões, paramentos, alfaias, imagens e mobiliário.




Museu de Arte Sacra será palco do “Visite um Museu com Música”, com recital na noite de hoje

Quem for ao MAS hoje, além de ouvir boa música, poderá ver esse valioso acervo, como o Conjunto de Casula, feito com tecido bordado com linha e fios de ouro, proveniente da França em 1909. Também poderá ver a escultura em madeira policromada de Santa Rita de Cássia ou Santa Rita das Causas Impossíveis, sendo a única imagem que restou da capelinha original.

No dia 24, o Mada receberá a música de “Talinho, Nosso Som Brazuca”, às 16h, e no último domingo do mês (26), às 10h, no MAS, a atração musical será do Tenor Henrique Nonato. Finalizando o projeto, no Mada, dia 31, acontece a apresentação de Eduardo in Concert, Teclado, Piano e Voz.

Segundo a presidente da Fundação Cultural, Sumayra Oliveira, a ideia de realizar o projeto foi para incentivar as pessoas, em especial crianças e adolescentes, a visitarem os museus, formando novos públicos, além de unir a cultura com o conhecimento aos acervos do município, aliado à boa música.
Vale lembrar que o Museu de Arte Sacra (MAA) fica na praça Manoel Terra, com exposição do acervo aberto para visitação de terça a sexta-feira, das 12h às 18h, e sábado e domingo das 8h às 12h. Já o Museu de Arte Decorativa (Mada) tem a exposição do acervo aberta para visitação de terça a sexta-feira, das 12h às 18h, e sábado das 8h às 12h, na rua Maria de Lourdes de Melo Coli, número 30.

fonte:
http://www.jornaldeuberaba.com.br/cadernos/cidade/9353/mas-recebe-

Reformulado, Museu do Futebol do Mineirão reabre na próxima terça

Com cinco novos espaços, o local oferece várias atrações para o público que quer conhecer um pouco mais da história do futebol mineiro.




A calçada da fama é uma das atrações que o visitante vai poder conferir no Museu do futebol








Os personagens que ajudaram a escrever os 48 anos de vida do Mineirão ganharam mais espaço no estádio. Remodelado, o museu do Futebol Brasileiro está pronto para ser reaberto ao público. Na próxima terça-feira, os visitantes já poderão conferir as novidades do local, que vai ser vistoriado pelos bombeiros nesta quinta-feira.




São cinco novos espaços para visitação e 14 no total. O coordenador do Museu, Thiago Costa, explicou como se deu o processo de expansão do projeto.

“A ideia é trazer o futebol não só com a história do estádio, mas ampliar o esporte dentro da história da cidade e do país como cultura”, destacou.

As salas contemplam dados da construção e inauguração do Mineirão, com relíquias como uma catraca original do estádio. A história de Belo Horizonte é outro material em exposição. Os visitantes também tem uma sala onde podem gravar o momento mais marcante que tiveram no Gigante da Pampulha.

A história do futebol é contada por meio de imagens, objetos, além de painéis multimídias que auxiliam o torcedor a compreender as regras do mundo da Bola e os esquemas táticos dos times.

O futebol mineiro tem um lugar especial na sala Campos Gerais. Há placas dos belos gols marcados no Mineirão, a calçada da fama dos jogadores e objetos de colecionadores.

O ex-jogador do Cruzeiro, Wilson Piazza, aprovou as mudanças no museu. “Nós ficamos orgulhosos de ter uma história que represente um ensinamento de vida e conquistas atreladas à história do clube e do próprio futebol mineiro”, disse o ex-atleta.

Outro craque do passado, Procópio Cardoso ressaltou um momento marcante que viveu no estádio. “Eu tive a felicidade de participar da inauguração do Mineirão. Conheço bem, joguei aqui várias vezes. Vejo com alegria. Bem cuidado, como esse museu. É uma história que fica. É uma arte que está dentro do museu. Museu é pra isso”, concluiu.

Serviço

Funcionamento:

Segunda à sexta: 09h às 17h

Sábado e domingo: 09h às 13h (exceto em dias de jogos)

Os interessados podem marcar data e horário para conhecer o Mineirão e o Museu Brasileiro do

Futebol pelo telefone (31) 3499-4333 ou e-mail: ouvidoria@minasarena.com.br.

Valor da entrada para o museu ou estádio: R$ 8

Museu e estádio: R$ 14


FONTE:
http://www.otempo.com.br/superfc/reformulado-museu-do-futebol-do-mineirão-reabre-na-próxima-terça-1.777228

França vai devolver três pinturas roubadas por nazistas

Esses quadros fazem parte das cerca de 2.000 obras sem proprietário identificado, com o status MNR (Museus Nacionais Recuperação) desde 1949


Visitante observa quadro "Vênus e Ninfa tomando banho": em 20 anos​​, o governo francês devolveu apenas cerca de 70 obras

Paris - A França vai restituir três pinturas roubadas pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, anunciou nesta terça-feira a ministra da Cultura, Aurélie Filippetti.

"Três obras serão restituídas ​​sem demora", declarou a ministra. Trata-se de uma "Paisagem montanhosa" do pintor flamengo Joos de Momper, um retrato de uma mulher do século XVIII e uma pintura a óleo sobre madeira representando a "Madonna com a Criança".

Dois quadros estavam expostos no Louvre e o terceiro, no museu de Dijon (centro-oeste da França).

"Eu vou devolvê-los o mais brevemente possível aos familiares de seu proprietário no momento do roubo", indicou a ministra.

Esses quadros fazem parte das cerca de 2.000 obras sem proprietário identificado, com o status MNR (Museus Nacionais Recuperação) desde 1949.

Elas são mantidas em museus franceses, sob custódia do Estado, que devem exibi-las ao público, enquanto uma reivindicação é aguardada.

Em março de 2013, a ministra já havia restituído sete trabalhos aos descendentes dos legítimos proprietários.

Em vinte anos​​, o governo francês devolveu apenas cerca de 70 obras.

Para agilizar o processo, a ministra pediu a sua equipe para procurar os proprietários, mesmo sem pedido de restituição.

"Das 145 obras cuja espoliação é quase certa, os direitos sobre 28 obras estão prestes a serem identificados pelo grupo de trabalho", indicou a ministra.

No ano passado, foi criado um grupo de trabalho, composto por membros da equipe MNR, curadores, arquivistas, historiadores, membros da Comissão de indenização das vítimas de espoliação (CIVS) e da Fundação para a Memória da Shoah.

fonte:
http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/franca-vai-devolver-tres-pinturas-roubadas-por-nazistas

Governo capacita profissionais para Sistema Estadual de Museus em Florianópolis

Marcelino Donizeth de Mello Correia, conservador e restaurador do Atecor, explica que a proposta é capacitar profissionais para atuarem na rede do Sistema Estadual de Museus. “Será escolhido um representante de cada uma das sete regiões museológicas”.

O estágio ocorrerá no período de 17 de março a 9 de dezembro de 2014, às segundas e terças feiras, uma vez por mês, das 9h às 12h e de 13h às 17h. As atividades ocorrerão nas dependências da Fundação Catarinense de Cultura, na Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, em Florianópolis.

Os candidatos deverão preencher a Ficha Cadastral, no link http://tinyurl.com/ngyseus até o dia 21 de fevereiro. Após o preenchimento da ficha de inscrição cada candidato deverá enviar para o e-mail atecor@fcc.sc.gov.br a avaliação dissertativa.

Mais sobre o Atecor - Criado em 1982, o Atecor é um setor da Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural. Presta serviços de conservação-restauração aos acervos dos museus vinculados à Fundação Catarinense de Cultura e de obras de arte de propriedade do Estado.

É responsável pela aprovação de projetos e fiscalização de intervenções de conservação-restauração nos bens móveis e integrados existentes nos bens edificados tombados pelo Estado. Também assessoria técnica às instituições que necessitam de atendimento em conservação de acervos museológicos.

fonte:
http://www.correiodailha.com.br/noticias/lernoticia.php?id=20946

Museu Berardo eleito pelo Guardian com um dos melhores da Europa Ler mais

O Museu Coleção Berardo é um dos 10 melhores museus gratuitos da Europa. A lista foi divulgada pelo jornal britânico Guardian e salienta a diversidade das obras da coleção.

"Um recente e impressionante acréscimo na lista de atrações culturais em Lisboa." É assim que Will Coldow, repórter da secção de viagens do Guardian, descreve o museu português.

O espaço museológico é elogiado pela publicação inglesa, que descreve o museu como um moderno espaço "preenchido com obras vibrantes dos principais artistas do movimento pop art, como Warhol, Pollock e Lichtenstein, assim como trabalhos de grandes nomes como Picasso, Dali e Francis Bacon."

A exposição temporária "O Consumo Feliz" também é referida no artigo. Considerada única, a coleção de arte publicitária é descrita como "um maravilhoso painel de cartazes vintage que você gostaria de ter".

Para além do museu português, a lista inclui mais 9 museus com entrada gratuita na Europa. A iniciativa está inserida na secção "Como ver o mundo gratuitamente (ou quase)"da publicação inglesa.

Da lista de melhores museus também fazem parte o Museu de Arte Moderna (em Paris, França), o Amsterdam Stadsarchief (Arquivo da cidade de Amesterdão, na Holanda), o Memorial do Muro de Berlim (na Alemanha), o Museu Nacional de Copenhaga (na Dinamarca, o Museu de Belas-Artes de Nice (em França), o Museu do Prado (em Madrid, Espanha), o Museu Florence Nightingale (Em Istambul, na Turquia), o Museu Histórico da Libertação (em Roma) e o Museu de Fotografia de Reiquejavique (na Islândia).


fonte: http://visao.sapo.pt/museu-berardo-eleito-pelo-guardian-com-um-dos-melhores-da-europa=f766044#ixzz2r7TssIV4