Listen to the text.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Museu da casa de Jorge Amado deve ficar pronto dia 2 de julho, diz prefeito

Data marca Independência da Bahia e também aniversário de Zélia Gattai.
Investimento será de R$ 6 milhões. Prefeitura vai disponibilizar R$ 3 mi.
 


A casa do Rio Vermelho onde viveram os escritores Jorge Amado e Zélia Gattai já tem data para se tornar museu. Em uma celebração realizada na sexta-feira (31), em Salvador, o prefeito ACM Neto anunciou que a obra deve ficar pronta no dia 2 de julho deste ano.

“Nós vamos trabalhar para que no dia 2 de julho, que é o dia da independência da Bahia e é o dia do aniversário de Zélia, a gente possa estar aqui inaugurando a casa e entregando essa casa a todo Brasil”, disse o prefeito.

O museu terá investimento de R$ 6 milhões, R$ 3 milhões da prefeitura e o restante da iniciativa privada. Quem visitar o local vai percorrer mil metros quadrados dentro da casa, inclusive o jardim onde estão as cinzas de Jorge e Zélia. Cada ambiente vai ser identificado por temas. São 20 no total. No jardim terá o tema "Os Orixás", uma referência ao candomblé que Jorge e Zélia respeitavam. “Ao abrir essa casa permite aos leitores de Jorge e de Zélia conhecerem além do autor, além das obras, conhecerem o homem, a mulher, o casal”, disse João Jorge Amado, filho de Jorge Amado.

Há uma estimativa de 10 mil visitantes por mês para o museu. A filha do casal, Paloma Amado, também aguarda com ansiedade o dia em que as emoções da casa do Rio Vermelho chegarão a todo o público. “Debaixo dessa mangueira, que é uma mangueira de manga carlotinha, é que estão as cinzas deles dois. E só deles dois, porque mamãe disse para mim e para o meu irmão, depois da morte do papai: 'não quero ninguém com a gente, somos só nós dois, porque aqui somos nós dois'. E ela tinha a razão dela, essa é a casa de Zélia e Jorge", diz Paloma.

Anúncio
A prefeitura de Salvador anunciou na quarta-feira (29) que vai trasformar em um memorial a casa onde viveram os escritores Jorge Amado e Zélia Gattai. O casal viveu durante anos na rua Alagoinhas número 33, no bairro do Rio Vermelho e se tornou um ponto de encontro de amigos, intelectuais e políticos.

A parceria será firmada com a família Amado em uma celebração na sexta-feira (31), onde o prefeito ACM Neto e o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani vão explicar como será viabilizado o projeto e o investimento. 
 
fonte:
http://g1.globo.com/bahia/noticia/2014/02/museu-da-casa-de-jorge-amado-deve-ficar-pronto-dia-2-de-julho-diz-prefeito.html

Museu expõe restos do europeu de olhos azuis e pele morena de 7 mil anos

O esqueleto de La Braña 1, o europeu de 7 mil anos atrás que a análise do genoma pela primeira vez na história afirmou que se tratava de um homem de pele morena e olhos azuis, correspondente à etapa do Mesolítico, está exposto desde esta quinta-feira no Museu de León junto com 24 dentes de cervo adulto.

fonte:
 http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/videos/museu-expoe-restos-do-europeu-de-olhos-azuis-e-pele-morena-de-7-mil-anos,7311475.html

França vai devolver pinturas roubadas pelos nazistas

Três obras atualmente em museus do país serão restituídas aos descendentes dos proprietários originais


Dois quadros estavam expostos no Louvre e o terceiro, no museu de Dijon

A França vai restituir três pinturas roubadas pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, anunciou a ministra da Cultura, Aurélie Filippetti. Trata-se de uma "Paisagem montanhosa" do pintor flamengo Joos de Momper, um retrato de uma mulher do século XVIII e uma pintura a óleo sobre madeira representando a "Madonna com a Criança". Dois quadros estavam expostos no Louvre e o terceiro, no museu de Dijon (centro-oeste da França).

Esses quadros fazem parte das cerca de 2.000 obras sem proprietário identificado, com o status MNR (Museus Nacionais Recuperação) desde 1949. Elas são mantidas em museus franceses, sob custódia do Estado, que devem exibi-las ao público, enquanto uma reivindicação é aguardada.

Em março de 2013, a ministra já havia restituído sete trabalhos aos descendentes dos legítimos proprietários. Em vinte anos , o governo francês devolveu apenas cerca de 70 obras. Para agilizar o processo, a ministra pediu a sua equipe para procurar os proprietários, mesmo sem pedido de restituição.
 
fonte:
 http://www.gaz.com.br/_conteudo/2014/01/noticias/mundo/12607-franca-vai-devolver-pinturas-roubadas-pelos-nazistas.html
 

Venda de coleção Miró «é um erro grave de política cultural» ( .pt )

Opinião do presidente da direção da comissão nacional do Conselho Internacional de Museus

O presidente da direção da comissão nacional do Conselho Internacional de Museus (ICOM), Luís Raposo, considerou esta sexta-feira que a decisão de vender a coleção de 85 obras de Miró «é um erro muito grave de política cultural».

Em declarações à agência Lusa, sobre a venda dos quadros provenientes do antigo Banco Português de Negócios (BPN), em leilão, pela Christie¿s, em Londres, a 04 e 05 de fevereiro, Luís Raposo defendeu que o acervo «deveria ficar em Portugal».

O conjunto de obras do pintor catalão - composto por desenhos e pinturas - ficou nas mãos do Estado após a nacionalização do ex-BPN.

Esta sexta-feira, a maioria PSD/CDS rejeitou, na votação em plenário da Assembleia da República, um projeto de resolução do Grupo Parlamentar Os Verdes, no sentido de suspender a venda, e os projetos, no mesmo sentido, do PCP e do PS, foram igualmente chumbados este mês.

«Se de facto, como dizem alguns especialistas, a coleção é representativa e de qualidade, criada por um pintor da referência da História da arte, ficando num museu, em Portugal, seria um catalisador importante para atrair turistas», argumentou o presidente da direção nacional do ICOM.

Para Luís Raposo, a manutenção das obras num museu de arte contemporânea do país «seria um poderoso investimento a analisar economicamente, com grande retorno a longo prazo e prestígio para Portugal».

Na quarta-feira, o Grupo Parlamentar do PS anunciou que, tendo esgotado todas as iniciativas parlamentares no sentido de suspender a venda das obras em leilão, iria apresentar um pedido de providência cautelar.

Fonte do gabinete de assessoria de imprensa da Procuradoria-Geral da República confirmou à agência Lusa que o documento deu entrada naquela entidade ao fim da tarde de quinta-feira. «O mesmo foi remetido ao Ministério Público junto do Tribunal Administrativo competente para apreciar se existem elementos que permitam requerer a providência indicada», acrescentou a mesma fonte.

Na quinta-feira, foi aprovado, por unanimidade, na Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, um parecer e relatório sobre a petição em defesa da «Manutenção em Portugal das obras de Miró», que já recolheu mais de 8.800 assinaturas desde o início de janeiro.

Os peticionários também enviaram o documento para o Parlamento Europeu, esperando que aquela instância possa inviabilizar o processo.

A deputada Gabriela Canavilhas entregou a 15 de janeiro um requerimento à Direção-Geral do Património solicitando a inventariação e classificação das obras de Miró, mas diz que, «até agora, infelizmente, não houve nenhuma resposta».

Quando a petição foi lançada, o secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, disse que «a aquisição da coleção de Joan Miró não é considerada uma prioridade no atual contexto de organização das coleções do Estado» português. 



fonte:
http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/miro-pinturas-colecao-leilao-bpn-tvi24/1533695-4071.html

Estátua de Gonzagão e museus são obstruídos por veículos infratores

Leitor enviou imagens de placas que indicam desrespeito às leis de trânsito.
Problema prejudicaria ações turísticas na cidade, segundo internauta.

Estátua de Gonzagão e museus são obstruídos por veículos infratores
Leitor enviou imagens de placas que indicam desrespeito às leis de trânsito.
Problema prejudicaria ações turísticas na cidade, segundo internauta.

Ao fundo, estátua de Luiz Gonzaga e o telhado de casa que abriga museus. (Foto: Geraldo Pereira/ VC no G1)

Veículos estão obstruindo o acesso a museus e a visão à estátua do sanfoneiro Luiz Gonzaga, estabelecidos no Pátio de Eventos em Caruaru, no Agreste pernambucano. De acordo com o internauta Geraldo Pereira, caminhões estacionam no local há aproximadamente seis meses, a qualquer hora e em quaisquer dias. Porém, na via, não podem entrar veículos deste porte, tampouco podem permanecer, segundo as imagens de placas enviadas por ele. 

 
Turistas não conseguem tirar fotos ao lado da
estátua, diz leitor. (Foto: Geraldo Pereira/ VC no G1)

O problema prejudicaria ações turísticas, já que, no pátio, funcionam o Museu do Barro, com peças de mestres artesãos do município, o Museu do Forró, com artigos de Luiz Gonzaga e parceiros dele, além de uma pinacoteca, do Museu da Fábrica Caruá e da Fundação de Cultura e Turismo. "Não tem onde estacionar ônibus nem tem como o turista tirar fotos com a estátua. Até a direção dos museus pediu para a Destra [Autarquia de Defesa Social, Trânsito e Transportes de Caruaru] resolver isso", afirmou o leitor, que é guia turístico no município.

Ainda segundo Geraldo Pereira, há também uma feira de venda e troca de motos ocorrendo próxima ao do ponto turístico, às quintas-feiras.

Nota da Redação: Sobre a feira de motos no Pátio de Eventos, a assessoria da Fundação de Cultura e Turismo comunicou que o evento é irregular e não houve nenhuma solicitação por parte dos organizadores para estar no local. Inclusive, ainda segundo a assessoria, correntes foram colocadas em torno do pátio porque a feira estaria invadindo o espaço. Já a assessoria de imprensa da Destra informou que "irá reforçar a fiscalização para notificar todos os veículos que estiverem estacionados em local proibido, já que há sinalização em toda aquela área. A autarquia pede ainda a atenção e o respeito dos condutores quanto às leis de trânsito e o seu devido cumprimento".

Placas fixadas na via de acesso ao Pátio de Eventos de Caruaru. (Foto: Geraldo Pereira/ VC no G1)

fonte:http://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/vc-no-g1-tv-asa-branca/noticia/2014/01/estatua-de-gonzagao-e-museus-sao-obstruidos-por-veiculos-infratores.html

Geraldo Pereira Internauta, Caruaru, PE