quarta-feira, 5 de março de 2014

Museu Picasso deverá reabrir em Junho em Paris


Ainda há cheiro de tinta fresca e poeira, mas a administração do Museu Picasso, em Paris, garante que o espaço estará aberto ao público a 20 de Junho deste ano.


Fechado desde Agosto de 2009, o museu prepara-se para abrir ao público, após as polémicas relacionadas com o atraso nas obras do Hotel Salé, prédio do século XVII localizado no quarteirão de Marais e que abriga o museu desde 1985.

«Já estamos a preparar-nos para hospedar a Festa da Música», afirmou a presidente do Museu Picasso, Anne Baldassari, referindo-se à tradicional festa francesa que ocorrerá no dia 21 de Junho. 


Museu Picasso deverá reabrir em Junho em Paris 


fonte:
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=689024

Orquestra Barroca do Amazonas faz apresentação no Museu de Arte Sacra

A Orquestra Barroca do Amazonas (OBA), especializada no repertório lírico luso-brasileiro do período colonial, abre na terça-feira (11/3), às 20h, na capela do Convento do Carmo, no Museu de Arte Sacra da Bahia, em Salvador (BA), a turnê nacional do projeto “Ópera no Brasil Colonial”. Com patrocínio da Petrobras, por meio da seleção pública do Programa Petrobras Cultural, a OBA irá percorrer 25 cidades brasileiras ao longo de dois anos.
 
Apresentação da OBA em Manaus, na Igreja de São Sebastião
Apresentação da OBA em Manaus, na Igreja de São Sebastião



Serão árias a solo ou em duos, trios e quartetos, com acompanhamento orquestral, extraídas das óperas Capitão Belizário, A Mulher Amoroza, As Variedades de Proteu, Precipício de Faetonte, Dido Desamparada, Guerras do Alecrim e Mangerona e Demetrio, com música de diversos autores do século XVIII, sendo obras relacionadas ao Brasil daquela época.



A OBA dispõe de fontes musicais, provenientes de diversos acervos de Brasil e Portugal. Como grupo artístico integrado por cantores e instrumentistas, do Brasil e do exterior, irá se apresentará em média com 10 pessoas e fará 27 concertos em dois anos. Neste primeiro ano serão visitadas as cidades de Salvador (BA), Recife e Olinda (PE), João Pessoa (PB), Fortaleza (CE) e Belém (PA). No segundo ano, serão 15 concertos em 5 estados brasileiros, incluindo o Norte, o Sul e o Sudeste do Brasil.



As apresentações serão realizadas em espaços históricos (teatros, igrejas, paços) de acesso público gratuito, componentes fundamentais para o conceito do projeto. Os concertos serão de 75 minutos, semi-encenados, em formato didático, com apoio de material impresso que será distribuído ao público.

A OBA conta com o apoio da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Secretaria de Cultura do Pará (Secult-PA), Fundação Carlos Gomes (PA) e Departamento de Música da Universidade Federal da Bahia.



Educação Musical

Em cada concerto o grupo contará com artistas convidados, do local visitado, ou trazidos do exterior, de modo a diversificar cada espetáculo, tecer teias de relacionamentos musicais, estabelecendo rede de intérpretes em volta do projeto. Na apresentação em Salvador, o convidado é o músico José Maurício Brandão (Cravo).

Cada concerto será precedido de explicação didática sobre o repertório e seu contexto, em local histórico ou instituição educativa, de forma aberta e gratuita.



No primeiro ano o trajeto se denominará "Do Nordeste litorâneo ao sertão da Amazônia", enquanto no segundo ano será "O caminho do ouro e das especiarias: do Rio ao planalto". Um CD registrará o trabalho inédito, sendo que metade da tiragem será distribuída gratuitamente no país às instituições de apoio à cultura, e a outra metade distribuída comercialmente pela Amazon.com em âmbito internacional.



Estados onde serão realizadas as apresentações.

Ano 1: Amazonas, Pará, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Bahia.
Ano 2: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Amazonas.

A Orquestra Barroca do Amazonas (OBA) foi criada em 2009 por professores e alunos de graduação e pós-graduação em Música da Universidade do Estado do Amazonas, interessados no imenso patrimônio brasileiro do período colonial, especialmente dos séculos XVIII e começo do XIX. O grupo usa cópias fieis de instrumentos de época e leitura historicamente inspirada das fontes musicais.



Desde sua criação, a OBA já esteve em diversas cidades do Brasil (todas as capitais da Amazônia Legal) e do exterior (Lisboa, Turim, Salamanca etc), em festivais de ópera e música sacra, se apresentando em igrejas e teatros históricos, assim como em modernas salas de concerto.



Em 2013 lançou o CD Dei Due Mondi, com obras de autores italianos e ibéricos, que influenciaram a formação do contexto lusófono em que se insere o Brasil.



fonte:
http://www.tribunadabahia.com.br/2014/03/05/orquestra-barroca-do-amazonas-faz-apresentacao-no-museu-de-arte-sacra

Dia internacional da mulher. EXPOSIÇÃO: "Questões do universo feminino"



EXPOSIÇÃO: "Questões do universo feminino" comemora em 10-03-2014 - (segunda) à 18hs




Como a mulher enxerga a vida e como ela se expressa?
Como o feminino aparece na arte?

11-03 – (terça) Mary Yamanaka apresenta trabalho de pesquisa da CAPA do livro  “FESTAS DE CARRO DE BOI” de Rogério Corrêa – 18hs
14-03 – (quinta) Lançamento "IDEIAS" o espaço de co-criação para os artistas  – 16hs
20-03 – (quinta) Renata Andrade - Poética nas obras 18h

Idealizador: Edison Mariotti -  GALERIA VIRTUAL- www rc com br

LOCAL: Centro Cultural Árabe Sírio,
Rua dos Ingleses, 149 - BIXIGA - BELA VISTA - SP - SP

"A ARTE" supera conflitos!