domingo, 23 de março de 2014

Grupo transforma muros da Zona Leste de SP em galeria de arte


Artistas urbanos fazem grafites em comunidade de São Mateus.

Eles viajarão aos EUA para participar de festival de jazz em New Orleans.


Um grupo de artistas urbanos resolveu transformar os muros de uma comunidade na periferia de São Mateus, Zona Leste de São Paulo, numa espécie de galeria de arte a céu aberto. Grafites retratam os problemas vividos pelos moradores do bairro e a rotina deles. O Parceiro do SP foi até o local conferir a exposição colorida e gratuita.

Para a cantora Jo Maloupas, moradora da comunidade, os trabalhos a fazem lembrar da sua própria vida no bairro. "É uma coisa bem próxima do nosso cotidiano", disse.

Negotinho, articulardo cultural, se viu retratado no bairro pelos artistas. "Sou eu mesmo", disse ele apontando para seu rosto pintado num muro.

Toddy e outros artistas do grupo OPNI vão para New Orleans, nos Estados Unidos, em abril, para participar do festival de jazz da cidade. Os artistas vão fazer grafites, ao vivo, como os expostos em São Mateus, para o público do festival.

Em 2010, o grupo participou da '1ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art', no MUBE. Em 2012, foram convidados para interpretar os painéis “Guerra e Paz”, de Portinari, a partir da técnica de arte do grupo, na ocasião do encerramento da exposição em São Paulo.

Em seu site na internet, o OPNI informa que foi criado em 1997, e, inicialmente por cerca de 20 jovens da periferia. Desde então, atua em diversas áreas das artes, como muralismo, plásticas e ilustrações.

fonte:

 http://g1.globo.com/sao-paulo/parceiro-sp/noticia/2014/03/grupo-transforma-muros-da-zona-leste-de-sp-em-galeria-de-arte.html

Livro «Judeus Ilustres de Portugal» é apresentado amanhã no museu municipal de Faro



O livro «Judeus Ilustres de Portugal», da autoria de Miriam Assor, vai ser apresentado amanhã, domingo, 23, às 15:30 horas, no museu municipal de Faro, em sessão que contará com a presença da autora.

Jornalista e filha de Abraham Assor, antigo rabino da Comunidade Israelita de Lisboa, Assor apresenta ao pormenor, ao longo das cerca de 250 páginas que compõem este trabalho de investigação, a vida e obra de 14 homens e mulheres que viveram entre os séculos XV e XX.

Dessa listagem de notáveis, salientam-se figuras como o médico Amato Lusitano, o naturalista Garcia da Orta, o cientista Pedro Nunes ou ainda os irmãos gémeos Samuel e Joel Sequerra, nascidos em Faro. 
 
 
fonte>
http://www.regiao-sul.pt/noticia.php?refnoticia=144736