sexta-feira, 4 de julho de 2014

Museu dos Escravos passa por obras de recuperação em São Vicente, SP

Reforma irá custar R$ 300 mil. Obras já começaram no local.
Fachada será restaurada e impermeabilizada.


 
Museu dos Escravos inicia obras em São Vicente
(Foto: Divulgação/ Pref. Municipal de São Vicente)

As obras de recuperação do Museu dos Escravos em São Vicente, no litoral de São Paulo, foram iniciadas na área que fica no Parque Ecológico do Voturuá. Os trabalhos são custeados com uma verba de R$ 300 mil, assegurada em convênio firmado entre a prefeitura da cidade e o Departamento de Apoio e Desenvolvimento das Estâncias (DADE).

O projeto tem como objetivo a restauração e impermeabilização da fachada, com painéis em relevo feitos pelo ceramista e escultor Geraldo Albertini, já falecido. Um artista plástico deve ser contratado especialmente para esse trabalho.

As obras começaram com o tratamento contra cupins no interior do museu e, agora, avança para a feitura do novo piso, que manterá as características do lugar. O madeiramento do telhado vai ser reforçado. O acervo do local conta com peças de cerâmica assinadas por Albertini, que já foram restauradas e estão no almoxarifado do Parque Ecológico.
 
fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/07/museu-dos-escravos-passa-por-obras-de-recuperacao-em-sao-vicente-sp.html

Museu de Pesca de Santos, SP, é reformado e reaberto ao público

Local estava fechado desde setembro de 2013.

Governador também autorizou início das obras do Parque Tecnológico.
 


Museu de Pesca é entregue após reforma (Foto: Divulgação/Governo do Estado)

O Museu de Pesca de Santos, no litoral de São Paulo, que estava fechado desde setembro do ano passado, foi reaberto nesta sexta-feira (4), após uma grande reforma. A cerimônia contou com a presença do governador Geraldo Alckmin, que também assinou um documento autorizando o início dos serviços para a construção do núcleo do Parque Tecnológico de Santos.

Ossada de baleia está exposta no Museu de
Pesca (Foto: Divulgação/Governo do Estado)


O museu foi totalmente restaurado e ganhou nova pintura, telhado, parte elétrica e acessibilidade. O prédio foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephat). A principal atração do museu continuou sendo a ossada de baleia encontrada em Peruíbe em 1942 que tem 23 metros de comprimentos e pesa 7 quilos.

O governador também assinou a autorização para o início das obras do Núcleo do Parque Tecnológico de Santos. O local vai abrigar empresas voltadas aos setores de petróleo, gás natural, energias renováveis, porto, logística, tecnologia da informação e comunicação, desenvolvimento urbano e meio ambiente. O Parque terá ainda o Laboratório de Logística, Mobilidade Urbana e Implicações Ambientais, apoiado pela Escola Politécnica da USP.

O empreendimento será construído em uma área de 220 mil m², entre os bairros do Valongo e da Vila Mathias. O investimento total ultrapassa R$ 16 milhões em investimentos - o Estado entrará com R$ 10 milhões, e a prefeitura, com R$ 6 milhões.

fonte @edisonmariotti #edisonmariotti http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/07/museu-de-pesca-de-santos-sp-e-reformado-e-reaberto-ao-publico.html