domingo, 17 de agosto de 2014

Cientista de Novosibirsk é eternizado em museu norte-americano

O cientista de Novosibirsk Yuri Kondratuk foi perpetuado no salão da fama do Museu de História da Exploração Espacial, nos Estados Unidos, escreve o sibkray.ru, referindo-se à declaração do prefeito Anatoli Lokot.


Foto: ru.wikipedia.org

"O nosso compatriota está em pé de igualdade com esses luminares da ciência como Konstantin Tsiolkovsky, Serguei Korolev, Yuri Gagarin, Alexei Leonov, Valentina Tereshkova, Svetlana Savitskaya, Valeri Kubasov. Este é o reconhecimento global da ciência russa e soviética", disse o prefeito de Novosibirsk.

O Museu de História da Exploração Espacial indicou que Kondratuk "antecipou eventos futuros e formulou a evolução provável dos trabalhos, que respondiam às necessidades da época, suas ideias tiveram um impacto significativo sobre a exploração espacial".

O cientista construiu o esquema de decolagem da Terra e de pouso na Lua de naves espaciais. Seus projetos foram usados pela NASA no lançamento da Apollo.