Listen to the text.

sábado, 13 de setembro de 2014

Arqueólogos realizam mapeamento subterrâneo em Stonehenge


Arqueólogos revelaram o mapa mais detalhado já produzido sob o Stonehenge e seus arredores, a partir da combinação de diferentes instrumentos para digitalizar a área a uma profundidade de três metros. Os pesquisadores usaram seis técnicas diferentes para fazer a varredura de toda área em diferentes profundidades. Entre os instrumentos utilizados está o magnetômetro guiado por GPS, radar de penetração no solo (GPR) e um laser scanner 3D. 
 
Arqueólogos realizam mapeamento subterrâneo em Stonehenge



A equipe combinou diferentes instrumentos para varrer a área

“Utilizando o GPR é possível ver através do solo e explorar como a civilização parecia milhares de anos atrás,” disse Nishad Karim, pesquisadora da Universidade de Leicester, que utiliza instrumentos semelhantes para reconstruir túmulos da família Tudor, do século 16.

Os primeiros resultados da pesquisa sugerem que o monumento foi acompanhado por 17 santuários vizinhos e há, ainda, vestígios de até 60 pilares de rocha que faziam parte do “super – henge” – um círculo de rochas muito maior do que Stonehenge, composto por rochas enormes que formam uma circunferência de 1,5 km de diâmetro, previamente identificado em Durrington Walls.

Os pesquisadores identificaram uma construção em madeira de 33 m de comprimento, de cerca de 6 mil anos, provavelmente utilizada para rituais.

“A construção tem três fileiras de pilares de sustentação mede cerca de 300 m² e tem uma forma levemente trapezoidal, algo interessante porque, na mesma época, cerca de 100 ou 200 anos antes, podia-se encontrar este tipo de construção trapezoidal usando monumentos megalíticos”, disse Wolfgang Neubauer, diretor do Instituto Ludwig Boltzmann, que também participou da pesquisa.

A pesquisa também revelou dois poços no interior da pré-história, uma enorme vala circular, o que lembra uma pista de corrida romana. Os poços estão alinhados com o nascer e o pôr-do-sol no solstício de verão.



A separação temporal entre os monumentos indica que não foram concebidos ou planejados como um todo. “As estruturas orientam os construtores. Uma vez que você tem algumas coisas no lugar, outras coisas acontecem porque outras já existem”, explicou Vincent Gaffney, pesquisador da Universidade de Birmingham.


Os monumentos que os pesquisadores encontraram na região do Stonhenge

Estes resultados preliminares refletem a complexidade da história da evolução da paisagem, que será descoberta lentamente assim que os pesquisadores começarem a analisar profundamente os dados.

fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti http://mundogeo.com/blog/2014/09/12/arqueologos-revelam-mapa-subterraneo-de-stonehenge/

Música, animação de rua, instalações artísticas, teatro, museus abertos e um leque muito variado de atividades culturais vão animar a cidade e as mais de 100 mil pessoas esperadas na Noite Branca.


Noite Branca Braga 2014
espera mais de 100 mil pessoas




Está tudo a postos para a Noite Branca 2014 que acontece amanhã, dia 13 de Setembro. As previsões meteorológicas para a festa mais aguardada do ano, em Braga, são favoráveis, prevendo-se temperaturas entre os 15º e os 26º.

Música, animação de rua, instalações artísticas, teatro, museus abertos e um leque muito variado de atividades culturais vão animar a cidade e as mais de 100 mil pessoas esperadas na Noite Branca. "Vem passar a noite em branco", é o mote do evento que alia grandes nomes da música nacional, como Pedro Abrunhosa, Ana Moura e Azeitonas com Big Band, com um conjunto de propostas culturais que garantem 12 horas de programação surpreendentes.

O evento, que vai já na terceira edição, conta com dois palcos. O palco Braga, instalado na Praça do Município, receberá grandes artistas a partir das 20h00. Já na Avenida Central estará o palco GNRation@, onde, a partir das 00h30, atuarão Octa Push, Batida, DJ Marfox e DJ Nigga Fox, as grandes promessas da música nacional.

A grande novidade da edição 2014 é o acesso gratuito a museus, galerias, salas de espetáculo, espaços artísticos e outras instituições culturais da cidade. Entre elas, o Museu da Imagem, o Museu Biscainhos, o Museu Nogueira da Silva, o Museu D. Diogo de Sousa, o Theatro Circo e o GNRation, que irão apresentar iniciativas culturais e de lazer para todos os gostos e idades.

Foi ainda promovido um concurso "Braga Vai Passar A Noite Em Branco", pela Fundação Bracara Augusta, que resultou na seleção de 13 projetos apresentados por cidadãos e coletivos bracarenses. Os projetos selecionados garantem uma variedade de propostas culturais que inclui performances, instalações, dança, pintura, teatro, intervenções multimédia e muita música e que prometem ser uma das muitas razões para que a festa se prolongue pela noite dentro. A Noite Branca só termina às 7h da manhã, com pequeno-almoço e animação no Mosteiro de Tibães.

Organizado pela Câmara Municipal de Braga e pela Fundação Bracara Augusta, a Noite Branca é um evento aberto à comunidade, sendo apenas pedido aos participantes que se vistam de branco.


fonte @edisonmariotti #edisonmariotti http://www.bragatv.pt/artigo/2374

Inscrições abertas para seminários de Museologia no Politeama e na UFBA

Estão abertas as inscrições para o XV Seminário de Integração Curso de Museologia/Museus da Cidade do Salvador e para o II Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Museologia da UFBA, que acontecem entre os dias 28 e 30 de outubro, no Instituto Feminino (Politeama), e no dia 31 de outubro, nos PAF I e III (Ondina).

O evento contará com a participação de convidados nacionais e estrangeiros que vão analisar e debater sobre patrimônio cultural e os museus na contemporaneidade. Também serão apresentados temas de pesquisa e experiências na área museológica.

A programação contempla ainda três grupos de trabalho nas áreas de museologia, desenvolvimento social e patrimônio, comunicação museológica e museus.

As vagas são limitadas. A taxa de inscrição é de R$ 20,00 para profissional e R$ 10,00 para estudante.

Esses seminários são uma realização conjunta do Programa de Pós-Graduação em Museologia, Departamento de Museologia da Universidade Federal da Bahia - UFBA, apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Fapesb, em parceria com a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB, a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural - Dimus/Ipac e a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.
Confira mais informações e como fazer a inscrição no blog http://seminariomuseologia2014.blogspot.com.br

Anote

o XV Seminário de Integração Curso de Museologia/Museus da Cidade do Salvador e para o II Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Museologia da UFBA

Data: 28 e 29 de setembro / 30 e 31 de outubro
Taxa de inscrição: Estudante – R$ 10,00 / Profissional – R$ 20,00
Local: Instituto Feminino da Bahia - Rua Politeama, 02 - Politeama. Dia 31/10 no PAF I e III - Av. Adhemar de Barros, s/n – Ondina
 
 fonte @edisonmariotti #edisonmariotti Inscrições e mais informações no blog:
http://seminariomuseologia2014.blogspot.com.br

Museu de Arte revela percurso criativo das artes visuais no Estado

O Museu de Arte de Mato Grosso, em pleno Centro Histórico cuiabano, conduz o público a uma viagem pela trajetória criativa das artes visuais no Estado. Em cartaz, a exposição “Little Pocket” com obras de artistas dos mais representativos que começaram trajetória no Ateliê Livre da Universidade Federal de Mato Grosso. A mostra está aberta para visitação até o dia 2 de outubro, de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas.





As obras de diversos suportes e técnicas – e que são provenientes de várias edições do Salão Jovem Arte Mato-Grossense - compõem o acervo permanente do Museu de Arte de Mato Grosso e marcam sua abertura.

O visitante poderá apreciar telas e esculturas feitas por expoentes das artes visuais em Mato Grosso, como Ignêz Corrêa da Costa, Dalva de Barros, Humberto Espíndola, Adir Sodré, Benedito Nunes e Paulo Pires, dentre outros. Destaca a curadora do museu, Viviene Lozi, além do acervo, os visitantes podem se surpreender com as memórias do local onde o MAMT foi instalado. “O público também pode conhecer parte da história da Antiga Residência dos Governadores, saber quem foram os dirigentes de estado que residiram na casa e informações de sua arquitetura de estilo neocolonial de matriz norte-americana datada de 1940”, destaca.

A exposição dos artistas mato-grossenses figura entre as atrações da 8ª Primavera dos Museus, realizada entre os dias 22 e 28 de agosto, neste ano, com o tempo Museus Criativos. A nova edição tem o propósito de retomar a discussão sobre os desafios da atuação interdisciplinar dos museus para sua efetiva comunicação com as comunidades em que estão inseridos. Em Mato Grosso, serão desenvolvidas exposições, espetáculos teatrais e atividades educativas.

O Museu de Arte de Mato atualmente é administrado sob contrato de gestão entre a Associação Casa de Guimarães e a Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso.

SERVIÇO:
Exposição “Little Pocket” com peças de artistas mato-grossenses
Até o dia 2 de outubro, no Museu de Arte de Mato Grosso
Aberto de terça-feira a domingo das 9h às 17h
Agendamento para grupos com mais de 15 pessoas deve ser feito através do telefone (65) 3025-3221
Endereço: Rua Barão de Melgaço, nº 3565 - Cuiabá – MT / Brasil - CEP:78005-300

fonte> @edisonmariotti #edisonmariotti http://www.jcorreio.com.br/index/noticias/id-10262/museu_de_arte_revela_percurso_criativo_das_artes_visuais_no_estado