Google+ Followers

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Alfa Romeo comemora 105 anos com museu e novo modelo Giulia, que poderá vir ao Brasil. O novo modelo incorpora 105 anos de excelência no estilo e tecnologia italiana.

A marca Alfa Romeo está completando 105 anos. E para comemora este aniversário, várias ações estão acontecendo simultaneamente. A marca inaugurou hoje o seu museu histórico em Arese, Milão, Itália. Ele é o verdadeiro "centro da marca", uma ligação perfeita entre o passado, o presente e futuro da Alfa Romeo. Lá também foi apresentado hoje o novo modelo Giulia, expressão máxima da "meccanica delle emozioni", onde toda a criação é centrada no motorista e na promessa de uma experiência de condução estimulante. Este novo modelo mostrará ao mundo pela primeira vez o novo emblema da Alfa Romeo, que foi renovado e modernizado do lado de fora, mantendo intactos a forma distinta e os elementos de estilo que o tornaram um símbolo tão admirado. Um evento especial para celebrar mais de um século de história da marca A.L.F.A. (sigla para “Anonima Lombarda Fabbrica Automobili”), que foi criada em 24 de junho de 1910. Hoje, 24 de junho de 2015, uma nova página está sendo escrita na história da lendária marca Alfa Romeo, que nunca deixa de surpreender.


Museu traz os modelos históricos da marca / FCA







O Museu histórico em Arese inaugurado hoje, 24 de junho, durante a pré-estreia mundial do novo Giulia, abre suas portas ao público em 30 de junho. A visitação pode acontecer durante todos os dias da semana, exceto às terças-feiras, das 10h00 às 18h00, com horário estendido até 22h00 às quintas-feiras (www.museoalfaromeo.com).

O Museu abriga as peças mais significativas da coleção histórica da Alfa Romeo. O local foi inaugurado em 1976, era disponibilizado para os visitantes apenas por meio de reservas, e foi fechado em 2009.

Como parte do plano de relançamento global da Alfa Romeo, o Museu em Arese - local simbólico para a história da empresa - foi escolhido como o ponto de apoio para o renascimento da marca.

O projeto arquitetônico redesenha a funcionalidade do complexo, adaptando-o às novas atividades e também para o fluxo esperado de visitantes. O elemento-chave no projeto é a estrutura vermelha que atravessa todo o complexo, o símbolo do renascimento do museu: um recurso moderno, situado dentro de um contexto de arquitetura dos anos 70, que prevê a necessária ligação entre o passado e o presente.

O local exibe os 69 modelos mais marcantes, não apenas para o desenvolvimento da marca, mas para a própria história do automóvel. Desde o primeiro carro A.L.F.A., com 24 cv, até os lendários vencedores Mille Miglia como o 6C 1750 Gran Sport, conduzido por Tazio Nuvolari, o Touring de 8C e o Gran Premio 159 "Alfetta 159", campeão mundial de Fórmula 1, conduzido por Juan Manuel Fangio; até o Giulietta, icônico carro de 1950, para o Campeonato 33 TT 12.

A essência da marca foi condensada em três princípios: Linha do Tempo, que representa a continuidade industrial; Beleza, que agrega estilo e design; Velocidade, juntando tecnologia e peso leve. Para cada princípio é dedicado um andar do Museu.

A Linha do Tempo ocupa todo o primeiro andar, com uma seleção de 19 carros que melhor representam o desenvolvimento da marca, cada um acompanhado por um painel de informação multimídia. A exposição é composta ainda por uma "memória interativa", uma estação inteligente onde os visitantes podem acessar um sistema interativo para obter mais detalhes sobre a história de cada modelo. A instalação intitulada "Quelli dell'Alfa Romeo"narra como uma lenda foi formada há mais de 100 anos, graças ao trabalho de milhares de homens que contribuíram para o crescimento da empresa.

A segunda parte da exposição, no piso térreo, é chamado de Beleza e dispõe de várias áreas temáticas. O layout foi desenhado com linhas dinâmicas e suaves que lembram o estilo das principais fabricantes de carrocerias italianas: a partir do "I maestri dello stile" (os mestres do estilo), que combina os nove principais exemplos de design de cada época, até a"La scuola italiana" (a escola italiana). No centro encontra-se "Alfa Romeo nel cinema" (Alfa Romeo nos filmes). Tudo isso é seguido por "Il Fenomeno Giulietta" (o Fenômeno Giulietta) e"Giulia: disegnata dal vento" (Giulia: desenhado pelo vento), com modelos que acompanham o crescimento da economia e do gosto italiano nos anos 50 e 60.

A terceira parte é dedicada à Velocidade e se estende por todo o subsolo. Esta é a área mais emocionante, onde os entusiastas da Alfa Romeo podem conhecer as estrelas de grandes vitórias da marca, desde "Nasce la leggenda" (nasce uma lenda), um espetacular espaço multimídia que agrupa as estrelas das competições épicas na época das duas guerras mundiais.

Em seguida, os visitantes entram no "Tempio delle Vittorie" (Templo das Vitórias), um outro espaço onde um show de imagens, sons e filmagens antigas apresenta os 10 maiores triunfos na história da Alfa Romeo. A viagem por entre a lenda termina com um final divertido e espetacular: as "bolle emozionali" (bolhas emocionais) dedicadas à experiência do mundo Alfa Romeo, com um show em realidade virtual filmado em 360°, e uma sala de imersão total, onde os visitantes se sentam em poltronas interativas para assistir filmes em 4D dedicados aos sucessos lendários da Alfa Romeo.

“La meccanica delle emozioni”. Cinco são os elementos que tornaram a Alfa Romeo uma das marcas de automóveis mais cobiçadas do mundo: design italiano diferenciado, tecnologia de ponta e motores inovadores, perfeita distribuição de peso de 50/50, soluções técnicas exclusivas e a melhor relação peso-potência. Estes são os ingredientes indispensáveis ??para a criação de um autêntico Alfa Romeo.

Sentar-se no banco de um novo Alfa Romeo é como entrar em uma nova dimensão que se centra em torno do motorista, disparando emoções e a promessa de uma experiêdncia inesquecível de condução. O mérito vai para a direção sensível, a aceleração responsiva e para a mudança rápida de marchas, além da frenagem. Junto a tudo isso, a tração traseira ou nas quatro rodas é mais do que apenas uma homenagem às raízes mais autênticas da lenda Alfa Romeo: é também uma solução técnica que oferece alto desempenho e um momento surpreendente de diversão.

Em um Alfa Romeo, tudo isso é resumido pelas palavras "la meccanica delle emozioni". Este corajoso e distinto pay-off será divulgado em todo o mundo apenas em italiano para prestar homenagem à sua terra natal, onde a lenda nasceu há mais de um século. Ainda hoje, a marca carrega o orgulho italiano feito para estradas cotidianas, nas mais famosas pistas de corrida e nos corações de milhões de entusiastas nos quatro cantos do planeta.

De um Alfa Romeo surge o equilíbrio perfeito vindo de gerações de sucesso, velocidade e beleza que dão vida à expressão mais elevada do estilo italiano no mundo automotivo. E o novo Alfa Giulia não é exceção:

O novo modelo incorpora 105 anos de excelência no estilo e tecnologia italiana.
O seu design único expressa três características primordiais do design italiano: senso de proporções, simplicidade e acabamento de alta qualidade.
Tração traseira ou nas integral é mais do que apenas uma homenagem às raízes mais autênticas da lenda Alfa Romeo, é também uma solução técnica que garante alta performance e muita diversão. 
Tecnologia de última geração e motores inovadores: o motor turbo de seis cilindros com 510 cv, inspirado na tecnologia Ferrari, é a nova referência de powertrain da marca, que será introduzido na versão Quadrifoglio.
O desempenho é impressionante: de 0 a 100 km/h em apenas 3,9 segundos.
A distribuição de peso é perfeita (50/50 entre os dois eixos), com suspensões sofisticadas (a dianteira é exclusiva da Alfa Romeo).
Soluções técnicas exclusivas e diferenciadas, como a tecnologia Torque Vectoring para um excelente controle de estabilidade.
O Alfa Romeo Giulia combina o desempenho extraordinário do motor e o amplo uso de materiais ultraleves, como fibra de carbono, alumínio e composto de alumínio e plástico, para obter a melhor relação peso-potência (inferior a 3).
O modelo foi apresentado no renovado Museu Alfa Romeo em Arese, Itália, que reabrirá em 30 de junho para os entusiastas e pesquisadores ao redor do globo.


fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti http://www.acritica.net/editorias/automoveis/alfaromeocomemora105anoscommuseuenovomodelogiuliaque/151054/

Nenhum comentário:

Postar um comentário