Google+ Followers

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Museu de Arte Sacra, no Mosteiro de São Bento, em Santos, São Paulo, Brasil, reúne relíquias de muitos séculos.

No local está a primeira imagem sacra feita no Brasil, a de Nossa Senhora da Conceição.

Prédio do atual museu foi o Mosteiro de São Bento;
salão principal já foi o refeitório dos monges


Está em Santos a primeira imagem sacra feita no Brasil, a de Nossa Senhora da Conceição. A escultura em barro, de 1540, pode ser vista ao lado de outras relíquias no Museu de Arte Sacra de Santos (Mass). O salão principal, onde estão essas obras, foi usado como refeitório dos monges até 1958, porque ali funcionou o extinto Mosteiro de São Bento. 

Quando o antigo bispo de Santos, dom David Picão (1923–2009), fundou o Mass, em 1981, ele recolheu peças que estavam em diversas igrejas da Baixada Santista para compor o acervo. 

Imagem de Nossa Senhora da Conceição 

data de 1540 e pode ser vista ao lado de outras relíquias

A imagem de Nossa Senhora da Conceição estava em São Vicente. Outras foram doadas ao longo dos anos, somando hoje mais de 600 itens – esculturas, quadros, crucifixos, roupas e objetos.

Três imagens de madeira (duas de Jesus e uma de Maria), em tamanho real, chamam a atenção pela forma realista com que foram esculpidas. 

Já entre os crucifixos, destacam-se os que possuem marfim em sua composição. No museu, também estão a cadeira que foi usada pelo bispo fundador e uma variedade de quadros, oratórios e missais (livros de leitura usados pelos sacerdotes nas missas) em latim, anteriores à década de 60.

“A História do museu está entrelaçada com a de Santos, é uma das construções mais antigas da Cidade. E também não se pode separar a História do Brasil da religião”, afirma o monitor do museu, Bruno dos Santos Rodrigues. 

Ele lamenta que o Mass não faça parte do roteiro turístico da Cidade. “Isso dificulta o acesso das pessoas. Também há quem tenha receio por causa do morro, mas nunca aconteceu nada aqui, as pessoas podem visitar tranquilamente”, diz o monitor.

Detalhes
A construção branca, semelhante à de uma fortaleza, fica na Rua Santa Joana D’Arc, 795. O acesso é feito pela Avenida Getúlio Vargas, atrás da Rodoviária de Santos, onde há uma escadaria para se chegar ao museu, que fica no sopé do Morro São Bento.

O prédio foi erguido no século 16. Foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1948 e já funcionou como um internato para refugiados russos entre 1958 e 1968, antes de receber a coleção de esculturas e pinturas sacras.

Junto ao museu está a capela de Nossa Senhora do Desterro, mais antiga do que o museu e com altar de bela arquitetura. Alguns materiais não são originais, porque foram modificados erroneamente ao longo dos anos – mas isso não tira a beleza do local. Algumas peças, por exemplo, foram pintadas de prata, de forma equivocada. Também são encontradas lápides de antigos freis, que foram enterrados no local.

Serviço
A entrada para o Mass custa R$ 5,00. O turista que apresentar o voucher do Bonde Turístico ou da linha de ônibus Conheça Santos paga R$ 2,50. O Museu funciona de terça a domingo, das 10 às 17 horas (Rua Santa Cecília, 795, Morro São Bento). Tel.: 3219-1111.

Nirley SenaImagens esculpidas de Jesus e 

Maria em tamanho natural chamam atenção pelo realismo dos traços






Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor.

Vamos compartilhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário