Google+ Followers

sábado, 18 de junho de 2016

Documentos históricos de Macaé, Rio de Janeiro, Brasil, vão ser digitalizados em Cantagalo.

Intercâmbio cultural vai ajudar no trabalho de pesquisadores.

Centro de Memória de Cantagalo vai receber cursos sobre arquivos.


Documentos históricos de Macaé, no litoral do Rio, vão começar a passar por um processo de digitalização a partir de um intercâmbio cultural com Cantagalo, na Região Serrana. Uma visita da equipe da Fundação Macaé de Cultura (FMC) ao Centro de Memória, Pesquisa e Documentação da Unirio, em Cantagalo, no último sábado (11), marcou o início do intercâmbio.

Funcionários do Centro de Memória vão poder participar de cursos com a arquivista da fundação de Macaé, Juliana Alvim. A instituição de Cantagalo vai, em troca, iniciar a higienização mecânica (limpeza de documentos); acondicionamento, quando as folhas antigas são guardadas em papel neutro para melhor conservação; e, por fim, a digitalização, que consiste em facilitar a pesquisa.

O processo vai auxiliar pesquisadores, estudantes e cidadãos comuns que quiserem fazer consultas em livros dos séculos XVII, XVIII e XIX. Será implementado um projeto para arranjo dos documentos em forma digital e treinamento da equipe do Solar dos Mellos.

"Conhecemos o trabalho maravilhoso que aquele centro desenvolve em relação à memória de Cantagalo. Digitalizaram processos cartoriais e da Igreja Católica de lá. Informações como nascimento, vida e morte dos antepassados, dos primeiros habitantes da região, aparecem na tela do computador, preservando, assim, os documentos", informou o vice-presidente de Acervo e Patrimônio Histórico de Macaé, Ricardo Meirelles.

A documentação de Macaé, que está guardada na FMC e que será digitalizada em Cantagalo, é composta por inventários, processos criminais, agravos de instrumento, ações de alimentos, ações executivas, tutelas, justificativa de crédito e outras.





Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor

Vamos compartilhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário