Google+ Followers

terça-feira, 21 de junho de 2016

Egito reabre Pirâmide de Unas. --- Egypt reopens Pyramid of Unas

O Egito reabriu em maio a Pirâmide de Unas para visitação pública, após 20 anos fechada. O monumento localizado na necrópole de Saqqara, próxima ao Cairo, é famoso por ser o primeiro a conter textos funerários entalhados em suas paredes internas, conhecidos como Textos da Pirâmide. Antes, o interior destes túmulos faraônicos não continha incrições, como são os casos das três grandes pirâmides de Giza, localizadas também nas proximidades da capital egípcia.


As inscrições descrevem rituais, orações e cânticos destinados a guiar o rei morto em seu caminho para o outro mundo. Unas foi o último monarca da 5ª dinastia faraônica do Egito, durante o chamado Reino Antigo. Ele reinou por cerca de 30 anos no século 24 a.C.

O sítio fica próximo ao monumento mais famoso de Saqqara, a pirâmide em degraus de Zoser, considerada a primeira pirâmide do Egito. Por fora, o túmulo de Unas chama pouca atenção, pois está em ruínas, as verdadeiras atrações estão no interior do complexo mortuário, as inscrições entalhadas, o teto que reproduz um céu de estrelas e outras obras de arte pintadas ou esculpidas nas paredes.

O padrão inaugurado por Unas foi seguido por faraós posteriores e Saqqara reúne outros túmulos decorados de maneira semelhante. As inscrições da Pirâmide de Unas foram descobertas pelo arqueólogo francês Gaston Maspero, em 1881.





Segundo informações do site do jornal egípcio Al Ahram, o sítio foi fechado à visitação em 1996 porque o alto nível de umidade estava afetando as paredes da câmara funerária do monumento.

O diário acrescenta que foram instalados equipamentos para monitorar e controlar a umidade e a temperatura dentro da pirâmide. Na cerimônia de reabertura, que contou com o ministro das Antiguidades do Egito, Khaled El-Enany, os convidados acenderam velas e fizeram uma vigília em homenagem aos 66 mortos na queda do avião da EgyptAir que voava de Paris ao Cairo em 19 de maio.

Ainda segundo o jornal, a reabertura da Pirâmide de Unas faz parte de um pacote do governo que prevê a abertura de outros sítios arqueológicos com o objetivo de estimular o turismo no país, afetado fortemente depois da queda de um avião russo em 2015 no Sinai e do vôo da EgyptAir.




Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor

Vamos compartilhar.



--in via tradutor do google
Egypt reopens Pyramid of Unas

Egypt reopened in May to Unas pyramid for public viewing, after 20 years closed. The monument located in the necropolis of Saqqara, near Cairo, is famous for being the first to contain funerary texts carved on its inner walls, known as the Pyramid Texts. Before, the interior of these pharaonic tombs contained no inscriptions, as in the case of the three great pyramids of Giza, also located near the Egyptian capital.



Inscriptions describe rituals, prayers and chants intended to guide the dead king on his way to the other world. Unas was the last king of the 5th dynasty Pharaonic Egypt during the so-called Old Kingdom. He reigned for about 30 years in the 24th century BC

The site is close to the most famous monument in Saqqara, the step pyramid of Zoser, considered the first pyramid in Egypt. On the outside, the tomb of Unas draws little attention, since it is in ruins, the true attractions are inside the mortuary complex, the carved inscriptions, the ceiling playing a sky of stars and other works of art painted or carved on the walls.

The default inaugurated by Unas was followed by later pharaohs and Saqqara meets other tombs decorated similarly. Registrations of Unas pyramid were discovered by French archaeologist Gaston Maspero in 1881.






According to the Egyptian newspaper Al-Ahram website information, the site was closed to visitors in 1996 because the high humidity level was affecting the walls of the burial chamber of the monument.

The daily adds that were installed equipment to monitor and control the humidity and temperature inside the pyramid. The reopening ceremony, attended by the Minister of Antiquities of Egypt, Khaled El-Enany, the guests lit candles and held a vigil in honor of the 66 killed in plane fall EgyptAir flying from Paris to Cairo on May 19.


Also according to the newspaper, the reopening of the Unas pyramid is part of a government package that provides for the opening of other archaeological sites in order to stimulate tourism in the country, affected strongly after the crash of a Russian airliner in 2015 in Sinai and flight EgyptAir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário