Google+ Followers

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Museum Folkwang, Vienna. --- Museu Folkwang, Viena

Fólkvangr (people’s meadow): a term used in the Old Norse epic verses, Edda, to describe the abode of the goddess Freya. Museum Folkwang was founded by Karl Ernst Osthaus (1874–1921) in the Westphalian industrial town of Hagen in 1902. The then art history, literature and philosophy student acquired the necessary funds by inheritance. 

From its beginnings as an art collection supplemented by natural history and arts-and-craft pieces, it soon developed into a pioneering modern art museum in Germany. As the first public collection in Germany, Museum Folkwang purchased and exhibited works by trailblazers in Modernism such as Cézanne, Gauguin, van Gogh and Matisse. 



Following the death of the museum’s founder in 1921, the newly-founded Folkwang-Museumverein e.V., a progressive initiative formed by art aficionados from Essen, purchased the Osthaus collection for the city of Essen and consolidated the collection with the Municipal Art Museum, established in 1906, to create Museum Folkwang.

Together with his friend, director of Essen’s art collections and later director of Museum Folkwang in Essen, Ernst Gosebruch, Osthaus put a great deal of effort into the promotion of the artistic avant-garde of the time: A manifestation of a reform movement that encompassed all areas of life and aimed to provide the “industrial district in the west” with a new aesthetic constitution through an affiliation of art and life. 

Within just a few decades Museum Folkwang was able to build a global reputation as collector and mediator of new and innovative art, making it the target of Nazi hate campaigns during the Third Reich. More than 1400 works were branded “degenerate” by the party, subsequently confiscated and in some cases sold to buyers all over the world. The phenomenal loss of irreplaceable paintings and the destruction of both museum buildings during a war-time air raid razed Museum Folkwang and its important collection to the ground, leaving nothing but ruins post-1945. In the 1950s and 1960s, the museum’s directors at the time, Heinz Köhn and Paul Vogt were able to fill the most significant gaps by repurchasing some works and acquiring new ones based on those lost. With the expansion of the collection to include contemporary art, by the 1970s they were able to present a larger collection than ever before. 

Today Museum Folkwang is one of the most prominent art museums in Germany with outstanding collections of painting and sculpture from the 19th century, Classical Modernism and the post-1945 period, as well as photography, to which Museum Folkwang has dedicated its own department since 1979.

The museum sees a fantastic opportunity to develop even further in this direction, maintaining and advancing the museum’s tradition of presenting a diverse range of mediums and a combination of visual and applied art, for which Museum Folkwang was so famous up to 1933 and which lent it the title “the most beautiful museum in the world”.  
In August 2006, Professor Berthold Beitz, Chairman of the Alfried Krupp von Bohlen and Halbach-Foundation’s Board of Trustees, announced that the foundation would act as the sole sponsor and supply Museum Folkwang with the funds required for a new building. David Chipperfield Architects then emerged as the winners of an international architectural competition tendered by the city of Essen in March 2007. The building was constructed by Neubau Museum Folkwang Essen GmbH, a member company of the Wolff Group, and opened its doors in January 2010. 




Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor

Vamos compartilhar.



--br via tradutor do google
Museu Folkwang, Viena. ---




Fólkvangr (prado das pessoas): um termo usado nos versos épicos nórdicos antigos, Edda, para descrever a morada da deusa Freya. Museu Folkwang foi fundada por Karl Ernst Osthaus (1874-1921), na cidade industrial de Vestefália de Hagen em 1902. O então a história da arte, literatura e filosofia estudante adquiriu os fundos necessários por herança. Desde o seu começo como uma colecção de arte complementado por história natural e artes e artesanato peças, que logo se transformou em um museu de arte moderna pioneira na Alemanha. Como a primeira coleção pública na Alemanha, Museu Folkwang compra e exibiu obras de pioneiros no modernismo, como Cézanne, Gauguin, Van Gogh e Matisse. Após a morte do fundador do museu, em 1921, o recém-fundada Folkwang-Museumverein eV, uma iniciativa progressivo formada por aficionados da arte de Essen, comprou a coleção Osthaus para a cidade de Essen e consolidou a coleção com o Museu de Arte Municipal, com sede em 1906, para criar Museum Folkwang.

Junto com seu amigo, o diretor das coleções de arte e mais tarde director do Museu Folkwang, em Essen, Ernst Gosebruch de Essen, Osthaus colocar uma grande quantidade de esforço para a promoção da vanguarda artística da época: uma manifestação de um movimento de reforma que englobava todas as áreas da vida e destinadas a fornecer o "distrito industrial no oeste", com uma nova constituição estético através de uma afiliação da arte e da vida.
Dentro de apenas algumas décadas Museum Folkwang foi capaz de construir uma reputação global como coletor e mediador da arte nova e inovadora, tornando-se o alvo de campanhas de ódio nazista durante o Terceiro Reich. Mais de 1400 trabalhos foram marcados "degenerada" pelo partido, posteriormente confiscadas e, em alguns casos vendidos a compradores de todo o mundo. A perda fenomenal de pinturas insubstituíveis ea destruição de ambos os edifícios do museu durante um ataque aéreo em tempo de guerra arrasou Museum Folkwang e sua coleção importante para o chão, deixando apenas ruínas pós-1945. Nos anos 1950 e 1960, os diretores do museu na época, Heinz Köhn e Paul Vogt foram capazes de preencher as lacunas mais significativas através da recompra de algumas obras e aquisição de novos baseados naqueles perdido. Com a expansão da coleção para incluir a arte contemporânea, na década de 1970 eles foram capazes de apresentar uma coleção maior do que nunca.
Hoje Museu Folkwang é um dos museus de arte mais importantes na Alemanha, com excelentes coleções de pintura e escultura do século 19, Classical Modernismo e o período pós-1945, assim como a fotografia, à qual Museum Folkwang tem dedicado seu próprio departamento desde 1979 .

O museu vê uma oportunidade fantástica para desenvolver ainda mais nessa direção, manutenção e desenvolvimento do tradição do museu de apresentar uma gama diversificada de meios e uma combinação de visual e arte aplicada, para o qual Museum Folkwang era tão famoso até 1933 e que emprestou o título de "a mais bela museu do mundo".
Em agosto de 2006, o Professor Berthold Beitz, Presidente do Alfried Krupp von Bohlen e Conselho de Curadores da Halbach-Foundation, anunciou que a fundação seria agir como o único patrocinador e fornecimento Museum Folkwang com os fundos necessários para um novo edifício. David Chipperfield Architects, em seguida, emergiram como os vencedores de um concurso internacional de arquitectura oferecidas pela cidade de Essen em março de 2007. O edifício foi construído pela Neubau Museum Folkwang Essen GmbH, uma empresa membro do Grupo Wolff, e abriu as suas portas em Janeiro de 2010.



--

Nenhum comentário:

Postar um comentário