Google+ Followers

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Rio Claro, São Paulo, Brasil, inaugura o Estúdio Público que tem a finalidade de fazer a gravação da memória musical dos grupos de música da cidade

A prefeitura de Rio Claro, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, inaugura o Estúdio Público e o Centro de Memória da Imagem e do Som no Centro Cultural Roberto Palmari. O evento é aberto ao público e conta também com o lançamento do livro Patrimônio Edificado em Rio Claro SP, editado pelo Arquivo Público e Histórico de Rio Claro.


Segundo o secretário municipal de cultura, Sérgio Desiderá, o Estúdio Público de Rio Claro foi agraciado por uma emenda parlamentar do ex-deputado federal Newton Lima e tem a finalidade de fazer a gravação da memória musical dos grupos de música da cidade. O estúdio será utilizado também para gravação de depoimentos do Portal Memória Viva, do Arquivo Público.

“O Centro de Memória da Imagem e do Som é um espaço expositivo e de pesquisa sobre a história musical e imagética do município”, diz Desiderá.

O lançamento do livro Patrimônio Edificado em Rio Claro acompanha o evento cultural. A publicação é um registro dos imóveis antigos que estão preservados em Rio Claro. “É um livro que pretende fazer a salvaguarda destes prédios construídos até a década de 1960”, diz a superintendente do Arquivo Público, Maria Teresa de Arruda Campos.



Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor

Vamos compartilhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário