Google+ Followers

segunda-feira, 6 de junho de 2016

THE EMPATHY MUSEUM PRESENTS. --- Primeiro Museu da Empatia no mundo

The Empathy Museum’s first exhibit is a shoe shop where visitors are invited to walk a mile in someone else’s shoes – literally. 



With contributions that range from a sewer worker to a sex worker the stories cover different aspects of life, from loss and grief to hope and love and take the visitor on an empathetic as well as a physical journey. 




Mile in My Shoes opened in London as part of Totally Thames Festival 2015 (supported by Wanda One UK). In February/March 2016 we exhibited as part of the Perth International Arts Festival with 31 new stories and pairs of shoes from Western Australia collected with local producers Centre for Stories

During our time in Perth we welcomed over 3,500 visitors to walk a mile in a stranger's shoes. Listen to a selection of the stories below or visit our SoundCloud playlist for more.



Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor

Vamos compartilhar.


--br via tradutor do google
Primeiro Museu da Empatia no mundo

Situado em Londres, o museu convida os visitantes a se colocarem no lugar de outras pessoas
Quando somos crianças, nossa imaginação vai longe, ultrapassando conceitos, regras e tudo tido como "normal". Entre as principais fantasias da infância está a possibilidade de se colocar no lugar de outra pessoa. Seja em filmes, brincando com amigos ou apenas sonhando longe, os pequenos se imaginam sendo seus super heróis ou colocar Einstein para fazer sua prova de matemática. Mas e se essa brincadeira de criança pudesse se tornar real na vida adulta?
No primeiro Museu da Empatia, situado na cidade de Londres, na Inglaterra, a experiência de se colocar no lugar de outro alguém é o principal atrativo. Parte do Thames Festival, o museu é baseado nas ideias do pensador cultural Roman Krznari.
Na exposição itinerante, os visitantes chegam até um espaço onde podem se colocar no lugar de outras pessoas. A visão do mundo, então, passa a ser vista através dos olhos de outro ser humano. O objetivo é promover uma revolução nas relações humanas por meio do desenvolvimento da empatia. Os criadores do projeto acreditam que a empatia é o antídoto ideal para combater o preconceito, conflitos sociais e a desigualdade.
Ao entrar no museu, o visitante é convidado a vestir os calçados de outra pessoa. A experiência promove uma alusão à expressão inglesa "in your shoes", que na tradução literal quer dizer "nos seus sapatos", fazendo referência a como é estar no lugar de outra pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário