Google+ Followers

domingo, 11 de dezembro de 2016

Traditional Chinese painting. Shanghai Museum. --- Pintura chinesa tradicional. Museu de Xangai.

Artists from the Han (202 BC) to the Tang (618–906) dynasties mainly painted the human figure. Much of what is known of early Chinese figure painting comes from burial sites, where paintings were preserved on silk banners, lacquered objects, and tomb walls. Many early tomb paintings were meant to protect the dead or help their souls get to paradise. Others illustrated the teachings of the Chinese philosopher Confucius, or showed scenes of daily life. Most Chinese portraits showed a formal full-length frontal view, and were used in the family in ancestor veneration. Imperial portraits were more flexible, but were generally not seen outside the court, and portraiture formed no part of Imperial propaganda, as in other cultures.

Many critics consider landscape to be the highest form of Chinese painting. The time from the Five Dynasties period to the Northern Song period (907–1127) is known as the "Great age of Chinese landscape". In the north, artists such as Jing Hao, Li Cheng, Fan Kuan, and Guo Xi painted pictures of towering mountains, using strong black lines, ink wash, and sharp, dotted brushstrokes to suggest rough rocks. In the south, Dong Yuan, Juran, and other artists painted the rolling hills and rivers of their native countryside in peaceful scenes done with softer, rubbed brushwork. These two kinds of scenes and techniques became the classical styles of Chinese landscape painting.




Ni Zan (Chinese: 倪瓚; 1301–1374) was a Chinese painter during the Yuan and early Ming periods. Along with Huang Gongwang, Wu Zhen, and Wang Meng, he is considered to be one of the Four Masters of the Yuan Dynasty.





fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.




--br via tradutor do google
Pintura chinesa tradicional. Museu de Xangai.

Artistas do Han (202 aC) às dinastias Tang (618-906) pintaram principalmente a figura humana. Muito do que é sabido da figura chinesa adiantada da pintura vem dos locais do enterro, onde as pinturas foram preservadas em bandeiras de seda, em objetos laqueados, e nas paredes do túmulo. Muitas pinturas do túmulo do início foram destinadas a proteger os mortos ou ajudar suas almas chegar ao paraíso. Outros ilustraram os ensinamentos do filósofo chinês Confúcio, ou mostraram cenas da vida diária. A maioria dos retratos chineses mostrou uma visão frontal formal de corpo inteiro, e foram usados ​​na família na veneração dos antepassados. Os retratos imperiais eram mais flexíveis, mas geralmente não eram vistos fora da corte, e o retrato não fazia parte da propaganda imperial, como em outras culturas.

Muitos críticos consideram a paisagem como a forma mais elevada da pintura chinesa. O período do período das Cinco Dinastias ao período da Canção do Norte (907-1127) é conhecido como a "Grande Era da Paisagem Chinesa". No norte, artistas como Jing Hao, Li Cheng, Fan Kuan e Guo Xi pintaram imagens de montanhas imponentes, usando linhas negras fortes, tinta lavada e pinceladas afiadas e pontilhadas para sugerir rochas ásperas. No sul, Dong Yuan, Juran e outros artistas pintaram as colinas ondulantes e rios de sua paisagem nativa em cenas pacíficas feitas com escova mais macia e esfregada. Estes dois tipos de cenas e técnicas tornaram-se os estilos clássicos de pintura de paisagem chinesa.

Ni Zan (chinês: 倪 瓚; 1301-1374) foi um pintor chinês durante o Yuan e os primeiros períodos de Ming. Juntamente com Huang Gongwang, Wu Zhen e Wang Meng, ele é considerado um dos quatro mestres da dinastia Yuan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário