sábado, 8 de outubro de 2016

Viagem pela carreira de Joana Vasconcelos em museu na Dinamarca. --- Travel by Joana Vasconcelos career in museum in Denmark

A exposição “Textures of life”, de Joana Vasconcelos vai estar patente no ARoS Aarhus Art Museum, em Aarhus, na Dinamarca, a partir do dia 14 até 19 de fevereiro do próximo ano, informou o atelier da artista.



Da exposição faz parte “a maior valquíria concebida pela artista até hoje”, a “Valkyrie Rán”, que fará parte da coleção permanente do museu dinamarquês, segundo a mesma fonte. 

A mostra inclui “não apenas algumas das mais icónicas obras da artista, como ‘A noiva’, ‘Coração independente’, ‘Marilyn’ e ‘Lilicoptère’, como também mostra um percurso de 20 anos de carreira, incluindo obras de 1996 até hoje”, lê-se no comunicado. 

A “Valkyrie Rán” tem 50 metros de comprimento e “foi concebida especificamente para o ARoS, estendendo-se pelos oito andares do edifício; a instalação combina as técnicas tradicionais que caracterizam as valquírias, como o croché e bordados, com a tecnologia LED e os requintados tecidos da Kvadrat, o músico Jonas Runa criou uma composição de luz e som especifica para esta obra”, segundo a mesma fonte. 

A mostra inclui ainda “dezasseis instalações apresentadas num dispositivo singular constituído por tecidos suspensos”.







Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti
Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.


Vamos compartilhar.

O tempo voa, obras de arte são para a eternidade, sem rugas!




--in cia tradutor do google
Travel by Joana Vasconcelos career in museum in Denmark

The "Textures of Life" exhibition Joana Vasconcelos will be reflected in the ARoS Aarhus Art Museum in Aarhus, Denmark ma, from 14 to 19 February next year, the artist's studio.


The exhibition is part of "the most Valkyrie designed by the artist to date," the "Valkyrie Rán" which will be part of the permanent collection of the Danish museum, according to the same source.

The show includes "not only some of the most iconic works of the artist as 'Bride', 'independent Heart', 'Marilyn' and 'Lilicoptère', but also shows a journey of 20-year career, including works from 1996 until today "reads the statement.

The "Valkyrie Rán" is 50 meters long and "is designed specifically for ARoS, extending the eight floors of the building; installation combines traditional techniques that characterize the Valkyries, as crochet and embroidery, with LED technology and exquisite fabrics from Kvadrat, the musician Jonas Runa created a composition of light and sound specific to this work, "the source said.

The exhibition also includes "sixteen facilities presented in a single device consisting of suspended tissue."




Research uncovers evidence that ancient Japan was ‘more cosmopolitan’ than previously thought. --- Pesquisa descobre evidências de que Japão antigo foi "mais cosmopolita" do que se pensava.

Ancient Japan may have been far more cosmopolitan than previously thought, archaeologists said Wednesday, pointing to fresh evidence of a Persian official working in the former capital of Nara more than 1,000 years ago.



Present-day Iran and Japan were known to have had direct trade links since at least the 7th century, but new testing on a piece of wood — first discovered in the sixties — suggest broader ties, the researchers said.

Infrared imaging revealed previously unreadable characters on the wood — a standard writing surface in Japan before paper — that named a Persian official living in the country.

The official worked at an academy where government officials were trained, said Akihiro Watanabe, a researcher at the Nara National Research Institute for Cultural Properties.

The official may have been teaching mathematics, Watanabe added, pointing to ancient Iran’s expertise in the subject.


“Although earlier studies have suggested there were exchanges with Persia as early as the 7th century, this is the first time a person as far away as Persia was known to have worked in Japan (during the period),” he said.

“And this suggests Nara was a cosmopolitan city where foreigners were treated equally.”

Nara was the capital of Japan known as Heijokyo from around 710 to around 784 before it was moved to Kyoto and later to present-day Tokyo.
The discovery comes after another team of researchers last month unearthed ancient Roman coins at the ruins of an old castle in Okinawa Prefecture.

It was the first time coins from the once mighty empire have been discovered in Japan, thousands of kilometers from where they were likely minted.







Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti
Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

O tempo voa, obras de arte são para a eternidade, sem rugas!



--br via tradutor do google
Pesquisa descobre evidências de que Japão antigo foi "mais cosmopolita" do que se pensava.

Japão antigo pode ter sido muito mais cosmopolita do que se pensava anteriormente, os arqueólogos disse quarta-feira, apontando para novas evidências de um funcionário persa trabalhando na antiga capital de Nara mais de 1.000 anos atrás.

Atual Irã e Japão eram conhecidos por ter tido relações comerciais directas pelo menos desde o século 7, mas novos testes em um pedaço de madeira - descoberto pela primeira vez na década de sessenta - sugerem laços mais amplos, disseram os pesquisadores.

imagem infravermelha revelou personagens anteriormente ilegíveis na madeira - uma superfície de escrita padrão no Japão antes de papel - que nomeou a vida oficial persa no país.

O funcionário trabalhava em uma academia onde funcionários do governo foram treinados, disse Akihiro Watanabe, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisa Nara de Propriedades Culturais.

O funcionário pode ter sido o ensino da matemática, Watanabe acrescentou, apontando para perícia antiga do Irã no assunto.

"Embora estudos anteriores sugeriram que havia trocas com Persia tão cedo quanto o século 7, esta é a primeira vez que uma pessoa tão distantes como Pérsia era conhecido por ter trabalhado no Japão (durante o período)", disse ele.

"E isso sugere Nara era uma cidade cosmopolita onde os estrangeiros foram tratados de forma igual."

Nara era a capital do Japão conhecido como Heijokyo de cerca de 710 para cerca de 784 antes que ele foi movido para Kyoto e, posteriormente, para apresentar-dia Tokyo.

A descoberta vem após uma outra equipe de pesquisadores no mês passado revelou moedas romanas antigas nas ruínas de um antigo castelo na província de Okinawa.

Foi a primeira moedas tempo do outrora poderoso império foram descobertos no Japão, milhares de quilômetros de onde eles provavelmente foram cunhadas.





Maréorama. Paris 1900.

The Maréorama was a monumental, Mediterranean panorama of the poster and special effects artist Hugo d'Alési shown at the Paris World Exposition of 1900.


Illustration of the Maréorama (Scientific American, 1900)


This was not a static, fixed panaroma, which was viewed by the visitors of the world exhibition as a picture in a museum. On the contrary, the viewer entered a building on the Champ de Mars, where the decks of a 70 m long steamship were imitated. This ship replica was gimbaled and could be moved by a hydraulic mechanism so that ship movements such as rolling, pitching and yawing could be realistically simulated.

On both the starboard and the port, a giant image of a sea-trot was explored, showing the highlights of a voyage through the Mediterranean from Nice and the Riviera, via Sousse, Naples, and the Posillipo Cape to Constantinople. Tar smells, lighting effects and staff dressed as board stewards enhanced the illusion of being aboard a steamer on the high seas, so that even the possibility of visitors could get seasick. The screening lasted half an hour and up to 700 visitors could so comfortably and securely win a time as a realistic impression of such a journey.

The two panoramic views were 750 m long and over 12 m high. A large team of painters had needed 8 months to complete the picture, filling almost 20,000 m2 of space, according to the artist's sketches. The cylinders on which the images were rolled were extremely heavy and therefore stored on floats. The screen hung on hooks attached to a treadmill.

For his work the artist received the cross of the honorary legion




Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti
Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

O tempo voa, obras de arte são para a eternidade, sem rugas!





--alemão 
Das Maréorama war ein monumentales, auf der Pariser Weltausstellung von 1900 gezeigtes Mittelmeer-Panorama des Plakat- und Spezialeffekt-Künstlers Hugo d’Alési.

Es handelte sich dabei um kein statisches, feststehendes Panaroma, das von den Besuchern der Weltausstellung wie ein Bild in einem Museum betrachtet wurde, vielmehr betrat der Betrachter ein Gebäude auf dem Champ de Mars, in dem die Decksaufbauten eines 70 m langen Dampfschiffes nachgebildet waren. Diese Schiffsnachbildung war kardanisch gelagert und konnte durch einen hydraulischen Mechanismus bewegt werden, so dass durch Wellengang erzeugte Schiffsbewegungen wie Rollen, Stampfen und Gieren realistisch nachgebildet werden konnten.

Sowohl auf Steuerbord als auf Backbord wurde jeweils ein riesiges, auf eine Rolle gespultes Panoramabild vorbeibewegt, das die Höhepunkte einer Schiffsreise durch das Mittelmeer von Nizza und die Riviera, über Sousse, Neapel und das Kap Posillipo bis Konstantinopel zeigte. Teergerüche, Beleuchtungseffekte und als Bordstewards gekleidetes Personal verstärkten die Illusion, an Bord eines Dampfers auf hoher See zu sein, so dass auch für die Möglichkeit, dass Besucher seekrank werden könnten, werbewirksame Vorsorge getroffen wurde. Die Vorführung dauerte eine halbe Stunde und bis zu 700 Besucher konnten so bequem und sicher einen seinerzeit als realistisch empfundenen Eindruck einer solchen Reise gewinnen.

Die beiden Panoramabilder waren jeweils 750 m lang und über 12 m hoch. Zu ihrer Fertigstellung hatte ein großes Team von Malern 8 Monate gebraucht, um entsprechend den Skizzen des Künstlers die fast 20.000 m2 große Bildfläche zu füllen. Die Zylinder, auf denen die Bilder aufgerollt wurden, waren extrem schwer und daher auf Schwimmern gelagert. Beim Abrollen hing die Leinwand an Haken, die auf einem Laufband befestigt waren.

Für seine Arbeit erhielt der Künstler das Kreuz der Ehrenlegion







--br via tradutor do google
Mareorama

Ilustração para Mareorama (Scientific American, 1900)

O Mareorama foi um monumental, mostrado na Exposição de Paris Mundial de 1900 Mediterrâneo panorama do cartaz e efeitos especiais artista Hugo d'Alesi.

Estes não eram um estático, Panaroma fixa, o que foi considerado pelos visitantes do World Expo como uma imagem em um museu, mas o espectador um edifício entrou no Champ de Mars, em que a superestrutura de um navio longo de vapor 70 m foram modelados. Esta réplica do navio foi montado no cardan e pode ser movido por um mecanismo hidráulico, de modo que gerada por movimentos de navios de swell, tais como roll, pitch e yaw poderia ser simulado de forma realista.

Tanto um enorme, enrolada em uma imagem panorâmica roll on estibordo como no lado da porta foi respectivamente movido passado, que mostrou os destaques de um cruzeiro pelo Mediterrâneo a partir de Nice e da Riviera, através de Sousse, Nápoles e Cabo Posillipo para Konstantin Opel. Teergerüche, efeitos de iluminação e vestidos como comissários de bordo pessoal reforçou a ilusão de estar a bordo de um navio no mar de modo que, o fornecimento de publicidade eficaz foi prevista a possibilidade de que os visitantes podem ser enjoado. A demonstração durou meia hora e até 700 visitantes foram capazes de conforto e segurança ganhar um tempo percebida como uma impressão realística de um tal viagem.

As duas imagens panorâmicas foram cada 750 m de comprimento e 12 m de altura. Na sua conclusão, uma grande equipe de pintores tinha oito meses necessários para preencher de acordo com os esboços do artista, cerca de 20.000 m2 grande área da imagem. O cilindro, na qual as imagens foram laminados eram extremamente pesadas e, por conseguinte, montada sobre os flutuadores. Ao desenrolar o lona pendurada em ganchos que foram anexadas a uma escada rolante.

Por seu trabalho, o artista foi premiado com a Legião de Honra