Google+ Followers

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Intangible Heritage of Bahia, Brazil - Party: The Bembé of the Market. --- Patrimônio Imaterial da Bahia, Brasil - Festa: O Bembé do Mercado, ---

The Bembé of the Market, Intangible Heritage of Bahia, title granted by Ipac, commemorates the liberation, in 1888, of enslaved blacks. It has candomblé celebrations in the middle of the street and reaffirms the culture of African origin, very strong in Bahia, especially in the Recôncavo. The popular manifestation gathers performances of cultural events, such as samba de roda, as well as celebrations typical of African-born religions.





In order to welcome the visitor to Santo Amaro during the celebration of the Bembé do Mercado, which will take place from May 10 to 14, the Secretariat of Tourism of Bahia (Setur) will follow, in April, with the Offer qualification courses. Quality in Tourist Attendance and Patrimonial Education were discussed on Wednesday (5) by technicians from Setur and the Institute of Cultural and Artistic Heritage of Bahia (Ipac).


In two shifts, for about 60 participants, the courses have as a target the tourist trade, terreiros that make up the Bembé do Mercado, capoeira groups, maintainers of cultural manifestations (like Black Fugido and Maculelê) and receptive of Cultural spaces.


In the morning, the theme of Quality in Tourist Attention showed participants, among other things, the practices of attendance and communication with the visitor. In the afternoon, the second theme presented the relationship between tourism and culture. The classes were given at the Polyvalent School.

Started in March, with the objective of increasing the quality of tourism services, the program of courses offered by Setur in Santo Amaro continues until April 19. The classes are taught by technicians from Setur, Ipac and the Secretariat for the Promotion of Racial Equality (Sepromi). Conceptual Concepts of Tourism (12/04); Ethno-development (12/04); And Tourism and Citizenship (04/19) will be the next themes.

-
Bembé do Mercado




Cultural and religious manifestation that takes place since the end of the 19th century when a group of blacks gathered in a public square to commemorate the Abolition of Slavery on May 13, 1888, in the municipality of Santo Amaro da Purificação. It is known as Bembé do Mercado, Festa de Preto or Candomblé da Liberdade. Since 1889, the Bembé has been held, with the participation of several candomblé terreiro of the region, which during three days hold a great candomblé ceremony in a public square and has its apex with the delivery of a gift to the Mother of Water.

Recôncavo - Santo Amaro


The Bembé do Mercado is a religious event that celebrates the 13 of May. Upon learning of the Abolition of Slavery, the slaves of that region celebrated with the black population already liberated and sympathizers the freedom of the slaves. According to the oral history told by the Santamarenses and reaffirmed by the participants of the event, that on May 13, 1889, an African of Malê origin known as João Obá, took to the streets together with his sons of santo to celebrate the Abolition. This year a large arbor was built in Largo do Xaréu, covered with straw and for three days a large candomblé was held, culminating in the delivery of a gift to the mother of water.








Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 
but what modifies the way of looking and hearing.







--br
Patrimônio Imaterial da Bahia, Brasil - Festa: O Bembé do Mercado.
Festa – O Bembé do Mercado, Patrimônio Imaterial da Bahia, título concedido pelo Ipac, comemora a libertação, em 1888, dos negros escravizados. Conta com celebrações do candomblé em plena rua e reafirma a cultura de origem africana, muito forte na Bahia, especialmente no Recôncavo. A manifestação popular reúne apresentações de manifestações culturais, como samba de roda, além de celebrações típicas das religiões de matriz africana.

Com o objetivo de bem-receber o visitante que for a Santo Amaro durante a festa do Bembé do Mercado, que se realiza de 10 a 14 de maio, a Secretaria do Turismo da Bahia (Setur) segue, no mês de abril, com a oferta cursos de qualificação. Qualidade no Atendimento ao Turista e Educação Patrimonial foram temas abordados nesta quarta-feira (5) por técnicos da Setur e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac).

Realizados em dois turnos, para cerca de 60 participantes, os cursos têm como público-alvo o trade turístico, terreiros que compõem o Bembé do Mercado, grupos de capoeira, mantenedores de manifestações culturais (a exemplo de Negro Fugido e Maculelê) e receptivo de espaços culturais.

Na parte da manhã, o tema Qualidade no Atendimento ao Turista mostrou aos participantes, dentre outros itens, as práticas de atendimento e comunicação com o visitante. Na parte da tarde, o segundo tema apresentou a relação entre turismo e cultura. As aulas foram ministradas na Escola Polivalente.

Iniciada em março, com o objetivo de elevar a qualidade dos serviços turísticos, a programação de cursos oferecidos pela Setur em Santo Amaro segue até 19 de abril. As aulas são ministradas por técnicos da Setur, do Ipac e da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). Noções Conceituais de Turismo (12/04); Etno-desenvolvimento (12/04); e Turismo e Cidadania (19/04) serão os próximos temas.

-


Bembé do Mercado

Manifestação cultural e religiosa que acontece desde o final do século XIX quando um grupo de negros, reuniram-se em praça pública para comemorar a Abolição da Escravatura em 13 de maio de 1888, no município de Santo Amaro da Purificação. É conhecida como Bembé do Mercado, Festa de Preto ou Candomblé da Liberdade. Desde 1889, o Bembé vem sendo realizado, com a participação de vários terreiros de candomblé da região, que durante três dias realizam uma grande cerimônia de candomblé em praça pública e tem seu ápice com a entrega de presente à Mãe d’Água.

Recôncavo – Santo Amaro

O Bembé do Mercado é uma manifestação religiosa que comemora o 13 de maio. Ao tomarem conhecimento da Abolição da Escravatura, os escravos daquela região comemoraram junto à população negra já liberta e simpatizantes a liberdade dos escravos. Segundo a história oral contada pelos santamarenses e reafirmada pelos participantes do evento, que no dia 13 de maio de 1889, um africano de origem Malê conhecido por João Obá, saiu às ruas juntamente com seus filhos de santo para comemorar a Abolição. Neste ano foi armado no Largo do Xaréu um grande caramanchão, coberto com palha e por três dias foi realizado um grande candomblé que culminou com a entrega de um presente à mãe d’água.

Nenhum comentário:

Postar um comentário