Google+ Followers

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Tretyakov Gallery will gain a view of the Kremlin by 2020. --- Galeria Tretyakov ganhará vista para o Kremlin em 2020.

Magnification of museum in Moscow provides privileged scenery and exhibit of historical illustrations.

Moscow occupies 7th place in global ranking of best cities for retail 10-year-old child is arrested in the capital by reading 'Hamlet' on the streets Strong winds kill eight in the Russian capital.


World-renowned architects Rem Koolhaas and Serge Tchoban, 
founded the Museum of Architectural Design in Berlin, 
are working on the project (Photo: SPEECH)


The main building of the Tretyakov Gallery, where the family of the founder of the museum, Pavel Tretyakov, lived in the 1850s, will be expanded. The project will be a partnership between Rem Koolhaas, winner of the Pritzker award, and the SPEECH office, which planned the futuristic facades of the new building.


Free access

Initially, the building, which will open in 2020, will receive the collection of drawings from the Tretyakov Gallery. The project includes the exposure of these illustrations, which are generally not open to the public due to fragility and sensitivity to light.

The SPEECH architects reflect the image of what is 
known as the "exhibition hall" in the way they have arranged the windows 
on the facades of the new building. (Photo: SPEECH)


According to the director of the Tretyakov Gallery, Zelfira Tregulova, the inspiration for the new building came from the Hall of Study of the Albertina museum in Vienna. In the Austrian museum, about 600,000 exhibits can be viewed at computer terminals. Although it is not possible to replicate this in Moscow, Tregulova is convinced of the importance of promoting free access to drawings, prints and watercolors.


"Access will be granted here to all, not just to art historians. It is a great effort, but it is an important part of our work that must be done, "said Tregulova in an interview with the Russian Gazette.

The new building will be open to the public in 2020 (Photo: SPEECH)

Gallery founder Pavel Tretyakov began collecting drawings, watercolors and engravings at the same time as the paintings. After the Bolshevik revolution, the collection received additional items from other museums and now has more than 30,000 works dating from the 18th to the 20th centuries.


The collection includes from the classics - such as the pilots of Karl Briullov and the "biblical sketches" of Aleksandr Ivanov - to the Russian avant-garde and to the graphic art of the theater universe, such as the works of Aleksandr Benois and Nicholas Roerich, and illustrations for the opera Futuristic "Victory over the Sun", staged by Kazimir Malevitch.

Mikhail Vrubel. A date of Romeo and Juliet. The Montagues and the Capulets. The death of Romeo and Juliet. The end of XIX-beginning of XX century.


Tretyakov Gallery

Mikhail Vrúbel. Meeting of Romeo and Juliet. The Mounts and the Capulets. The death of Romeo and Juliet. The late 19th-early 20th century.


Fedor Bruni. The struggle of good and evil spirits.
Tretyakov Gallery
Fyodor Bruni. The fight of good and evil spirits.


Mikhail Nesterov. Annunciation. 1892.
Tretyakov Gallery
Mikhail Nesterov. Annunciation. 1892.

Viktor Borisov-Musatov. Spring faity tale. 1905.
Tretyakov Gallery
Viktor Borissov-Musatov. Spring fairy tale. 1905.

In addition to new services and a multifunctional hall, the new building will have a large-scale exhibition space.



Window to Moscow


The new building, in the old commercial district of Zamoskvorechye, is expected to be completed in 2019 and open to visitors the following year. The extension will be different from the main area of ​​Tretyakov, which resembles a palace of the Rus Kievana.

The new building resembles a ship overlooking the Kremlin (Photo: SPEECH)


Shaped like a ship overlooking the Kremlin, the building will function as the main entrance to the historic complex, around Tretyakov's house.


Extension plans include a building linked to the main exhibition halls by a gallery where visitors can visit exhibitions or have lunch in a restaurant overlooking the Kremlin.


According to the director of Tretyakov, the space is inspired by the Hall of Study of the Albertina museum in Vienna (Photo: SPEECH)

"This building is very important to us, since much attention is being given to the infrastructure, which is almost absent






Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 
A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 
but what modifies the way of looking and hearing.





--br
Galeria Tretyakov ganhará vista para o Kremlin em 2020.

Ampliação de museu em Moscou prevê cenário privilegiado e exibição de acervo de ilustrações históricas.

Moscou ocupa 7º lugar em ranking global de melhores cidades para varejo Criança de 10 anos é detida na capital ao ler ‘Hamlet’ nas ruas Fortes ventos matam oito na capital russa.

Arquitetos de renome mundial Rem Koolhaas e Serguêi Tchoban, fundou o Museu de Desenho Arquitetônico de Berlim, estão trabalhando no projeto (Foto: SPEECH)

O edifício principal da Galeria Tretyakov, onde a família do fundador do museu, Pável Tretyakov, viveu nos anos 1850, será expandida. O projeto será uma parceria de Rem Koolhaas, ganhador do prêmio Pritzker, e do escritório SPEECH, que planejou as fachadas futuristas do novo edifício.

Acesso livre 

Inicialmente, o prédio, que será aberto em 2020, receberá a coleção de desenhos da Galeria Tretyakov. O projeto inclui a exposição dessas ilustrações, que geralmente não são abertas ao público devido a fragilidade e sensibilidade à luz.

Os arquitetos da SPEECH refletem a imagem do que é conhecido como “salão de exposição” na forma como arranjaram as janelas nas fachadas do novo edifício. (Foto: SPEECH)

Segundo a diretora da Galeria Tretyakov, Zelfira Tregulova, a inspiração para o novo edifício veio do Salão de Estudo do museu Albertina, em Viena. No museu austríaco, cerca de 600.000 exposições podem ser visualizadas em terminais de computadores. Embora não seja possível replicar isso em Moscou, Tregulova está convencida da importância de promover livre acesso aos desenhos, gravuras e aquarelas.

“Aqui será concedido acesso a todos, não apenas aos historiadores da arte. É um grande esforço, mas é uma parte importante do nosso trabalho que deve ser feita”, disse Tregulova em entrevista à Gazeta Russa.

O novo edifício será aberto ao público em 2020 (Foto: SPEECH)

O fundador da galeria, Pável Tretyakov, começou a colecionar desenhos, aquarelas e gravuras ao mesmo tempo que as pinturas. Após a revolução bolchevique, a coleção recebeu itens adicionais de outros museus e agora conta com mais de 30 mil obras que datam dos séculos 18 ao 20.

O acervo inclui desde os clássicos – como os pilotos de Karl Briullov e os “esboços bíblicos” de Aleksandr Ivanov – à vanguarda russa e à arte gráfica do universo do teatro, como os trabalhos de Aleksandr Benois e Nicholas Roerich, e ilustrações para a ópera futurista “Vitória sobre o Sol”, encenada por Kazimir Malevitch.

Mikhail Vrubel. A date of Romeo and Juliet. The Montagues and the Capulets. The death of Romeo and Juliet. The end of XIX-beginning of XX century. 

Galeria Tretyakov

Mikhail Vrúbel. Encontro de Romeu e Julieta. Os Montéquios e os Capuletos. A morte de Romeu e Julieta. O fim do século 19-início do 20. 

Fedor Bruni. The struggle of good and evil spirits. 
Galeria Tretyakov
Fiódor Bruni. A luta dos bons e maus espíritos. 

Mikhail Nesterov. Annunciation. 1892. 
Galeria Tretyakov
Mikhail Nesterov. Anunciação. 1892.

Viktor Borisov-Musatov. Spring faity tale. 1905. 
Galeria Tretyakov
Viktor Borissov-Musatov. Conto de fada de primavera. 1905. 

1/4 

Além de novos serviços e um salão multifuncional, o novo edifício terá um espaço para exposições em grande escala.

Janela para Moscou

O novo prédio, no antigo bairro comercial de Zamoskvorechye, deverá ser concluído em 2019 e aberto aos visitantes no ano seguinte. A extensão será diferente da área principal da Tretyakov, que se assemelha a um palácio da Rus Kievana.

O novo edifício se assemelha a um navio com vista para o Kremlin (Foto: SPEECH)

Com formato parecido a um navio com vista para o Kremlin, o edifício funcionará como entrada principal para o complexo histórico, em torno da casa de Tretyakov.

Os planos da extensão preveem um edifício ligado às principais salas de exposição por uma galeria onde os visitantes poderão visitar exposições ou almoçar em um restaurante com vista para o Kremlin.

Segundo a diretora da Tretyakov, o espaço tem como inspiração o Salão de Estudo do museu Albertina, em Viena (Foto: SPEECH)

“Esse edifício é muito importante para nós, uma vez que muita atenção está sendo dada à infraestrutura, que é quase ausent




Nenhum comentário:

Postar um comentário