Google+ Followers

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

British Museum, The Great Dish from the Mildenhall treasure. --- British Museum, 0 grande prato do tesouro de Mildenhall.

The most famous object in the Mildenhall treasure is the large, highly decorated circular platter usually known as the Great Dish or Oceanus Dish. The Mildenhall treasure is one of the most important collections of late-Roman silver tableware from the Roman Empire. It was found in Suffolk, eastern England, in January 1942 or '43.




The fine decoration on the dish is worked in low relief and engraved line on the front surface of the silver. The subject matter alludes to the worship and mythology of Bacchus on land and in the sea. The staring face in the centre represents Oceanus (god of the sea) with dolphins in his hair and a beard formed of seaweed fronds. The inner circle, bordered by scallop shells, consists of sea nymphs riding mythical marine creatures, a seahorse, a triton, a sea stag and a ketos, a dragon-like sea monster. 

The wide outer frieze features Bacchus (god of wine) holding a bunch of grapes and a thyrsus and resting a foot on his panther. He leads a celebration of music, dancing and drinking in his honour. The participants include the hero Hercules, overcome by the consumption of wine, the goat-legged god Pan, and various satyrs (male attendants) and maenads (female devotees of Bacchus).

Bacchic imagery had a long history in Greek and Roman art, and this example, on a magnificent silver vessel, is one of the finest to survive from the late-Roman period.



  • Título: The Great Dish from the Mildenhall treasure
  • Data de criação: 300/399
  • Dimensões físicas: Diameter: 605.00mm; Weight: 8256.00g
  • Link externo: British Museum collection online
  • Technique: engraved; low relief
  • Subject: mammal; satyr; dance; monster; classical mythology; triton; classical deity
  • Registration number: 1946,1007.1
  • Place: Found/Acquired West Row
  • Period/culture: Romano-British
  • Material: silver
  • Copyright: Photo: © Trustees of the British Museum
  • Acquisition: Treasure Trove HM Treasury. From Ford, S. From Butcher, George W







Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,

mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.



















--br via tradutor do google
O grande prato do tesouro de Mildenhall.

O objeto o mais famoso no tesouro de Mildenhall é o prato circular grande, altamente decorado conhecido geralmente como o prato grande ou o prato de Oceanus. O tesouro de Mildenhall é uma das coleções mais importantes de talheres de prata de época romana do Império Romano. Foi encontrado em Suffolk, leste da Inglaterra, em janeiro de 1942 ou '43.

A decoração fina no prato é trabalhada em baixo relevo e linha gravada na superfície frontal da prata. O assunto alude ao culto e mitologia de Baco em terra e no mar. O rosto fixo no centro representa Oceanus (deus do mar) com golfinhos em seu cabelo e uma barba formada de frondes de algas marinhas. O círculo interno, cercado por conchas de concha, consiste de ninfas marinhas montando míticas criaturas marinhas, um cavalo-marinho, um tritão, um veado do mar e um ketos, um monstro marinho semelhante a um dragão.

O friso exterior largo caracteriza Bacchus (deus do vinho) que guardara um grupo de uvas e de um thyrsus e descansando um pé em sua pantera. Ele conduz uma celebração de música, dança e bebida em sua honra. Os participantes incluem o herói Hercules, superado pelo consumo de vinho, o deus de cabra Pan, e vários sátiros (atendentes do sexo masculino) e maenads (feminino devotos de Bacchus).

As imagens báquicas tinham uma longa história na arte grega e romana, e este exemplo, num magnífico vaso de prata, é um dos melhores para sobreviver do período tardio-romano.



DAVIS MUSEUM WALLS ARE PRACTICALLY EMPTY. BECAUSE? --- AS PAREDES DO DAVIS MUSEUM ESTÃO PRATICAMENTE VAZIAS. PORQUÊ?

The Davis Museum, in the state of Massachusetts, retired from its gallery, for six days (February 16-21), all works done or donated by immigrants. One of the most notable pieces removed is a portrait of George Washington, created by the Swedish immigrant Adolf Ulrik Wertmüller.



The decision implies 20 percent of the museum's entire permanent collection, and the idea is to show visitors how much immigrants contribute to American culture. The paintings were removed from display, while other objects, such as sculptures, are under a black cloak. In both cases, labels were affixed to the message "made by an immigrant" or "donated by an immigrant" in protest against Trump.


The initiative comes after the controversial executive order signed by President Donald Trump, which blocked the entry of immigrants and refugees from mostly Muslim countries.









Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,

mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.






O Davis Museum, no estado americano de Massachusetts, retirou da sua galeria, durante seis dias (de 16 a 21 de fevereiro), todas as obras feitas ou doadas por imigrantes. Uma das peças mais notáveis ​​removidas é um retrato de George Washington, criado pelo imigrante sueco Adolf Ulrik Wertmüller.

A decisão implica 20% de toda a coleção permanente do museu, e a ideia é mostrar aos visitantes o quanto os imigrantes contribuem para a cultura norteamericana. As pinturas foram retiradas de exibição, enquanto outros objetos, como esculturas, estão sob um manto preto. Nos dois casos, foram coladas etiquetas com a mensagem “feito por um imigrante” ou “doado por um imigrante” sob forma de protesto contra Trump.

A iniciativa do museu vem na sequência da polémica ordem executiva assinada pelo Presidente Donald Trump, que bloqueou a entrada de imigrantes e refugiados provenientes de países maioritariamente muçulmanos.