Google+ Followers

domingo, 23 de abril de 2017

Irvine’s maritime museum is calling on the help of the public to acquire works of art. --- Museu marítimo de Irvine está pedindo a ajuda do público para adquirir obras de arte.

Fiona Carmichael, curator of art at the Irvine museum is looking to add to the SMMart programme.



The Scottish Maritime Museum launched the ambitious appeal this week in a bid to grow their nationally significant art collection.

The harbourside tourist attraction has already collected over 40 works of art under the project entitled SMMart: Enriching the Imagery of Scotland’s Maritime Heritage.

Over the coming 15 months, as well as continuing to acquire work direct from artists and auction houses, the Scottish Maritime Museum is keen to hear from any members of the public who may have works of art by artists born or living in Scotland and depicting a Scottish shipbuilding, engineering or coastal scene which would befit the growing collection.

The SMMart project was devised to develop an art collection to complement and enrich the nationally recognised collection of maritime heritage has been made possible by a grant from the Heritage Lottery Fund’s Collecting Cultures programme.

Fiona Carmichael, curator of art at the Scottish Maritime Museum, says: “We’re leaving no stone unturned in our quest to create the best, nationally recognised maritime-based art collection we can through our SMMart programme.

“The collection already includes stunning works of art across a wide range of mediums from oil paintings, watercolours, drawings, and sketches through to photography, travel posters, sculpture, textiles and mixed media and installation work.

“We are sure there must be some fascinating maritime art works held by members of the public who might want to see them cared for and on show as part of a national collection such as the Scottish Maritime Museum.

“There will be those who have art on display in their home but also those who might just remember work stored in the loft.

“Some with Clyde shipbuilders in their ancestry, for example, may even have one of those fabulous portrait busts or a painting of a boat their ancestor built, commissioned by them before the advance of photography.”

The new acquisitions include ‘The Pier at Cove - Loch Long’ by internationally renowned Scottish colourist Francis Campbell Boileau Cadell.

The Pier at Cove - Loch Long’ was acquired with the additional assistance of Art Fund and the National Fund for Acquisitions.

The museum has also acquired works of art by George Wyllie, Kate Downie, Will Maclean, Joyce W. Cairns, Tom McKendrick, Benno Schotz and Patricia Cain amongst others.

SMMart is led by the Museum’s first Curator of Art, Fiona Carmichael, whose appointment was also made possible by the award from the Heritage Lottery Fund’s Collecting Cultures programme.

The Museum is looking for high quality artworks from the 1800s onwards. All works must be over ten years in age.

The Heritage Lottery Fund’s Collecting Cultures programme enables museums, libraries and archives to strengthen and enliven their core collections through strategic purchases.

Those with artworks for consideration should call Fiona Carmichael on 01294 278 283.







fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

http://www.dailyrecord.co.uk/news/local-news/scottish-maritime-museum-turn-public-10263844

Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 
but what modifies the way of looking and hearing.






















--br via tradutor do google
Museu marítimo de Irvine está pedindo a ajuda do público para adquirir obras de arte.

Fiona Carmichael, curadora de arte no museu Irvine está olhando para adicionar ao programa SMMart.

O Scottish Maritime Museum lançou o apelo ambicioso esta semana em uma tentativa de crescer sua coleção de arte nacional significativa.

A atracção turística do porto já recolheu mais de 40 obras de arte no âmbito do projecto intitulado SMMart: Enriching the Imagery of Scotland's Maritime Heritage.

Ao longo dos próximos 15 meses, bem como continuar a adquirir trabalho direto de artistas e casas de leilões, o Scottish Maritime Museum está interessado em ouvir de qualquer membro do público que pode ter obras de arte de artistas nascidos ou vivendo na Escócia e retratando um Escocês de construção naval, engenharia ou cena costeira que seria apto a crescente coleção.

O projecto SMMart foi concebido para desenvolver uma colecção de arte para complementar e enriquecer a colecção reconhecida nacionalmente do património marítimo, foi possível graças a uma subvenção do fundo Heritage Lottery Fund's Culturas Programa.

Fiona Carmichael, curadora de arte no Scottish Maritime Museum, diz: "Não estamos deixando pedra sobre pedra em nossa busca para criar a melhor coleção de arte marítima nacionalmente reconhecida que podemos através do nosso programa SMMart.

"A coleção já inclui impressionantes obras de arte em uma ampla gama de mídias, desde pinturas a óleo, aquarelas, desenhos e esboços até fotografia, cartazes de viagem, escultura, têxteis e meios mistos e trabalhos de instalação.

"Temos certeza de que deve haver algumas fascinantes obras de arte marítima realizada por membros do público que pode querer vê-los cuidada e em exposição como parte de uma coleção nacional, como o Museu Marinho escocês.

"Haverá aqueles que têm arte em exibição em sua casa, mas também aqueles que podem apenas se lembrar do trabalho armazenado no sótão.

"Alguns com os construtores de navios de Clyde em sua ascendência, por exemplo, podem mesmo ter um daqueles bustos fabulosos do retrato ou uma pintura de um barco seu antepassado construído, comissão por eles antes do avanço da fotografia."

As novas aquisições incluem 'The Pier at Cove - Loch Long' pelo renomado colorista escocês Francis Campbell Boileau Cadell.

O Pier at Cove - Loch Long 'foi adquirido com a assistência adicional do Art Fund e do National Fund for Acquisitions.

O museu também adquiriu obras de arte de George Wyllie, Kate Downie, Will Maclean, Joyce W. Cairns, Tom McKendrick, Benno Schotz e Patricia Cain, entre outros.

A SMMart é liderada pelo primeiro curador de arte do museu, Fiona Carmichael, cuja nomeação também foi possível graças ao prêmio do programa Collecting Cultures do Heritage Lottery Fund.

O Museu está à procura de obras de arte de alta qualidade a partir do século XIX. Todos os trabalhos devem ter mais de dez anos de idade.

O programa Collecting Cultures do Heritage Lottery Fund permite que museus, bibliotecas e arquivos fortaleçam e animem suas coleções principais através de compras estratégicas.

Aqueles com obras de arte para a consideração deve chamar Fiona Carmichael em 01294 278 283.

A Universidade de Assuã, no Egito, seleciona professores de Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa para atuar como voluntários na instituição.


Serão escolhidos três profissionais que vão dar aulas das duas matérias e terão ajuda de custo. A universidade prefere mulheres porque consegue disponibilizar vagas na residência universitária feminina. Os homens interessados deverão bancar sua hospedagem.




Os profissionais serão voluntários no Departamento de Língua Portuguesa da Faculdade Al Alsun, de Línguas, da instituição de ensino. A ajuda de custo mensal é de 2.600 libras egípcias, o que pela conversão atual são cerca de US$ 144. As candidaturas devem ser feitas até o dia 10 de maio e os selecionados vão atuar entre 01 de outubro de 2017 e 01 de junho de 2018.

Para participar é preciso ter graduação e mestrado em Letras, com ênfase em Literatura ou Língua Portuguesa. Também é importante saber se comunicar minimamente em inglês e ter disponibilidade de aprender a língua árabe e suas culturas no período. Terão preferência pessoas com experiência na docência de Literaturas de Língua Portuguesa para Estrangeiros.

Os selecionados terão que preparar e dar aulas, elaborar e corrigir provas das disciplinas, cooperar com outros professores no processo educativo, elaborar no final do ano letivo um relatório sobre suas atividades de ensino e pesquisa e participar de sessões de elaboração de materiais didáticos para ensino de Literaturas de Língua Portuguesa.

Eles também precisarão desenvolver projeto de pesquisa sobre Literaturas de Língua Portuguesa. Mediante autorização do Departamento de Língua Portuguesa, poderão representá-lo em atividades acadêmicas no Egito e outros países. No total serão 20 horas semanais de atividades de ensino, pesquisa e gestão acadêmica.

Além da ajuda de custo mensal, a Universidade de Assuã oferece transporte até a universidade, vaga na residência feminina de professoras da instituição e certificado de experiência e conclusão de estágio no Departamento de Língua Portuguesa.

Para se candidatar é preciso enviar currículo e carta de intenções para a universidade no e-mail aswanportugues@gmail.comDepois da análise do material, os selecionados serão chamados para entrevista virtual via Skype. A divulgação do resultado ocorrerá após 01 de julho. As informações foram divulgadas na página no Facebook do Departamento de Língua Portuguesa.



fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.


La Journée du cinéma canadien au Musée de la civilisation. --- Canadian Cinema Day at the Museum of Civilization. --- O Dia de filme canadense no Museu da Civilização.

Une scène du film « 1987 », de Ricardo Trogi. Photo : Les Films Séville.

Le Musée de la civilisation souligne mercredi la Journée du cinéma canadien avec la projection du film 1987, de Ricardo Trogi, en présence des principaux comédiens du long métrage.

La projection du film, à 19 h 30, à l’auditorium du Musée, sera suivie d'une discussion avec les comédiens Jean-Carl Boucher, Simon Pigeon, Pier-Luc Funk et Laurent Christophe De Ruelle.

La projection s’inscrit dans les initiatives en place d’un bout à l’autre du pays, mercredi, pour rendre hommage aux artisans du 7e art dans le cadre de la Journée du cinéma canadien, qui marque cette année le 150e anniversaire de la Confédération.

Quelque 150 films canadiens sont mis de l’avant à la télévision, en ligne, au cinéma et lors de projections publiques dans diverses salles au pays pour la journée de célébration.

L’événement au Musée de la civilisation est gratuit, mais les personnes intéressées doivent réserver leur place.

De son côté, ICI RADIO-CANADA TÉLÉ participe à la Journée du cinéma canadien 150 avec la diffusion du film Sarah préfère la course, de la réalisatrice de Québec Chloé Robichaud. Le film est diffusé à 14 h.

Le cinéma canadien est à l'honneur mercredi même à l'extérieur du Canada. Paul à Québec est projeté en ouverture du Festival du film francophone à Vienne, en Autriche, La grande séduction, en République du Congo et Maurice Richard, au Kazakhstan.




fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.





--in via tradutor do google

Canadian Cinema Day at the Museum of Civilization.

A scene from the 1987 film by Ricardo Trogi. Photo: Les Films Seville.

The Museum of Civilization celebrates Canadian Film Day on Wednesday with the screening of the 1987 film by Ricardo Trogi in the presence of the main feature film actors.

The screening of the film at 7:30 pm in the Museum's auditorium will be followed by a discussion with actors Jean-Carl Boucher, Simon Pigeon, Pier-Luc Funk and Laurent Christophe De Ruelle.

The screening is part of initiatives across the country on Wednesday to pay tribute to the artisans of the 7th art as part of Canadian Cinema Day, which marks the 150th anniversary of the Confederation.

Some 150 Canadian films are featured on television, online, at the cinema and during public screenings in various venues across the country for the celebration day.

The event at the Museum of Civilization is free, but interested people must reserve their place.

For its part, ICI RADIO-CANADA TÉLÉ participates in the Canadian Cinema Day 150 with the broadcast of the film Sarah prefers the race, of the Quebec director Chloé Robichaud. The film is broadcast at 2 pm.

Canadian cinema is celebrated on Wednesday even outside of Canada. Paul in Quebec City is being screened at the opening of the Francophone Film Festival in Vienna, Austria, The Big Seduction in the Republic of Congo and Maurice Richard in Kazakhstan.







--br via tradutor do google
O Dia de filme canadense no Museu da Civilização.

Uma cena do filme "1987", Ricardo Trogi. Foto: Sevilha Pictures.

O Musée de la civilização enfatiza quarta-feira do Dia Canadian Cinema com a exibição de 1987 Ricardo Trogi na presença dos principais atores do filme.

O rastreio, em 19 h 30 no auditório Museum, seguido por uma discussão com os actores Jean-Carl Boucher Simon Pigeon, Pier-Luc Funk e Laurent Christophe De Ruelle.

A triagem é parte das iniciativas em curso ao longo da costa na quarta-feira para prestar homenagem aos artesãos da 7ª arte no contexto do canadense Dia Cinema, que este ano marca o 150º aniversário da Confederação.

Cerca de 150 filmes canadenses são apresentadas na televisão, on-line, cinema e em exibições públicas em vários locais no país para o dia de celebração.

O evento no Museu da Civilização é gratuita, mas os interessados ​​devem reservar o seu lugar.

Por sua parte, AQUI CBC TELEVISION participa do canadense filme 150 dias com o lançamento do filme Sarah prefere correr, o diretor da Chloé Robichaud Quebec. O filme é transmitido às 14 pm.

cinema canadense é o centro das atenções quarta-feira, mesmo fora do Canadá. Paul em Quebec está projectado de abertura do Festival de Cinema Francófono em Viena, Áustria, seduzindo, República do Congo e Maurice Richard, Cazaquistão.