Google+ Followers

domingo, 2 de julho de 2017

Miniatures and parts of airplanes show aviation design at the Brazilian House Museum. São Paulo, Brazil --- Miniaturas e partes de aviões mostram design da aviação no Museu da Casa Brasileira.

Flying Machines.

Aviation history timeline on display Brazilian Aviation 
Design at the Brazilian House Museum By: Renato Parada.

The voyage begins with the first gas balloon of history, in 1709, created by the inventor of San Bartolomeu de Gusmao (1685-1724), Fr. A few steps ahead you can see São Paulo, the plane that made the first South American flight in 1910, and was designed by Dimitri Sensaud de Lavaud (1882-1947), a Brazilian naturalized Spaniard and living in Osasco (SP). At the end of the course, the Sora-e, first Brazilian electric, 2015.

In a timeline format, the history of these machines flying in more than 60 miniatures (in a scale of 1/50) forms the panel that receives the visitor from the exhibition "Design in Brazilian Aviation", in the Museum of the Brazilian House, until 20 of August. Children, old people, lovers of projects and engenhos, interested by drawing, adoradores of toys and traquitanas, runs.

"No one had ever seen this chronology in a model," says the architect and artist Guto Lacaz, curator of the exhibition. It allows to see the "curious tradition of Brazilian aeronautics", very closely and in detail.

Most of the models are from Embraer aircraft, created in 1969 in São José dos Campos to produce the Bandeirante twin engine and, thus, account for regional air transport in the country. Today, the company is one of the largest in the industry and designs, manufactures and sells commercial, executive, defense and security aircraft and systems. Your institute sponsors the exhibition.

There are also historical projects, such as those of Santos Dumont (1873-1932), and others made by educational institutions.

During the three-year show set by Lacaz as "an affair of passionate people, a Hollywood accomplishment," he received unexpected contributions. One of them was Guido Pessotti's 1963 master's thesis, written entirely by hand and with drawings by Urupema, a glider created for sailing competitions. Also "by accident of fate" arrived at the curator's drawings of Indian designs of the 1950s and 1960s.

The contrast of this historical material with screens and simulators of virtual systems of drawing illustrates the evolution of the way of designing and representing projects, from analog to digital, another attraction of the show.

In the garden of the museum, two life-size attractions. The Super Tucano turboprop, training and attack, and Ornithopter, one of Leonardo da Vinci's "conceptual hypotheses" (1452-1519). Installed 1 meter from the ground, the replica of the flying machine allows children up to ten years old to enter, flap their wings and feel in flight.









Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 
A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.



--br 
Miniaturas e partes de aviões mostram design da aviação no Museu da Casa Brasileira.

Máquinas Voadoras.

imagem 1
Linha do tempo da história da aviação em exposição Design na Aviação Brasileira no Museu da Casa Brasileira Por: Renato Parada.

A viagem começa com o primeiro balão de gás da história, em 1709, criado pelo inventor santista Bartolomeu de Gusmão (1685-1724), o Padre Voador. Alguns passos adiante e você pode ver o São Paulo, avião que fez o primeiro voo da América do Sul, em 1910, e foi desenhado por Dimitri Sensaud de Lavaud (1882-1947), espanhol naturalizado brasileiro e morador de Osasco (SP). No final do percurso, o Sora-e, primeiro elétrico brasileiro, de 2015.

Em formato de linha do tempo, a história dessas máquinas de voar em mais de 60 miniaturas (em escala de 1/50) forma o painel que recebe o visitante da mostra "Design na Aviação Brasileira", no Museu da Casa Brasileira, até 20 de agosto. Crianças, velhos, amantes de projetos e engenhos, interessados por desenho, adoradores de brinquedos e traquitanas, correi.

"Nunca ninguém tinha visto essa cronologia em maquete", diz o arquiteto e artista Guto Lacaz, curador da exposição. Ela permite ver a "curiosa tradição da aeronáutica brasileira", bem de perto e em detalhes.

A maior parte dos modelos é de aeronaves da Embraer, criada em 1969 em São José dos Campos para produzir o bimotor Bandeirante e, com isso, dar conta do transporte aéreo regional no país. Hoje, a empresa é uma das grandes do setor e projeta, fabrica e vende aviões e sistemas para aviação comercial, executiva e de defesa e segurança. O seu instituto é patrocinador da exposição.

Há também projetos históricos, como os de Santos Dumont (1873-1932), e outros feitos por instituições de ensino.

Durante os três anos de preparacão da mostra, definidos por Lacaz como "uma aventura de gente apaixonada, uma realização hollywoodiana", ele recebeu contribuições inesperadas. Uma delas foi a tese de mestrado de Guido Pessotti, de 1963, inteira escrita a mão e com desenhos do Urupema, um planador criado para competições de voo a vela. Também "por acidente do destino" chegaram ao curador desenhos de projetos a nanquim das décadas de 1950 e 1960.

O contraste desse material histórico com telas e simuladores de sistemas virtuais de desenho ilustra a evolução da maneira de projetar e representar projetos, do analógico ao digital, outra atração da mostra.

No jardim do museu, duas atrações em tamanho real. O turboélice Super Tucano, de treinamento e ataque, e o Ornitóptero, uma das "hipóteses conceituais" de Leonardo da Vinci (1452-1519). Instalada a 1 metro do solo, a réplica da máquina de voar permite que crianças de até uns dez anos possam entrar, bater as asas e se sentir em pleno voo.

Museums in Chandigarh you can explore this monsoon. Chandigarh is the capital of the states of Punjab and Haryana in India. --- Museus em Chandigarh você pode explorar esta monção. Chandigarh é a capital dos estados do Punjabe e de Haryana, na Índia.

Don’t let rains drive you indoors, step out and explore the museums in Chandigarh with an eclectic mix of artefacts ranging from ancient Gandhara sculptures and Pahari paintings to Le Corbusier’s designs, Nathuram Godse’s handcuffs and Dutch dolls. Hindustan Times photojournalist SANJEEV SHARMA takes you on a photographic tour.

A 12th century AD sculpture of Jian 
goddess Padmavati.(Sanjeev Sharma/HT Photo)



Outside view of the Government Museum and 
Art Gallery, Chandigarh (Sanjeev Sharma/HT)

The Government Museum and Art Gallery, Chandigarh, is part of the series of three museums of Unlimited Growth designed by Le Corbusier, the other two being Sanskar Kendra, Ahmedabad, and Museum of Western Art, Tokyo. The museum has a rich collection of Gandharan sculptures, Pahari and Rajasthani miniature paintings. Before the Partition, the collection of art objects, paintings, sculptures and decorative arts, was housed in the Central Museum, Lahore the then capital of Punjab. It was declared a Grade-I heritage building by the UT administration in 2013.

Second century standing Bhodisttava 
figure (L), and 17th century 
miniature painting of Darwar of 
Emperor Shahjahan. (Sanjeev Sharma/HT)

The building is divided into three levels. The first level comprises the textile section, child art gallery, exhibition hall, reserve collection stores, conservation laboratory and auditorium. Level 2 houses Gandhara sculptures, Indian miniature paintings, stone and metal sculptures, coins and Indian contemporary art. Level 3 has the library, and Gandhara sculptures’ reserve collection.

Chandigarh Architecture Museum, Sector 10

Housed within the Government Museum and Art Gallery complex, this museum traces the construction of the planned city through a series of diorama, model and blueprint exhibits. Its angular design is a copy of the Exhibition Pavilion in Zurich and was meant as a tribute to Chandigarh’s city architect, Le Corbusier.

Model of proposed governor palace 
at Chandigarh Architecture Museum. (Sanjeev Sharma/HT)

Venture inside this minimalist edifice to see the exhibits of Le Corbusier’s original sketches and models of Chandigarh, designed to be an energy efficient and nature-motivated “green city.”


A model of a dinosaur at Natural History Museum. (Sanjeev Sharma/HT Photo)

Natural History Museum

Check out the fossil exhibits and displays chronicling the evolution of man, from Australopithecines to Homo erectus. Nearby, the National Gallery of Portraits features a panorama of photographs that depict freedom fighters for Indian independence.


Dolls from Spain at International Dolls Museum. (Sanjeev Sharma/HT)


International Dolls Museum, Bal Bhawan, Sector 23

• Timing: 10 am to 5 pm (except Sundays and holidays)

Set up as an entertainment hub for kids, the International Dolls Museum has 300 different kinds of dolls, collected from Denmark, Netherlands, Germany, Spain, Korea and Russia. It also provides an insight into the cultural ethnicity of India, through dolls depicting the popular dance forms of India. Dolls also depict famous characters such as Aladdin, Sleeping Beauty, Cinderella, Ali Baba and Snow White.

Outside view of Dolls Museum at Rock 
Garden in Chandigarh. (Keshav Singh/HT Photo)


Dolls Museum at Rock Garden

Inaugurated on the second death anniversary of Rock Garden creator Nek Chand, the museum comprises 200 rag dolls made from waste cloth by Nek Chand in 1970s. The look and feel of the museum is inspired by a village with artificial trees and huts. The rural life is showcased through these dolls in this museum.


A scene of a court room at High 
Court Museum, Chandigarh. (Sanjeev Sharma/HT)


High Court Museum
• Timings: All days (9.30 am to 5pm)
• Entry fee:Free
• Photography: Allowed

The museum is home to judgments and court records of historic importance like Bhagat Singh trial at Lahore, arrest of Dr. Kitchlew, creation of the post of Chief Justice, arrest of Pt Jawahar lal Nehru, etc. Besides this, it also showcases items like Nathu Ram Godse’s handcuffs and a copy of the original Constitution of India signed by constituent committee besides many old stamps of the era.

The museum has also recreated an old courtroom with all the old equipment like stamp, heater, sofas, pen stand, typewriter and calendar etc.


Chandigarh é a capital dos estados do Punjabe e de Haryana, na Índia

Le Corbusier Centre
• Timings: 10 am to 4pm

This minimalistic building on Madhya Marg in Sector 19 is a tribute to Le Corbusier, the architect who designed the city. If you want to find how where he worked and how, do pay it a visit.





Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 
A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.




--br via tradutor do google
Museus em Chandigarh você pode explorar esta monção.

Não deixe as chuvas levá-lo para dentro, saia e explore os museus em Chandigarh com uma mistura eclética de artefatos, desde antigas esculturas de Gandhara e pinturas de Pahari até os desenhos de Le Corbusier, algemas de Nathuram Godse e bonecas holandesas. O fotojornalista SANJEEV SHARMA da Hindustan Times leva você a uma turnê fotográfica.

Imagem 1
Uma escultura AD do século 12 da deusa Jian Padmavati. (Sanjeev Sharma / HT Photo)


Imagem 2
Vista exterior do Museu do Governo e Galeria de Arte, Chandigarh (Sanjeev Sharma / HT)

O Museu do Governo e a Galeria de Arte, Chandigarh, fazem parte da série de três museus de crescimento ilimitado desenhados por Le Corbusier, sendo os outros dois Sanskar Kendra, Ahmedabad e Museum of Western Art, em Tóquio. O museu possui uma rica coleção de esculturas de Gandharan, pinturas em miniatura Pahari e Rajasthani. Antes da Partição, a coleção de objetos de arte, pinturas, esculturas e artes decorativas, foi alojada no Museu Central, Lahore, a então capital de Punjab. Foi declarado um edifício de patrimônio de Grau-I pela administração UT em 2013.

Imagem 3
Figura segundo de Bhodisttava (L), e século XVII, pintura em miniatura de Darwar do imperador Shahjahan. (Sanjeev Sharma / HT)

O prédio é dividido em três níveis. O primeiro nível compreende a seção têxtil, galeria de arte infantil, sala de exposições, lojas de coleção de reserva, laboratório de conservação e auditório. O nível 2 abriga esculturas de Gandhara, pinturas em miniatura indianas, esculturas de pedra e metal, moedas e arte contemporânea indiana. O nível 3 tem a biblioteca e a coleção de reservas de esculturas de Gandhara.

Museu de Arquitetura de Chandigarh, Setor 10

Abrigado dentro do Museu do Governo e do complexo da Galeria de Arte, este museu traça a construção da cidade planejada através de uma série de exposições de diorama, modelo e modelo. Seu design angular é uma cópia do Pavilhão de Exposições em Zurique e foi feito homenagem ao arquiteto da cidade de Chandigarh, Le Corbusier.


Imagem 4
Modelo do palácio governador proposto no Chandigarh Architecture Museum. (Sanjeev Sharma / HT)

Aventure-se dentro deste edifício minimalista para ver as exposições dos esboços e modelos originais de Chandigarh de Le Corbusier, projetado para ser uma "cidade verde" eficiente em termos de energia e motivada pela natureza.


Imagem 5
Um modelo de dinossauro no Museu de História Natural. (Sanjeev Sharma / HT Photo)


Museu de História Natural

Confira as exposições fósseis e exiba a evolução do homem, desde Australopithecines até Homo erectus. Perto, a Galeria Nacional de Retratos apresenta um panorama de fotografias que retratam lutadores da liberdade para a independência indiana.

Imagem 6
Bonecas da Espanha no International Dolls Museum. (Sanjeev Sharma / HT)

Museu Internacional das Bonecas, Bal Bhawan, Setor 23

• Tempo: 10h às 17h (excepto domingos e feriados)

Instalado como um centro de entretenimento para crianças, o International Dolls Museum possui 300 tipos diferentes de bonecos, coletados da Dinamarca, Holanda, Alemanha, Espanha, Coréia e Rússia. Ele também fornece uma visão da etnia cultural da Índia, através de bonecas que representam as formas de dança popular da Índia. Dolls também retratam personagens famosos como Aladdin, Sleeping Beauty, Cinderella, Ali Baba e Snow White.

Imagem 7
Vista exterior do Museu das Bonecas no Rock Garden em Chandigarh. (Keshav Singh / HT Photo)

Museu das bonecas no Rock Garden

Inaugurado no segundo aniversário de morte do criador do Rock Garden, Nek Chand, o museu compreende 200 bonecas de pano feitas de pano de resíduos por Nek Chand nos anos 70. A aparência do museu é inspirada por uma aldeia com árvores artificiais e cabanas. A vida rural é exibida através dessas bonecas neste museu.


Imagem 8
Uma cena de um tribunal no High Court Museum, Chandigarh. (Sanjeev Sharma / HT)


Museu do Tribunal Superior
• Temporizações: Todos os dias (9h30 às 17h)
• Taxa de inscrição: grátis
• Fotografia: Permitida

O museu é o lar de julgamentos e registros judiciais de importância histórica, como o julgamento de Bhagat Singh em Lahore, prisão do Dr. Kitchlew, criação do cargo de presidente da Justiça, prisão de Pt Jawahar lal Nehru, etc. Além disso, também mostra itens como As algemas de Nathu Ram Godse e uma cópia da Constituição original da Índia assinada pelo comitê constituinte além de muitos selos antigos da época.

O museu também recriou um antigo tribunal com todo o equipamento antigo, como carimbo, aquecedor, sofás, caneta, máquina de escrever e calendário etc.

Centro Le Corbusier
• Horários: das 10h às 16h

Este edifício minimalista em Madhya Marg no Sector 19 é um tributo a Le Corbusier, o arquiteto que projetou a cidade. Se você quiser encontrar como ele trabalhou e como, faça uma visita.