Google+ Followers

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Health Museum Becomes Latest Smithsonian Affiliate. - O Museu da Saúde se torna o último afiliado Smithsonian.

The John P. McGovern Museum of Health and Medical Science is the latest Houston-area museum to become an affiliate of the Smithsonian Institution, which offers access to the Smithsonian’s intellectual and material resources.


image 1 The John P. McGovern Health and Science Museum becomes the 217th affiliate of the Smithsonian Institution.

The designation means some exhibits in the Smithsonian will come to the Health Museum, and its staff will now be able to collaborate with experts at the Smithsonian. Health Museum president and CEO Dr. Melanie Johnson says this aligns the Houston facility with the best of the best.

“The Smithsonian Institution — a museum whose deep rich American history dates back to 1846. They have 156 million objects and specimens.”

Artifacts from Dr. Denton Cooley’s first heart transplant that are now the property of the Smithsonian will be on display here in Houston, where Dr. Cooley did his groundbreaking research.

Smithsonian Secretary David Skorton says these affiliations are important.

“We’re the national museums of the United States and we can’t do that job completely by expecting people to come to Washington, D.C. And one of the reasons the Health Museum was chosen to be our latest affiliate is that it’s so excellent, not only in the collection, but especially in the way the material is presented to the public.”

image 2 Smithsonian Secretary David Skorton, Harris County Commissioner Rodney Ellis, Health Museum presid


The Health Museum becomes the 217th affiliate of the Smithsonian. There are ten other Texas affiliates, including Space Center Houston.







Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 
A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.






--br via tradutor do google
O Museu da Saúde se torna o último afiliado Smithsonian.

O Museu de Saúde e Ciência Médica John P. McGovern é o mais recente museu da área de Houston para se tornar um afiliado da Smithsonian Institution, que oferece acesso aos recursos intelectuais e materiais do Smithsonian.

Imagem 1
O Museu de Saúde e Ciência John P. McGovern torna-se o 217º afiliado da Smithsonian Institution.

A designação significa que algumas exposições no Smithsonian virão para o Museu da Saúde, e sua equipe agora poderá colaborar com especialistas do Smithsonian. O presidente e CEO do Museu de Saúde, Dr. Melanie Johnson, diz que isso alinha a instalação de Houston com o melhor dos melhores.

"The Smithsonian Institution - um museu cuja profunda e rica história americana remonta a 1846. Eles têm 156 milhões de objetos e espécimes".

Os artefactos do primeiro transplante de coração do Dr. Denton Cooley que agora são propriedade do Smithsonian estarão em exibição aqui em Houston, onde o Dr. Cooley fez sua pesquisa inovadora.

O secretário Smithsonian, David Skorton, diz que essas afiliações são importantes.

"Nós somos os museus nacionais dos Estados Unidos e não podemos fazer esse trabalho completamente esperando que as pessoas venham para Washington, DC E uma das razões pelas quais o Museu da Saúde foi escolhido para ser nosso afiliado mais recente é que é tão excelente, Não só na coleção, mas especialmente na forma como o material é apresentado ao público ".


Imagem 2
Secretário Smithsonian David Skorton, Comissário do Condado de Harris Rodney Ellis, Presidente do Museu da Saúde

O Museu da Saúde torna-se o 217º afiliado do Smithsonian. Existem dez outras afiliadas do Texas, incluindo o Space Center Houston.

Fashion designers do black fashion show at the Museum of the Republic of DF, Brazil. - Estilistas fazem desfile de moda negra no Museu da República do DF, Brasil.

Festival Latinidades - responsible for fomenting the debate against racism and for the empowerment of black women - arrives at its 10th edition. From this Thursday (27), the public of Brasilia, Brazil, will be able to check the official agenda of the event, which will feature cinema shows, round tables, book launches, fashion show and even stand-up comedy.


Siwana de Azevedo is one of the founders of Rogue Wave, Angola (Photo: Festival Latinidades / Divulgação)

On Tuesday (25) and Wednesday (26), the idealizers of the project organized a "warm-up" to celebrate the International Day of Latin American and Caribbean Black Women. Talking, opening of the exhibition "City is feminine", creation of Cia Bisquetes, recording of the DVD commemorating the 25 years of the career of the rapper Vera Verônika and the screening of the film Pilgrimage, at Cine Brasilia, were part of the program.

With the theme "Horizons of freedom: afrofuturism on the wings of Sankofa" (a term that symbolizes the rescue of the past), Latinidades will have round tables that will debate the memory, the mirages of the future in the present, black women's activism, participation Science and technology, fashion and aesthetics.

"Our idea is to use the concepts of 'Afrofuturism' and 'Sankofa' to think about utopias, dreams and horizons of struggle of black women," said Bruna Pereira.


Mozart stylist Pinto Music presents pieces of the new collection in a fashion show promoted by the Latinidades Festival, in Brasilia (Photo: Festival Latinidades / Divulgação)

Brazilian dancer Magá Moura, the creator of Africa Plus Size Brazil, Luciane Barros, the founding partner and stylist of Xongani - afro-Brazilian fashion studio - Ana Paula Xongani, and youtuber Nátaly Neri will debate the black fashion in A roundtable on Saturday (29).

Luciane Barros idealized the Africa Plus Size Brasil brand in 2013. In her productions, the label creator works with diversity. "We value the bodies of black and fat women," she said in an interview with the G1.


Dress created by the Mozambican stylist Pinto Música, who presents new creations in parade at the Museum of the Republic in Brasilia (Photo: Festival Latinidades / Divulgação)

The proposal developed in the clothes will be one of the topics addressed in the speech of the entrepreneur, who was responsible for inserting fat models for the first time in São Paulo Fashion Week, the most important fashion week in the country last year.

At 7 pm this Saturday, the museum will host a parade of unpublished collections of black designers and stylists. Between 21h and 22h30, the Bahian journalist Maíra Azevedo - who will participate in the festival for the second time - will present the comedy stand up "Aunty Bad with the Free Language". In the show, she plays with everyday situations and approaches racism, machismo and love relationships through humor.

To close Latinidades, the Oshun hip-hop duo, formed by singers Niambi Sala and Thandiwe, will perform for the first time in Brazil at the show-party, which will occupy the Other Calaf, in the South Banking Sector, in the Sunday (30), at 6:00 p.m. This will be the only paid event on the schedule.


-
Black fashion designers present three parades in the square of the Museum of the Republic in Brasilia from 6pm on Saturday (29). The artist Pinto Music of Mozambique and Rogue Wave brands of Angola and Africa Plus Size Brasil of São Paulo show pieces of unpublished collections.


The parades are part of the Festival Latinidades, which offers cultural programs aimed at enhancing black culture until Sunday (30). Know the brands and the stylist below:

Africa Plus Size Brazil

Specializing in "plus size" fashion, the Brazilian brand focuses on promoting diversity and reflection on the beauty standards imposed on the body. Through creations, the brand seeks to highlight the black presence in public spaces and stimulate the creation of styles and trends through contemporary remodeling.

Rogue Wave

From Angola, in Africa, the brand creates clothes and accessories that blend pan-African and Western aesthetics. Rogue Wave was created by Siwana De Azevedo and Telma English.

Pinto Music

Young stylist, Mozambican is a specialist in the creation of party dresses, especially those of bride. Considered one of the best designers in the hometown and one of the great names in fashion and design in Africa, Pinto Music won the Emerging Stylist prize of the Mozambique Fashion Award 2014.








Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 
A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.



--br
Estilistas fazem desfile de moda negra no Museu da República do DF, Brasil.

Festival Latinidades – responsável por fomentar o debate contra o racismo e pelo empoderamento da mulher negra – chega a sua 10ª edição. A partir desta quinta-feira (27), o público de Brasília, Brasil, poderá conferir a agenda oficial do evento, que contará com mostra de cinema, mesas-redondas, lançamentos de livros, desfile de moda e até comédia stand-up.

Na terça-feira (25) e na quarta (26), as idealizadoras do projeto organizaram um “esquenta” para celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Roda de conversa, inauguração da exposição “Cidade é feminina”, criação da Cia Bisquetes, gravação do DVD comemorativo dos 25 anos de carreira da rapper Vera Verônika e exibição do filme Peregrinação, no Cine Brasília, fizeram parte da programação.

Com o tema “Horizontes de liberdade: afrofuturismo nas asas da Sankofa” (termo que simboliza o resgate ao passado), o Latinidades terá mesas-redondas que debaterão a memória, as miragens do futuro no presente, o ativismo das mulheres negras, a participação delas na ciência e tecnologia, a moda e a estética.

“A nossa ideia é usar os conceitos de ‘afrofuturismo’ e ‘Sankofa’ para pensar em utopias, sonhos e horizontes de luta das mulheres negras” afirmou Bruna Pereira.

A influenciadora digital baiana Magá Moura, a idealizadora do África Plus Size Brasil, Luciane Barros, a sócia-fundadora e estilista da Xongani – ateliê de moda afro-brasileira –, Ana Paula Xongani, e a youtuber Nátaly Neri vão debater a moda preta em um mesa-redonda no sábado (29).

Luciane Barros idealizou a marca África Plus Size Brasil em 2013. Em suas produções, a criadora da etiqueta trabalha com a diversidade. "Valorizamos os corpos das mulheres pretas e gordas", disse ela em entrevista ao G1.

A proposta desenvolvida nas roupas será um dos temas abordados na fala da empreendedora, que foi a responsável por inserir pela primeira vez modelos gordas na São Paulo Fashion Week, semana de moda mais importante do país, do ano passado.

Às 19h deste sábado, o museu será palco para um desfile de coleções inéditas de designers e estilistas negras. Entre 21h e 22h30, a jornalista baiana Maíra Azevedo – que participará do festival pela segunda vez – vai apresentar a comédia stand up "Tia Má Com a Língua Solta". No espetáculo, ela brinca com situações cotidianas e aborda racismo, machismo e relações amorosas por meio do humor.

Para encerrar o Latinidades, a dupla nova-iorquina de hip-hop Oshun, formada pelas cantoras Niambi Sala e Thandiwe, vai se apresentar pela primeira vez no Brasil na festa-show, que vai ocupar o Outro Calaf, no Setor Bancário Sul, no domingo (30), às 18h. Esse será o único evento pago da programação. 

-
Estilistas de moda negra apresentam três desfiles na praça do Museu da República em Brasília a partir das 18h deste sábado (29). O artista Pinto Música, de Moçambique, e as marcas Rogue Wave, de Angola, e África Plus Size Brasil, de São Paulo, exibem peças de coleções inéditas. 

Os desfiles fazem parte do Festival Latinidades, que oferece programações culturais voltadas para a valorização da cultura negra até domingo (30). Conheça as marcas e o estilista abaixo:
África Plus Size Brasil

Especializada em moda “plus size”, a marca brasileira tem como foco promover a diversidade e a reflexão acerca dos padrões de beleza impostos ao corpo. Por meio das criações, a marca busca evidenciar a presença negra nos espaços públicos e estimular a criação de estilos e tendências por meio de remodelagens contemporâneas.

Rogue Wave
De Angola, na África, a marca cria roupas e acessórios que mesclam estéticas panafricanas e ocidentais. A Rogue Wave foi criada por Siwana De Azevedo e Telma Inglês.

Pinto Música
Jovem estilista, o moçambicano é especialista na criação de vestidos de festas, principalmente os de noiva. Considerado um dos melhores estilistas da cidade natal e um dos grandes nomes em moda e design da África, Pinto Música ganhou o prêmio Estilista Emergente do Mozambique Fashion Award 2014.