Listen to the text.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

UFPB lança edital para concurso de professores. Salários oferecidos variam entre R$ 2.215,54 e R$ 7.627,02, dependendo do regime de trabalho do aprovado.


UFPB lança edital para concurso que conta com 71 vagas para Professor

UFPB lança edital para concurso de professores


A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), faz saber aos interessados que realizará concurso público e processo seletivo com objetivo de preencher 71 vagas em cargos de nível superior, para função de Professor de 3º Grau.

De acordo com edital lançado pelo Diário Oficial da União, oportunidades abertas no concurso UFPB são para áreas de Biotecnologia de Alimentos (01), Biotecnologia Aplicada a Agropecuária (01), Biologia Molecular e Bioinformática (01), Empreendedorismo, Proteção da Propriedade Intelectual e Bioética (01), Microbiologia e Virologia (01), Fisiologia Humana (01), Genética (01), Química Geral e Química Orgânica (01), Bioquímica (01), Imunologia e Biologia Celular (01), Mecânica dos Sólidos (01), Controle Ambiental (01), Engenharia Química (03), Engenharia Elétrica (03), Automação Industrial (01), Microeletrônica (01), Sistemas de energia (01), Sistemas Multimídia (01), Análise Numérica (01), Poéticas Contemporâneas (01), História da Arte (01), Som para Cinema e Audiovisual (01), Edição digital para cinema e audiovisual (01), Fotografia para cinema e audiovisual (01), Direção para cinema e audiovisual (01), Fotografia digital (01), Turismo (02), Voz e Sonoplastia (01), Técnicas visuais para o espetáculo - figurino, iluminação, maquilagem, cenografia (01), Técnicas e processos de criação em dança (02), Teoria e História da Dança (01), Técnicas somáticas e saúde (01), Tradições e danças populares (02), Dança educação (03), Música / Matérias Teóricas (01), Bioquímica (01), Química Analítica, Quimiometria e Química das Água (01), Físico-Química, Química Quântica e Cristalografia (02), Transformações Químicas, Química de Coordenação e Materiais, Síntese Inorgânica (01), Fundamentos da Educação e Planejamento (01), Gestão Educacional e Currículo (01), Matemática (01), Metodologias do Ensino e Estágio Supervisionado (01) e Física Geral(01).

Já, para o processo seletivo da UFPB vagas abertas são para áreas de Língua e Literatura Francesa (01), Língua Espanhola (02), Língua Inglesa (01), Psicologia Educacional (01), Psicologia Social e Trabalho (01), Saúde Coletiva (03), Assistência Integral à Saúde da Criança e do Adolescente Internato (02), Ciências Sociais e Educação Popular/ Educação de Jovens e Adultos (01), Ciências Sociais e Educação Popular/ Educação do Campo (02), Educação Especial (01) e Fundamentos da Educação (02).

Salários oferecidos variam entre R$ 2.215,54 e R$ 7.627,02, dependendo do regime de trabalho do aprovado.

Inscrições

As inscrições para cargos do concurso público estarão abertas durante o período de 10 de setembro a 05 de outubro de 2012, somente em dias úteis, das 08h00min às 11h30min e das 14h00min às 16h30min, no Departamento de Ciências Fundamentais e Sociais do Centro de Ciências Agrárias (Campus II - Areia-PB).

Já as inscrições para o processo seletivo devem ser realizadas nas Secretarias dos Departamentos Acadêmicos responsáveis pela área objeto do Processo Seletivo. As taxas variam entre R$ 30,00 e R$ 120,00.

Provas

O concurso constará de prova escrita, prova didática, prova de plano de trabalho e exame de títulos. As datas prováveis de realização das provas serão divulgadas oportunamente, mas estas deverão ocorrer entre 30 e 60 dias após o término do prazo de inscrições.

O prazo de validade dos certames será de um ano, podendo haver prorrogação por igual período.

fonte:
R7

Gestão cultural é a profissão do momento



Copa do Mundo e Olimpíadas de 2016 fazem destes cursos de pós-graduação um dos mais procurados no Brasil






Dentre os cursos mais procurados nas instituições de ensino, o de gestão cultural ganhou um peso muito relevante nos últimos anos no país. Isso se deve ao fato de o Brasil estar às vésperas de receber os eventos esportivos mais importantes do mundo: a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016. No estado de São Paulo, FEA/USP e Senac oferecem boas opções. 

“O curso busca especializar profissionais para atuar como gestores culturais, em ambientes públicos ou privados”, explica Soledad Galhardo, professora do curso de pós-graduação em gestão cultural: desenvolvimento e mercado, do Centro Universitário Senac. 

Segundo ela, este não é um curso de capacitação e sim de qualificação. Os alunos se especializam no desenvolvimento de projetos de planejamento e de eventos culturais. 

Para João Luiz Passador, professor e doutor responsável pela disciplina de economia e gestão de artes e cultura da FEA-RP/USP, na economia global, o valor patrimonial e financeiro não são os fatores mais importantes. “A criatividade e os valores culturais ganham cada vez mais espaço para quem quer crescer por meio desta demanda cultural”. 

Políticas, cidades criativas e desenvolvimento urbanos são os temas foco do curso. 

O especialista nessa área irá atuar na coordenação geral de projetos ou em etapas relacionadas, como planejamento estratégico, produção executiva, captação de recursos, plano de comunicação, gestão de pessoas e financeira.  

Janderson Brasil Paiva é aluno do curso de gestão cultural e atua como assistente técnico em um museu. “O curso ajudou nos meus projetos culturais pessoais e profissionalmente pude ter uma visão mais ampliada ao desenvolver meu trabalho no museu com mais qualidade”, conta.  

Com a proliferação de artistas e produtores culturais incentivados pelo cada vez maior apoio e financiamento à cultura, a previsão é de que essa profissão cresça o equivalente a 10% ao ano, entre 2010 e 2020, já que a cultura está entre os temas mais discutidos do país, ao lado de economia e meio ambiente. 

requisitos/ Para cursar essa disciplina, é necessário ter diploma de graduação, sendo que os profissionais que mais procuram o programa são jornalistas, turismólogos, administradores, músicos, atores e dançarinos. À medida que, no Brasil, cultura e educação são tratadas num mesmo contexto, aumentam os números de vagas e o salário médio. 

O Senac abre vagas para o curso sempre no começo de cada semestre, com duração de um ano e meio. Já a FEA-RP/USP, pretende ministrar a disciplina “economia e gestão de artes e cultura” uma vez por ano, com uma semana de duração, quando a aula poderá ser ministrada pelo professor-doutor Arjo Klamer, titular da cadeira de economia e cultura na Universidade Erasmus de Rotterdam, na Holanda.  

fonte: