Listen to the text.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Governo realiza audiências sobre Conselho de Cultura em cinco cidades

Começa nesta quarta-feira (27), por Cornélio Procópío, uma série de audiências públicas sobre a implantação do Conselho Estadual de Cultura (Consec). Encontros semelhantes serão realizados ao longo desta e da próxima semana em Cianorte, Medianeira, Irati e Curitiba, para que a população conheça e opine sobre a criação do órgão. O Conselho terá representantes da sociedade contribuindo para a formulação de políticas públicas de cultura.

“Iniciamos 2011 com o compromisso de fortalecer a cultura do Paraná e os resultados até agora têm sido bastante positivos. Conseguimos restabelecer o diálogo com os agentes culturais, formatar novos projetos e retomar ações como a Conta Cultura. Estamos readequando processos e trabalhando para implantar uma gestão que envolva todas as unidades da secretaria”, disse Paulino Viapiana.

A criação do Conselho faz parte das metas de governo estabelecidas para esta gestão. É a segunda etapa de um trabalho que foi iniciado com a proposta de implantação do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) e que será completado com a elaboração do Plano Estadual da Cultura.

Segundo o secretário, essas estruturas são fundamentais para que o Paraná tenha as condições mínimas necessárias para integrar o Sistema Nacional de Cultura. “Com a aprovação dessas leis, podemos consolidar o Sistema Estadual da Cultura e assim estar em sintonia com a realidade nacional”, afirma Viapiana, que também participa das audiências.

Ele destaca a importância da participação do público nessas ações. Com as audiências do Profice, realizadas em 14 cidades do Estado, foi possível desenvolver um projeto de lei que atende as necessidades das diferentes regiões do Estado. Em agosto o texto segue para votação na Assembleia Legislativa. “As propostas do Profice e do Consec são objetivas, claras e sinalizam o caminho pelo qual a cultura do Paraná irá seguir. Isto não poderia ser feito sem a participação da sociedade. Esperamos continuar contando com amplo apoio dos paranaenses”, diz Viapiana.

Além disso, apenas no primeiro semestre de 2011 mais de 250 mil atendimentos foram realizados nos espaços vinculados à Secretaria da Cultura. Exposições, oficinas, palestras, apresentações musicais e teatrais, além da exibição de filmes e atividades literárias contemplaram interessados nas mais diversas formas de manifestações artísticas.

A secretaria também promoveu o encontro, em Curitiba, dos 18 coordenadores regionais de cultura para elaboração de um plano de trabalho conjunto que atenda as necessidades de cada região. Uma das ações definidas e que já está em andamento é o inventário das manifestações culturais do Paraná, que está sendo elaborado com o apoio dos coordenadores.

AÇÕES – Dentre os destaques está também a reformulação da grade de programação da Rádio e TV Educativa, agora E-Paraná, com foco mais cultural. No Teatro Guaíra, a definição de uma agenda anual de concertos para a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP), que inclui apresentações em diversas cidades do Estado, o projeto Teatro para Piás e Gurias, realizado aos domingos no Teatro José Maria Santos, e a retomada do Festival Espetacular de Teatro de Bonecos.

Na Biblioteca Pública do Paraná (BPP), a nova gestão iniciou um trabalho de atualização do acervo, além da criação de eventos literários e culturais e a modernização da instituição, começando com a estreia da nova logomarca. No segundo semestre, a BPP lança a primeira edição do seu jornal literário.

Os museus gerenciados pela secretaria também promoveram novas ações. Um seminário coordenado pelo crítico e curador Paulo Herkenhoff iniciou o debate sobre os museus do futuro, trabalho que continuará ao longo do ano. O próximo encontro ocorre no dia 02 de agosto, aberto ao público, com entrada gratuita.

No Museu Oscar Niemeyer (MON), agora ligado diretamente à estrutura da Seec, as 21 exposições que estiveram disponíveis ao público nos primeiros seis meses de 2011 reuniram quase 90 mil pessoas. Além disso, ações educativas como palestras, seminários e oficinas fizeram do MON palco de discussão e aprendizado da arte.

Outras 14 mostras temporárias foram realizadas nos demais museus da Seec, atingindo um público de cerca de 25 mil pessoas. O acervo do Museu Paranaense atraiu 5,4 mil visitantes e quase 100 instituições de ensino realizaram passeios mediados no espaço, totalizando 3,4 mil alunos. Além das exposições permanentes, o Museu também promoveu oficinas, palestras e desenvolveu diversas linhas de pesquisa em geografia, antropologia e história.

Para o segundo semestre já estão sendo programadas várias atividades como o lançamento do Prêmio Paraná de Literatura e o circuito de artes plásticas, além da circulação de espetáculos, palestras, audiências públicas, entre outras.

CALENDÁRIO – Audiências públicas sobre a criação do Conselho Estadual de Cultura

CORNÉLIO PROCÓPIO

Dia: 27 de julho, às 19 horas.

Local: Teatro da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Avenida Alberto Carazzai, 1640)

CIANORTE

Dia: 28 de julho, às 19 horas.

Local: Prefeitura Municipal (Praça da República, 100)

MEDIANEIRA

Dia: 29 de julho, às 19 horas.

Local: Centro Popular de Cultura Arandurá (Avenida Brasil, 1677)

IRATI

Dia: 1º de agosto, às 14 horas.

Local: Câmara Municipal (Rua Doutor Correia, 139)

CURITIBA

Dia: 03 de agosto, às 09 horas.

Local: Museu Oscar Niemeyer (Auditório Poty Lazzarotto. Rua Marechal Hermes, 999)



fonte:
http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=64866&tit=Governo-realiza-audiencias-sobre-Conselho-de-Cultura-em-cinco-cidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário