Listen to the text.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Governo estadual investe na pesca, com reforma em laboratórios e museu

São Paulo - Um decreto assinado pelo governador Geraldo Alckmin abre um crédito suplementar ao orçamento da Secretaria de Agricultura e Abastecimento paulista de R$ 1,5 milhão, oriundo do Tesouro do estado. O recurso será utilizado em obras de reforma do Museu de Pesca, localizado em Santos, e vinculado ao Centro de Pescado Marinho do Instituto de Pesca (IP), da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta/SAA). O Centro também terá laboratórios revitalizados e poderá promover a capacitação e formação de pescadores. A expectativa é que as obras sejam entregues nos primeiros meses de 2012. - Para o museu, a readequação e reparo da infraestrutura inclui aspectos de acessibilidade, abrangendo elevador e rampas para melhor locomoção de portadores de deficiências, instalação de corrimão, adaptação de sanitários, para citar alguns, além da recuperação de locais com infiltração, da parte elétrica, pintura, trocas de janelas, dentre outros.

Está previsto ainda um projeto de aspectos museológico e museográfico, como o planejamento das exposições, acervo, reserva técnica e dinâmica de funcionamento. Ele está sendo formulado com alguns parceiros e o objetivo é tornar o ponto turístico mais dinâmico, também com o recebimento de mostras itinerantes vindas de outros museus.

Já a sede do Centro de Pescado Marinho poderá atender pescadores artesanais e industriais da Baixada Santista com foco em três ações distintas: educação formal, capacitação e formação de mão de obra especializada. O IP pretende incrementar a elaboração, desenvolvimento e execução de projetosespecíficos, capacitação de professores, disponibilização de infraestrutura, aulas práticas e cursos específicos.

"Essa ação é importante porque a exploração dos estoques de pescado está no limite e o desenvolvimento pesqueiro deverá buscar um aumento da rentabilidade, havendo a necessidade de incorporação de avanços tecnológicos à atividade. Como um dos gargalos é a baixa capacitação, com altos níveis de analfabetos e analfabetos funcionais, buscamos o desenvolvimento ambiental, social e economicamente sustentável, além da inserção desse contingente da sociedade, resguardando sua cidadania", diz o diretor do IP, Edison Kubo.

A modernização e adequações de laboratórios para desenvolvimento de produtos e processos à base de pescado e seus resíduos pretende ajudar o setor a minimizar o desperdício de matéria-prima.



fonte:
http://www.dci.com.br/Governo-estadual-investe-na-pesca_-com-reforma-em-laboratorios-e-museu-8-395237.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário